Menino autista tem crise em parque e funcionária reage da melhor forma possível

Um garotinho autista de 9 anos sofreu uma crise súbita durante uma visita ao parque de diversões da Universal, em Orlando, nos EUA. Por sorte, próxima dali, uma funcionária do parque correu para socorrê-lo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A mãe do pequeno Ralph, Leonore Kooppelman, agradecida pela atitude de Jennifer Whelchel, publicou um texto em suas redes sociais agradecendo a proatividade e sensibilidade da funcionária. O post acabou viralizando na web.

Ralph e seus pais estavam de férias e decidiram visitar o parque da Universal, famoso por suas atrações e brinquedos. O garoto estava ansioso para ir brincar no espaço do Homem-Aranha.“Deixamos o brinquedo por último porque ele ficava perto da saída do parque. Ralph passou o dia ansioso para ir no brinquedo, mas conseguiu controlar a ansiedade e expectativa da melhor forma possível”, contou Leonore.

[Aos 23 anos, o Julio, que tem autismo severo, precisa ser amarrado em momentos de crise. Também por falta de tratamento ele parou de falar há muitos anos e precisa de um acompanhamento em clínicas e psicoterapeutas. Queremos custear um tratamento pra ele e comprar moveis para a família em Fortaleza (CE) viver um pouco melhor. Contribua aqui.]

Menino autista tem crise em parque e reação de funcionária emociona

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eles então entraram na fila para o brinquedo. Após uma longa hora de espera, exatamente na vez de Ralph brincar, o brinquedo quebrou. “Eu e meu marido conhecemos os sinais de uma crise. E sabíamos que ele iria ter uma crise e de fato ele teve. Ralph se jogou no chão e começou a chorar e a gritar muito”, contou Leonore.

Leia também: Funcionário de cinema na Bahia se aproxima de garotinho autista e o conquista com gesto emocionante

Nesse momento, Jennifer se aproximou e deitou-se ao lado de Ralph. “Ela ficou lá com ele e o ajudou a se acalmar e a respirar. Ela também disse para Ralph que não havia problemas em se sentir triste e que ele poderia ficar deitado o tempo que precisasse. Quando ele se acalmou e conseguiu levantar, a Jennifer ainda o levou para uma das lojinhas do parque e disse que ele poderia escolher qualquer coisa no valor de até 50 dólares. Ele disse que estava bem e pegou apenas uma caneta”, afirmou sua mãe.

Menino autista tem crise em parque e reação de funcionária emociona

Após o ocorrido, Leonore agradeceu Jennifer pela ajuda e proatividade. Ela explicou que todos os funcionários do parque são devidamente treinados para lidar com crianças autistas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em uma entrevista posterior ao jornal Washington Post, após a história viralizar, Jennifer também contou que o pequeno Ralph a lembrou de seu sobrinho que também é autista e ao ver o que estava acontecendo fez questão de ajudá-lo!

Leia também: Jovem cego e autista impressiona no ‘America’s Got Talent’ e faz jurados chorarem

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Bebê Mamãe/Fotos: Reprodução/Facebook Lenore Koppelman

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,425,269SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Motorista de ônibus carrega idosa deficiente no colo e comove

Mara tem um anjo na sua vida: o motorista Alcides.

Motorista de aplicativo adota cadela que seria sacrificada. “Deus me deu essa oportunidade!”

Como faz todos os dias, o motorista de aplicativo, Emerson Lima, do Rio de Janeiro (RJ), atendeu uma solicitação de corrida. Ele só não...

Ator homenageia idosa que ele ‘adotou’ após sua morte por leucemia

Três anos atrás, o ator norte-americano Chris Salvatore, 34 anos, adotou uma senhora de 89 anos, Norma, que tinha leucemia e vivia sozinha. A idosa...

Artista que vivia nas ruas monta ateliê improvisado em abrigo

Jeferson, que mora no abrigo municipal há seis meses, tem o sonho de expor sua arte e conseguir se bancar com a venda dos quadros.

Professor promove inclusão de aluno cadeirante

A mãe caiu em lágrimas ao presenciar “essa linda cena de inclusão”.

Instagram