Mesmo sem ter as duas mãos, menina vence concurso de caligrafia nos EUA

Mesmo sem ter as duas mãos, a menina Anaya Ellick venceu um concurso de caligrafia cursiva nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O fato de ser diferente não a impediu de aprender a escrever e ganhar o concurso anual ‘Nicholas Maxim para Excelência em Caligrafia Cursiva’, contra 50 estudantes de várias escolas americanas. Por sinal, a competição leva o nome de um estudante que também não tinha as mãos e utilizava o braço para escrever, como a garota de 9 anos.

Junto com o certificado de proficiência e um troféu, ela ganhou 1 mil dólares (aproximadamente 3,5 mil reais). Anaya venceu o concurso pela segunda vez: a primeira foi quando ela estava no 1º ano, em 2016. 

Anaya segura o lápis com o braço direito e usa o esquerdo para firmar a folha sobre a mesa, com o cotovelo:

menina sem mãos vence concurso caligrafia
Girl Power!!! 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A estudante cursa o terceiro ano do ensino fundamental, na cidade de Chesapeake, na Virgínia. Com esforço e dedicação, mais uma vez, ela impressionou os jurados do concurso com uma letra belíssima.

Considerada pela professora Sarah Cannady um exemplo de superação para os colegas de turma, e agora para todos nós, Anaya arrebatou o concurso sob certa desconfiança, apesar de já ter vencido uma edição. 

Algumas pessoas acreditavam que as chances dela vencer a competição eram pequenas. Pois bem, Anaya provou que essas pessoas estavam erradas – não um pouco, mas bastante erradas – com a conquista de mais um troféu! 🏆 🏆

“Eu disse apenas que, sim’, eu poderia fazer isso”, disse Anaya, em entrevista para a WVEC-TV.

menina sem mãos vence concurso caligrafia
Anaya venceu o concurso de caligrafia pela segunda vez

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Chama a atenção o fato de que Anaya poderia usar próteses, não só para escrever, mas para outras atividades também.

A mãe da menina, Bianca Middleton, explicou a escolha da filha de não usar próteses. “Em vez de ajudá-la, atrapalhavam. Ela não queria usar e começou a aprender muitas coisas sem elas, como escrever e desenhar”, afirmou.

O colégio Greenbrier Christian Academy, onde Anaya estuda, parabenizou o feito da garota na sua página do Facebook:

“O merecido primeiro lugar de Anaya nos lembra o que a determinação e o trabalho duro podem alcançar. Estamos bastante orgulhosos dela e de suas realizações. Parabéns Anaya por sua conquista, você inspira a todos!”, diz a publicação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Confira a postagem na íntegra:

crédito das fotos: Greenbrier Christian Academy/Facebook/Reprodução

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,559,192SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Rihanna recebe prêmio humanitário em Harvard e faz discurso surpreendente

A cantora Rihanna, 29 anos, mostra que vai muito além dos palcos, e recebeu prêmio de ativista do ano de 2017. Rihanna nunca fez curso superior,...

Mulher adota cachorra idosa e descobre que era o mesmo pet que ela teve na infância

Quando tinha 10 anos, Nicole Grimes ganhou de aniversário uma cachorra dada pela avó. A menina batizou-a de 'Chloe' e colocou uma fita rosa...

Cachorra atropelada de propósito é resgatada por voluntários, passa por cirurgia e volta a andar

Um ato de maldade, desses que causam revolta, provocou foi muito amor e carinho no coração de várias pessoas. A história da cachorra Olívia,...

Eu, meu cão e o câncer

Só quem teve o previlégio de ser amado por um animal de estimação, poderá entender o meu relato a seguir.

O Instituto que é uma verdadeira galeria de artes

Ingrid Vogl Quem visita ou frequenta o Instituto Popular Humberto de Campos (IPHC), unidade do Centro Espírita Allan Kardec, pode conferir em seus diversos ambientes,...

Instagram