Menino de dez anos cria empresa de reciclagem e doa lucro para crianças sem-teto

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além de ir à escola, o que você fazia durante seu tempo livre quando tinha dez anos? Enquanto a maioria das crianças desta idade ainda está se familiarizando com o mundo, o menino norte-americano Vanis Buckholz assumiu o compromisso de torná-lo um lugar melhor para se viver. Acredite: ele é presidente de uma empresa de reciclagem em sua cidade natal, Corona del Mar, na Califórnia, e o negócio está indo muito bem.

Há três anos, Vanis criou a My ReCycler e se tornou um dos mais jovens eco-empreendedores do mundo, com apenas sete anos de idade! A ideia surgiu na escola, quando aprendeu sobre a importância de reciclar. Foi assim que ele percebeu o tanto de coisas que poderiam ser reutilizadas que iam parar no lixo todos os dias. Mas é claro que, para fazer a empresa dar certo, ele contou com muito apoio!

“Meus pais disseram que iriam me ajudar e que nós deveríamos começar primeiro em casa. Eu fiquei muito surpreso com a quantidade de coisas que nós jogávamos fora. Depois de um tempo, comecei a guardar recicláveis de parentes e vizinhos”, conta o menino no site da iniciativa. Não demorou muito e ele começou a fazer essa coleta para todos os amigos também.

Nessa época, Vanis circulava pela cidade de patinete, recolhendo lixo na praia, nas ruas e nos parques, para separá-los em casa. “Meus pais me ensinaram a nunca poluir, então recolher lixo era algo que sempre fizemos. Mas agora faz parte do negócio”, diz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A quantidade de material reciclável aumentou rapidamente e Vanis trocou o patinete por uma bicicleta com um pequeno reboque acoplado. Ele conquistou tantos clientes que, hoje, já percorre a cidade na caçamba de uma pick-up!

Como se já não fosse surpreendente o bastante para um menino ambicioso, quando a empresa cresceu, decidiu doar 25% dos lucros para o Project Hope Alliance*, que apoia crianças e famílias sem-teto do Condado de Orange. Inspirador, não?

“É muito fácil não fazer nada. Mas é muito bom fazer alguma coisa! Sempre digo a meus clientes que ‘qualquer coisa ajuda’. Mesmo uma simples garrafa”, conclui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Blog da Super Interessante | Dica da Camila Sanchez

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,751,664SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menina vira Sherlock Holmes em ensaio cheio de magia e mistério

Meninas podem ser quem elas quiserem!

[VÍDEO] Ex-alunos arrecadam R$ 300 mil para quitar casa de cozinheira que trabalhou em república

A cozinheira Jessie Hamilton trabalhou mais de 14 anos na casa de fraternidade da Louisiana State University (EUA). Na época, ela era como uma...

Pastor alemão resgatado por bombeiros agradece da forma mais fofa

Bombeiros de McKinneey, no Texas, EUA, receberam em uma madrugada um chamado de socorro para um alagamento embaixo de uma ponte que invadiu alguns carros...

Dia Mundial das Doenças Raras incentiva conhecimento sobre o tema que afeta mais de 13 milhões de brasileiros

Para mostrar a importância de falar sobre doenças tão raras e tão pouco conhecidas, criou-se o Dia Mundial das Doenças Raras.

Dono de livraria é internado em hospital e concorrentes ajudam a manter o negócio aberto

Quando o comerciante Seth Marko precisou ser internado, uma grande rede de solidariedade formada por seus próprios concorrentes decidiram cuidar de sua livraria, que...

Instagram