Meninas moradoras do Morro do Alemão vão estudar na Escola de Balé do Theatro Municipal

Kethellyn Rafaela, Bianca de Oliveira e Ingrid Vitória são as mais novas alunas da escola de balé do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, uma dos mais prestigiadas e relevantes casas de espetáculos do Brasil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Moradoras do Complexo do Alemão, comunidade localizada na zona norte da cidade do Rio, elas entraram no teatro graças ao Projeto Vidançar, uma organização não-governamental sediada na comunidade cuja rede de voluntários oferecem aulas gratuitas de dança e teatro para crianças que não têm condições de pagar pelas mensalidades de uma escola de arte.

O trabalho da ONG, criada por Ellen Serra, da Cia Ratos de Teatro, é exercido por profissionais da pedagogia e professores formados em dança e teatro. Graças à ação do projeto, dois alunos foram na Escola Bolshoi, uma tradicional escola de balé de Joinville e agora, três alunas aprovadas no Theatro Municipal.

Leia tambémAlunos da UniFavela passam no vestibular e projeto consegue sala de aula de verdade

Em uma publicação no Facebook, a página do Projeto Vidançar comemorou a entrada das meninas na casa de espetáculos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“É com muita felicidade e gratidão, que nós anunciamos as mais novas alunas da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, a tão sonhada escola de Balé do Theatro Municipal do Rio de Janeiro,” diz o post.

Meninas moradoras do Morro do Alemão vão estudar na Escola de Balé do Theatro Municipal
Kethellyn, Bianca e Ingrid, aprovadíssimas na Escola de Balé do Theatro Municipal.

“Gostaríamos de agradecer o importante apoio da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro e tantos voluntários que preparam nossos alunos de forma maravilhosa, acreditam e contribuem para que histórias, sejam de fato, mudadas para melhor. Gratidão a todos que torcem, apoiam e nos ajudam a fazer a diferença!”, conclui.

O Projeto Vidançar oferece reforço escolar e exige dos seus alunos que eles estejam matriculados numa escola pública e com boas médias

Leia tambémProjeto “Arquitetura na Periferia” ensina mulheres a construir suas próprias casas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Voz das Comunidades
Fotos: Reprodução / Facebook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Meninas moradoras do Morro do Alemão vão estudar na Escola de Balé do Theatro Municipal 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,983,904SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

“Minha mãe me adotou e me criou sozinha”, diz filha que decidiu retribuir gesto também adotando uma menina [VÍDEO]

O ano era 1984. Naquele tempo, a dona Ruth gerenciava um hospital. Certo dia, ela foi informada sobre uma mulher que havia decidido encaminhar...

Marca usa holograma para aproximar famílias nesse Natal

Talvez uma dos sentimentos mais difíceis de descrever seja o da saudade, é algo complexo e difícil dizer o quanto esse sentimento nos afeta. Uma...

Faltam poucos dias para o amigo secreto do projeto Diversidade na Rua

No dia 20 de julho, comemorado o Dia do Amigo, será celebrado o Amigo Secreto de alguns participantes da rede colaborativa do projeto Diversidade na Rua. São...

Após curar-se de um câncer, esse jovem resolveu cuidar do corpo e vira fisiculturista

Zach Zeiler foi um menino que teve sua adolescência atrapalhada por um câncer. Porém os obstáculos impostos pela vida não serviram para abalar sua...

Restaurante colombiano organiza comedouro para alimentar cães abandonados

Uma ideia simples, mas que faz toda diferença na vida desses animais. Na Colômbia, o restaurante Carambola organizou um comedouro para alimentar cães de...

Instagram

Meninas moradoras do Morro do Alemão vão estudar na Escola de Balé do Theatro Municipal 3