Menino de 5 anos “casa” com sua cachorra e nos mostra a doçura das crianças

Em Charlotte, Carolina do Norte – Estados Unidos, um menino de 5 anos pediu sua cachorrinha mais velha em casamento, encantando seus pais e redefinindo a noção que nós tínhamos em relação ao amor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casamento menino e cachorra
Foto: Facebook

Quem compartilhou a história das redes sociais foi Robin Lipe, a mãe de Jack.

Segundo ela, o garotinho é o filho do meio do casal, que ainda tem mais um pastor alemão: Jack, ele é nosso filho do meio e sempre dissemos desde que nasceu que ele tem a alma mais doce. Pequenas coisas como essa apenas provam isso”, diz encantada.

No início ela pensou que esta seria apenas mais uma ideia infantil e que seu filho logo se esqueceria. Mas não foi bem isto que aconteceu!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela contou que Jack mencionou que ele amava a cachorra, Skyler, e que o amor era tão grande que ele queria se casar. E ele também não queria esperar para crescer, afinal, o amor tem pressa! 😂

família completa
Foto: Facebook

Quando questionado sobre o motivo da pressa, Jack revelou que era porque se ele esperasse ela crescer, Skyler provavelmente não estaria mais por perto!

A cachorra foi adotada de um abrigo local há mais de 10 anos, logo que Robin, juntamente com seu marido Scott, começaram a namorar.

A golden retriever é a mascotinha da família e é como se fosse a irmã mais velha de Jack, que viu no casamento uma maneira de celebrar o amor que sente por ela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela é tão fofa e eu amo ficar com ela. Se você colocar seu rosto perto dela, ela lambe você. Eu a amo até o infinito!”, diz o garoto apaixonado.

família completa brincando
Foto: Facebook

O casamento

A família aguardou o final de semana perfeito para preparar o casamento de Jack e Skyler. Assim, em um dia ensolarado em meio à pandemia, todos se arrumaram para a festança.

Coloquei um vestido pela primeira vez em dois meses e meio e tirei seu pequeno blazer do armário para ele vestir”, explica a mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A roupa de cerimônia oficial do garoto estava completa: blazer, short e botas de chuva. E o melhor de tudo: o casamento teve direito a buquê de flores e tudo! Robin preperou um pequeno buquê de flores do jardim de sua casa e Skyler, a noiva, recebeu um pedaço de pau no lugar de um buquê de noiva tradicional.

Enquanto Jack e Skyler caminhavam pelo corredor no quintal, Robin preparou o smarphone e colocou a música oficial de marcha de casamento em seu telefone.

Com a família inteira presente, a irmã Birdie de 20 meses e o irmão Hunter de sete anos, também se divertiram na tarde inesquecivel.

Objeções ao casamento

O irmão mais velho de Jack – Hunter, estava um tanto enfezado e disse que ele não poderia casar com sua irmã. No entanto, ele logo se acalmou e entrou para a brincadeira.

Segundo Robin, esta foi uma maneira de entreter as crianças, que estão impossibilitadas de ver seus amigos na quarentena.

Brincadeiras à parte, sabemos que humanos não se casam com animais e que irmãos não podem se casar com suas irmãs, mas esta maneira não convencional de celebrar o amor é a prova viva da inocência e da pureza das crianças! 🥰

Fonte: People

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,275,963SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menina que venceu o câncer faz canal no Youtube e sonha em ter sucesso

A Lorena tem só 12 anos, mas já é uma guerreira. Ela venceu a batalha contra um câncer e há um tempo queria criar um canal no YouTube para mostrar como jogos de videogames podem ser jogados.

Estilista quebra paradigmas e ensina crochê em penitenciária

Gustavo Silvestre é estilista e há 2 anos c0meçou a fazer trabalho voluntário, na penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos (SP). Lá, ele ensina...

Gari faz campanha de Natal para distribuir 2 mil brinquedos para crianças carentes no RS

Gente, o Betinho é mesmo demais, não é? Ele sempre está pensando em uma forma de ajudar o próximo e fazer o bem. Dessa...

Clientes fazem doações e salvam sorveteria atendida por pessoas com síndrome de Down

A gente vem conhecendo histórias de comércios que passam por dificuldades nesta pandemia. O ano de 2020 não está sendo fácil, mas com a...

Professora vibra com aluno autista participando pela primeira vez da aula de educação física

“Eu sei que ele tem potencial. Só que ele precisa ser estimulado”, afirma a professora de apoio do Thomas.

Instagram

Menino de 5 anos "casa" com sua cachorra e nos mostra a doçura das crianças 3