“Sou de rua, mas tô limpinho”: menino dá banho e ajuda vira-latas a serem adotados no RS

Thiago do Val Sidegum tem apenas 11 anos, mas já é super engajado em causas sociais, especialmente aquelas ligadas aos animais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Há quase um ano, o menino de Antônio Prado (RS), criou a campanha “Sou de rua, mas tô limpinho”, iniciativa que visa higienizar cães de rua na intenção de que eles sejam adotados.

Graças ao seu trabalho voluntário, Thiago se tornou conhecido na cidade, sendo requisitado até para parcerias com comerciantes locais.

"Sou de rua, mas tô limpinho": menino dá banho e ajuda vira-latas a serem adotados no RS

Virou uma rotina: todo sábado, o menino sai pelas ruas do seu bairro em busca de cachorros em situação de rua. Ao encontrar um, ele dá banho, perfuma e arruma os doguinhos para que eles fiquem os mais “fofos” quanto possível.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De janeiro do ano passado pra cá, mais de 50 cães receberam esse cuidado, de acordo com seus pais. Ao menos 40 foram adotados.

Em entrevista ao portal Ecoa, Thiago, que está no 5º ano do ensino fundamental, contou que ama a companhia dos animais desde pequeno.

"Sou de rua, mas tô limpinho": menino dá banho e ajuda vira-latas a serem adotados no RS

Em casa, ele tem 2 cadelas e um gato. A cachorrinha Shiva, por exemplo, foi adotada em uma feira de filhotes graças à determinação do menino.

“E depois de muito pedir, meu pai me deixou ficar com ela. Na casa da minha mãe tenho outra cachorra, a Preta, que já está com a gente tem seis anos. No final do ano passado, decidi que precisava de algum jeito fazer algo pelos animais. Conversando com meu pai contei da minha ideia de dar banho nos doguinhos de rua para eles ficarem limpos e cheirosos. A intenção é que as pessoas olhem eles diferentes na rua, e que sintam vontade de adotá-los”, disse Thiago à Ecoa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Querendo fazer mais, o menino fez uma parceria com a “Arca de Noé”, entidade sem fins lucrativos que atende cães recém-resgatados.

Nos últimos meses, Thiago também tem feito ensaios fotográficos para aumentar a visibilidade dos animais escolhidos. “São para aumentar as chances de adoção porque as pessoas se interessam mais se os peludos aparecerem em fotos mais bonitas. A ONG já constatou isso, daí meu pai faz e edita as fotos que vão para o meu Instagram”, disse.

"Sou de rua, mas tô limpinho": menino dá banho e ajuda vira-latas a serem adotados no RS

Para o gaúcho, adotar um cachorro é “a melhor coisa do mundo”. Por isso, ele estimula as pessoas a se darem a oportunidade de acolher alguém em necessidade – tanto material, quanto afetiva. “Adotem sabendo que não é uma coisa, ou um brinquedo. É um ser que vai viver muito e que só quer dar amor para a gente“.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Que não tenham preconceito com os cães adultos. Ele já faz tudo no lugar certo não precisa ensinar. Se não puder adotar, porque não tem espaço, ou o lugar não permite, apadrinhe um peludo. Isso mesmo, ajude uma ONG com ração ou dinheiro, ou bota um potinho de ração e água na tua calçada”, acrescentou.

Assista como foi, na íntegra, o I Prêmio Razões Para Acreditar!

Fonte: ECOA
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,234,546SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após pedido comovente em rodovia, menino ganha festa de aniversário de desconhecidos [VÍDEO]

O menino Gabriel Zacarias nunca teve uma festa de aniversário. Este ano, ele teve a ideia de pedir ajuda para quem passava pela PR-497,...

Amigos fazem aniversário surpresa para menino com leucemia que passa fome em GO

Amigos e familiares se uniram para fazer uma festinha surpresa para um menino de 8 anos que luta contra a leucemia há cerca de...

Após 60 anos, fotos confiscadas de casal gay são finalmente reveladas

Em 1957, um jovem rapaz foi a uma loja de fotografia próxima ao bairro onde vivia, na cidade da Filadélfia (EUA), para revelar suas...

Instituto Chefs Especiais comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down de um jeito diferente

O Instituto Chefs Especiais realizará suas oficinas hoje de um jeito bem diferente para comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down (21 de...

Mulher constrói casas com garrafas PET para famílias carentes em apenas 20 dias na Bolívia

A advogada boliviana Ingrid Diez criou um projeto onde promove sustentabilidade e, ao mesmo tempo, ajuda pessoas que não têm um lar. O "Casas de...

Instagram