Sobrinha ensina tio analfabeto a ler e escrever durante a pandemia

Quer sorriso de satisfação por ter conseguido escrever o próprio nome sozinho? Olha então o Sr. Jesus Felipe Lira aqui embaixo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

homem segurando um caderno
Reprodução: Twitter

Parece uma ação simples e até insignificante para muita gente, mas para ele não! O Sr. Felipe não teve oportunidade de ir à escola quando mais jovem e, por essa razão, não sabia ler e nem escrever.

Kennya, que é sobrinha dele e sabia da vontade do tio de deixar de ser analfabeto, tirou o tempo livre da pandemia para ensiná-lo a escrita básica.

Eu acho que nem Kennya tinha noção da felicidade que iria trazer para o tio. Ela publicou alguns posts no Twitter mostrando como ele estava feliz em poder escrever o próprio nome e o nome dos netos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Não demorou muito para que o post de Kennya ganhasse o mundo (ainda bem!). Essa é daquelas histórias que a gente vai sempre ler sorrindo!

O Sr. Felipe é de Jalisco, no México e trabalhou a vida praticamente inteira na construção. Ele perdeu a esposa cedo e criou sozinho as duas filhas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Kennya sempre admirou o tio, mas não sabia que ele era analfabeto. Ela descobriu durante a festa de Natal do ano passado.

Ela conta que ele sempre teve vergonha de não saber ler e escrever e não se achava muito capaz de aprender agora, depois de ter a idade mais avançada. Kennya o convenceu do contrário e começou a ensinar o tio.

Eu escrevi o nome dos netos dele com um marcador e pedi para ele traçá-lo com uma caneta azul. Foi a primeira vez que ele escreveu o nome de seus netos. Foi extremamente emocionante pra mim, então não pude deixar de compartilhar”, contou.

homem escrevendo
Olha o Sr. Felipe mostrando que aprendeu direitinho as lições | Reprodução: Twitter

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois que os posts da Kenya ganharam a internet, eles receberam muito apoio!

O Sr. Felipe até ganhou uma conta no Twitter para mostrar como está sendo o processo de aprendizado! Kennya atualiza os seguidores com fotos, vídeos e informações sobre o tio. Ela conta que futuramente será ele mesmo quem fará os posts.

Kennya comentou que o tio era muito julgado por ser analfabeto. “Ele pode não saber ler e escrever, mas pode construir qualquer coisa num piscar de olhos”.

A pandemia do coronavírus trouxe uma mudança desagradável para todos nós, mas essas histórias que a gente vem presenciado desde março é de encher o coração de felicidade!

A gente já tá acompanhando o Sr. Felipe e a Kennya lá no Twitter, dá uma passadinha lá também e deixa uma mensagem positiva para eles!

Veja também:

 

FONTE: Só Notícias Boas

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,094,034FãsCurtir
2,689,302SeguidoresSeguir
22,404SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Como a Holanda se tornou o primeiro país do mundo sem cães abandonados

Cães são como anjos, pedacinhos de céu na Terra, mas nem sempre os seres humanos os tratam com o respeito e cuidado que merecem. Mas...

Corrida de rua doará 2 fatias de pão a cada quilômetro percorrido

A Global Energy Race é uma iniciativa do Grupo Bimbo, dono de marcas como Pullman e Ana Maria.

Político indiano usa selfies para reduzir o infanticídio feminino do país

Todos os anos na Índia, milhares de bebês meninas são abandonadas ao nascer. Enquanto algumas são resgatadas, a maioria não é, deixando o país...

Cadelinha salva vida de bebê golfinho encalhado em praia

Uma cachorra chamada Leia fez uma descoberta notável enquanto caminhava pela Praia de Criccieth, em Wales. Ela descobriu um golfinho bebê encalhado nas pedras lutando para voltar ao oceano....

Parque suspenso em meio a Mata Atlântica é inaugurado

O Parque Ecológico Imigrantes promete ser uma nova aposta para integrar a Mata Atlântica na vida dos moradores de São Paulo e região e deve ser inaugurado dia 20 de novembro, em São Bernardo. Sendo um parque suspenso e totalmente acessível, ele deve integrar desde idosos até pessoas com mobilidade reduzida, por exemplo.

Instagram

Sobrinha ensina tio analfabeto a ler e escrever durante a pandemia 2