Menina faz lindas pulseiras para alegrar crianças em hospitais e orfanatos

A Laurinha é pequena apenas no tamanho, seu coração é do tamanho do mundo! Ela faz lindas pulseiras de miçanga para alegrar crianças que estão doentes ou não têm um pai nem uma mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo começou no seu aniversário de 6 anos, em agosto. Laura ganhou de presente uma caixa de miçangas e foi logo fazendo pulseiras pra vender para as amigas da escola por R$ 2.

Então, Laura pensou que as bijuterias poderiam levar um pouco de alegria a crianças internadas em hospitais ou que vivem em orfanatos. E assim está sendo!

Foto: Instagram @laura_almfaria

Foto: Instagram @laura_almfaria

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Laura conta com a ajuda da mãe e fabrica as pulseiras na garagem de casa, em Cajamar (SP).

Foto: Instagram @laura_almfaria

“As crianças devem ficar tristes e sozinhas, então tento dar alguma alegria para elas. Quando vem a inspiração, escolho as miçangas e faço as pulseiras. Já fiz uma de unicórnio que ficou linda”, conta.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por Laura Faria (@laura_almfaria)

A Samantha, 9 anos, está internada no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, e foi uma das crianças presenteadas por Laurinha. Ela contraiu um vírus que causou aplasia medular, doença que paralisa a produção de células sanguíneas na medula óssea.

Ajude Instituto Pequenos Anjos ter sua van para levar crianças com câncer aos hospitais. Faça sua doação!

“Eu adorei a iniciativa, fiquei muito emocionada”, agradeceu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Samantha amou as pulseiras da Laurinha. Foto: Hospital Pequeno Príncipe

Luciana Vieira, mãe da menina, diz que o presente aliviou bem a rotina de quimioterapia.

“Saímos da nossa casa, em Anápolis (GO), e viemos para cá. Estamos esperando o transplante. Não é fácil estar longe de tudo”, diz. “Quando os pacotes das pulseiras chegaram, foi uma alegria.”

Até agora, Laura e a mãe já doaram 100 bijuterias ao Hospital Pequeno Príncipe. Por enquanto, Laura quer fazer muito a mais e ela já tem um outro plano: deixar o cabelo crescer para doá-lo a pacientes com câncer.

AHHHHH 💜

“A gente se surpreende com as atitudes da Laura. É um orgulho ser mãe dela”, conta Virgínia.

VEJA TAMBÉM!

Fonte: CAJAMAR NOTÍCIAS

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,565,291SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Aos 81 anos, ex-merendeira realiza sonho de se formar em Pedagogia

Aos 81 anos de idade, a ex-merendeira aposentada Thereza Mualla Alduino realizou o grande sonho da sua vida: graduar-se em Pedagogia.

15 Filmes que você não esperava que tivessem incríveis lições de vida

Existem muitas obras cinematográficas que estamos cansados de ver em listas dos melhores filmes motivacionais, concordam? Por isso, o Razões decidiu fazer um pouco...

Após um ano, tatuador consegue ouvir pela primeira vez a esposa e se emociona

Muito emocionado, tatuador publica vídeo em que a esposa fala pela primeira vez em um ano. Dani ficou tetraplégica e perdeu a voz após um tumor no sistema nervoso.

Bombeiro dá água a filhote de tatu em área devastada por incêndio no MT

As matas de uma fazenda entre os municípios de Nova Mutum e São José do Rio Claro, no Mato Grosso, foram atingidas por um forte...

Designer japonês cria fonte que une a escrita Braille com a tradicional

Existem algumas ideias e inovações que nos fazem perguntar: como, até hoje, ninguém tinha pensado nisso, não é mesmo? Como este alfabeto, que tem...

Instagram