Sobrinha ensina tio analfabeto a ler e escrever durante a pandemia

Quer sorriso de satisfação por ter conseguido escrever o próprio nome sozinho? Olha então o Sr. Jesus Felipe Lira aqui embaixo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

homem segurando um caderno
Reprodução: Twitter

Parece uma ação simples e até insignificante para muita gente, mas para ele não! O Sr. Felipe não teve oportunidade de ir à escola quando mais jovem e, por essa razão, não sabia ler e nem escrever.

Leia também: Giovanna Ewbank surpreende idealizadora de projeto e anuncia ajuda de OMO para reforma de casas no interior da BA

Kennya, que é sobrinha dele e sabia da vontade do tio de deixar de ser analfabeto, tirou o tempo livre da pandemia para ensiná-lo a escrita básica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eu acho que nem Kennya tinha noção da felicidade que iria trazer para o tio. Ela publicou alguns posts no Twitter mostrando como ele estava feliz em poder escrever o próprio nome e o nome dos netos.

Não demorou muito para que o post de Kennya ganhasse o mundo (ainda bem!). Essa é daquelas histórias que a gente vai sempre ler sorrindo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Sr. Felipe é de Jalisco, no México e trabalhou a vida praticamente inteira na construção. Ele perdeu a esposa cedo e criou sozinho as duas filhas.

Kennya sempre admirou o tio, mas não sabia que ele era analfabeto. Ela descobriu durante a festa de Natal do ano passado.

Leia também: Tatá Werneck se emociona ao conhecer história de gari que entrega refeições a pessoas carentes no RS

Ela conta que ele sempre teve vergonha de não saber ler e escrever e não se achava muito capaz de aprender agora, depois de ter a idade mais avançada. Kennya o convenceu do contrário e começou a ensinar o tio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eu escrevi o nome dos netos dele com um marcador e pedi para ele traçá-lo com uma caneta azul. Foi a primeira vez que ele escreveu o nome de seus netos. Foi extremamente emocionante pra mim, então não pude deixar de compartilhar”, contou.

homem escrevendo
Olha o Sr. Felipe mostrando que aprendeu direitinho as lições | Reprodução: Twitter

Depois que os posts da Kenya ganharam a internet, eles receberam muito apoio!

O Sr. Felipe até ganhou uma conta no Twitter para mostrar como está sendo o processo de aprendizado! Kennya atualiza os seguidores com fotos, vídeos e informações sobre o tio. Ela conta que futuramente será ele mesmo quem fará os posts.

Kennya comentou que o tio era muito julgado por ser analfabeto. “Ele pode não saber ler e escrever, mas pode construir qualquer coisa num piscar de olhos”.

A pandemia do coronavírus trouxe uma mudança desagradável para todos nós, mas essas histórias que a gente vem presenciado desde março é de encher o coração de felicidade!

A gente já tá acompanhando o Sr. Felipe e a Kennya lá no Twitter, dá uma passadinha lá também e deixa uma mensagem positiva para eles!

[Nota da Redação]

Estamos com a campanha especial #PoderDoSomos com OMO contando histórias incríveis de projetos que transformam vidas! Confira o projeto anunciado Giovanna Ewbank:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

FONTE: Só Notícias Boas

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,850,818SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menino com autismo liga para emergência e salva mãe

Por causa do autismo, Tyler Semple, 5 anos, tem dificuldades para falar com estranhos.

“O amor nunca acaba”: viúvo almoça todos os dias com o retrato da falecida esposa ao lado

O viúvo Clarence Purvis virou notícia depois que ele foi visto almoçando em um restaurante em Reidsville, na Geórgia (EUA), com um retrato de...

‘Ciclista Dançante’ defende a felicidade como filosofia de vida

"Eu sou assim 24 horas por dia. Se Deus nos deu a vida, porque não ser feliz? E sou feliz aonde tenho vontade. Esse...

Chilenas criam carregador de telefone que se conecta em plantas

Três amigas tiveram que entregar um trabalho para a faculdade, algo comum na vida de qualquer estudante. Naquele dia, o telefone celular e notebook, ferramentas...

Policiais cantam ‘Baby Shark’ para colher digital de menino autista: ‘criar vínculos’; assista

“Na hora a gente tem que dar uma improvisada, e tem que ir de acordo mesmo com cada criança. Tem que criar aquele vínculo com ele, para quebrar aquele gelo."

Instagram