Menina com paralisia cerebral realiza sonho de ‘pular amarelinha’; veja vídeo

Durante todo o mês de outubro, em uma espécie de extensão do Dia das Crianças, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Campo Grande (MS) recebe em sua sala de terapia ocupacional cerca de 400 crianças, com direito à piscina de bolinhas, cesta de basquete, caixas com areia ou flocos de arroz e bolinhas para acertar no teto e chão.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No entanto, entre os pedidos de brincadeiras da criançada, a que chamou mais atenção foi a da pequena Ana Clara Rodrigues, 7 anos, que queria brincar de amarelinha. O pedido emocionou a todos.

“Ela ficou lá e quando eu fui buscá-la estava diferente, extasiada. Ela falou: mãe, eu pulei amarelinha. Depois, me mandaram o vídeo, mas, eu não consegui nem ver direito, a gente nem acredita. Para uma mãe, ver um filho realizando um sonho é incrível e eu agradeci a eles demais. Os sonhos dela são pequenos diante a que as crianças fazem, é algo simples, porém, para ela é uma superação“, afirmou a dona de casa Ana Raquel Rodrigues Nojosa, 28 anos.

Menina com paralisia cerebral realiza sonho de 'pular amarelinha'; veja vídeo 2

Apoio da Apae

A mãe de Ana Clara conta que a filha recebe tratamento na Apae há cerca de 5 anos. Há alguns meses, a menina comentou que queria brincar de pega-pega, esconde-esconde e dançar balé. “Para ela, com certeza este foi um sonho realizado. Foi a primeira vez que ela ficou em pé e a primeira vez que pulou amarelinha. Eu tenho esperança e sei que ela pode realizar todos estes sonhos”, comentou, emocionada.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémGarotinha inclui amigo com paralisia cerebral em desenho da família: “Eles se entendem no olhar”

Terapeuta ocupacional da Apae de Campo Grande desde 2015, Lilianthea Lopes Oliveira Viegas, 45 anos, presenciou o momento em que Ana Clara fez o pedido.

Menina com paralisia cerebral realiza sonho de 'pular amarelinha'; veja vídeo 3

Menina com paralisia cerebral realiza sonho de 'pular amarelinha'; veja vídeo 4

“Ela viu a amarelinha assim que chegou e falou para uma terapeuta que o sonho era pular amarelinha. Depois, falou para outra e todo mundo se mobilizou para realizar o sonho dela. Foi uma emoção muito grande. Ela pulava e falava que estava nervosa. Nós a tiramos da cadeira de roda e usamos um colete de sustentação”, explicou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem filmou a cena foi o supervisor de terapia ocupacional, Alexandre Lopes de Oliveira, 36 anos. “Nós estávamos em uma roda e foi algo que pegou todo mundo de surpresa. Em seguida, fizemos as adaptações e começamos a fazer a sequência e ela pulava e ficava cada vez mais feliz. Foi uma alegria imensa testemunhar tudo isto e embora ela tenha a parte motora comprometida, o cognitivo não e deu pra perceber que é algo que ela sempre quis“, disse.

Menina com paralisia cerebral sonho Apae

Segundo a Apae, Ana Clara tem paraplegia espástica (que causa rigidez progressiva e contração nos membros inferiores, como resultado de uma lesão ou disfunção dos nervos) e paralisia cerebral. Durante a comemoração do Dia das Crianças, ela usou um colete de apoio terapêutico para tratamento de crianças com dificuldades motoras, “oferecendo suporte ao corpo, ajudando a se mover de forma mais natural e harmoniosa”, explicou Thaina Ferreira, terapeuta da menina.

Veja o momento em que Ana Clara pula amarelinha! 🙂

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: G1/Fotos: Apae-MS/Divulgação

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,850,069SeguidoresSeguir
24,944SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estagiários criam desafio que vai premiar universitário com jornada de aprendizado em 7 cidades no mundo

O único requisito para participar é estar matriculado em uma instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) – independente do curso – ou ter concluído a graduação a partir do 1º semestre de 2017.

Pessoas deixam recados em pedras encontradas na areia para desconhecidos

Há dois anos, um menino chamado Antônio, na época com 10 anos, criou um projeto chamado Word Rocks, na Califórnia, onde mora. Ele e a...

Uma compilação de vídeos com bebês escutando pela primeira vez

Já falamos algumas vezes aqui no Razões sobre pessoas que puderam escutar graças a um implante coclear, que é um aparelho implantado na orelha...

Em seu último dia de quimioterapia, mulher é surpreendida com 500 flores coloridas por seu marido

Era o último dia de quimioterapia de norte-americana Alissa Bousquet. Se por esse motivo ela já estava muito feliz, após longo e difícil tratamento contra...

Instagram

Menina com paralisia cerebral realiza sonho de 'pular amarelinha'; veja vídeo 6