Menina de 8 anos escreve livros para que crianças se sintam representadas nas histórias e se motivem a ler

Tudo começou quando Selah Thompson tinha apenas 5 anos e se deu conta de que a maioria de seus colegas do jardim da infância não sabiam ler. Como leitora ávida e fã de livros, a menina – que hoje tem 8 anos, decidiu lutar contra isto e com a ajuda de seus pais criou o Projeto The Empowered Readers Literacy.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

menina leitora 4
Foto: Instagram

Hoje, além de já ter dois livros publicados, Selah possui sua própria organização sem fins lucrativos, que tem como objetivo lutar contra o analfabetismo funcional e diminuir a população prisional juvenil. Isto porque, seus pais Khalil e Nicole Thompson começaram a pesquisar e descobriram que 85% das crianças no sistema prisional juvenil são analfabetas funcionais.

menina leitora 1
Foto: Instagram

Em outras palavras, a leitura é capaz de mudar o futuro de muitas crianças “As estatísticas dizem que algumas prisões prevêem o número de celas que construirão no futuro com base nos resultados dos testes de leitura da terceira série”, explicou seu pai Khalil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi quando a família decidiu doar 20 mil livros às crianças em situação de vulnerabilidade a partir dos projetos Marcha das Crianças pela Alfabetização, Projeto 500 e sua Viagem de Livros de Férias. Porém, a própria Selah chegou à conclusão de que isto não seria o suficiente.

Segundo ela, uma das principais dificuldades das crianças, que constribui para o analfabetismo, é a falta de representatividade e de entusiasmo quando não se encontram refletidas nas páginas do livro. E através desta preocupação real, a garota decidiu escrever um livro que apresenta uma personagem principal parecida com ela, além de compartilhar os mesmos interesses.

menina leitora 3
Foto: Instagram

Lançado em novembro de 2019, o Penelope the Pirate Princess foi um sucesso tão grande, que a mini autora acaba de lançar a sequência agora no fim de 2020. “Há muita inspiração por trás do fato de que esta é uma criança que escreveu essa história e veio com ela. Vocês [crianças] podem fazer sua própria história e fazer todas as coisas que os adultos podem fazer em uma idade jovem e você realmente deve saber que tem poder em sua voz e ideias”, diz o pai orgulhoso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

menina leitora 2
Foto: Instagram

Livros são capazes de nos transportar a universos mágicos e imaginários, mas, mais do que isto, nos formam enquanto pessoas e podem mudar o futuro de muita gente, como esta garotinha provou.

Fonte: My Modern Met

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Incrível! Adolescente nigeriano pinta quadros hiper-realistas e ajuda família com sua arte

Um adolescente nigeriano de origem simples - filho de um professor e uma musicista gospel -, um lápis de carvão e muito talento e...

Start-up cria jornadas de 6 meses para para jovens se autoconhecerem e definirem qual profissão escolher

As vezes, um  jovem recém saído do ensino médio não sabe ainda que profissão escolher para o vestibular. E isso não é um problema!...

Youtube comemora Copa do Mundo e Mês do Orgulho LGBT com vídeo anti-homofobia

Para celebrar a Copa do Mundo e o Mês do Orgulho LGBT, o Youtube está homenageando com a campanha #ProudToPlay e #JogueComOrgulho os atletas LGBT, apoiadores e canais do...

Gay Warriors: Soldados americanos homossexuais com seus parceiros

Até pouco tempo atrás os soldados homossexuais tinham que esconder suas famílias por causa da política Don’t Ask, Don’t Tell. Agora, a fotógrafa Tatjana Plitt quer...

Casal que viveu amor proibido faz ensaio para celebrar 60 anos de casados

Namorar pessoas com cores de pele diferentes da sua nos anos 50 era visto com maus olhos pela sociedade. Não que muita coisa tenha...

Instagram

Menina de 8 anos escreve livros para que crianças se sintam representadas nas histórias e se motivem a ler 1