Vaquinha para ajudar menino que foi enjaulado pelo próprio pai arrecada mais de R$ 70 mil

Pessoal, vocês são demais! A empatia de vocês vai transformar a vida do Yan e seus familiares ❤️

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O menino foi encontrado enjaulado e com marcas de espancamento pelo próprio pai em Brasília (DF). Criamos então uma vaquinha para ajudar a família do pequeno com seus custos de vida por seis meses.

vaquinha voaa menino enjaulado pai bate meta

Em menos de 24h conseguimos arrecadar R$ 70.443,00 através de 1608 transformadores para auxiliar o Yan a recomeçar a vida em seu novo lar. Incrível!

Nesta sexta-feira (16), já eram R$ 77.018,79 (a partir de 1734 doações) – e contando! 😳

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nós estamos agradecidos demais pela solidariedade de todos vocês 👊 Seguimos acreditando que histórias tristes podem ter finais felizes. 💜💜💜 Voaa Yan!!!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Repercussão

Na página da VOAA no Instagram, centenas de pessoas exaltaram o trabalho de formiguinha – a união que fez a força! – para atingirmos a meta.

De pouquinho em pouquinho, uma enorme soma de dinheiro foi levantada e irá transformar a vida do Yan e de toda a sua família.

Confira alguns comentários abaixo:

#1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

#2

#3

#4

#5

#6

#7

#8

Você pode acessar a vaquinha do Yan e fazer uma contribuição clicando aqui.

Relembre a história

Yan dos Reis é um garotinho super doce de apenas 6 anos que foi encontrado enjaulado, seminu e com marcas de espancamento pelo próprio pai em Brasília (DF).

Para que Yan e seus irmãos pudessem recomeçar ao lado de sua nova família, criamos uma vaquinha para ajudá-los com seus custos de vida por seis meses.

Hoje, ele e seus irmãos de 9 e 11 anos estão sob a guarda dos tios maternos, que possuem mais três filhos, de 8, 10 e 18 anos. A família enfrentava dificuldades financeiras, inclusive para alimentação e aluguel.

Os recursos da vaquinha serão, portanto, destinados à alimentação, aluguel (que está atrasado) e roupas dos meninos por pelo menos um semestre.

A responsável pela casa, dona Maria José, 34 anos, tia de Yan, era faxineira até ficar desempregada. Isso porque ela precisa ficar em casa para cuidar das 4 crianças pequenas, especialmente o Yan, que estava traumatizado com o episódio de violência sofrido.

De acordo com Maria, o sobrinho passou meses bastante assustado e chorava constantemente.

A mãe do Yan não procurou o filho e nem os tios. O pai está preso. Entre tantas atribulações, demos uma força para que o menino e sua segunda família pudessem recomeçar.

 

Fotos: VOAA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,763,858SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Blogueira compartilha receitas de comidinhas deliciosas e saudáveis para pacientes com Fenilcetonúria

Você já ouviu falar sobre Fenilcetonúria? Se não, a gente explica. É uma síndrome caracterizada pelo excesso do aminoácido fenilalanina (Phe) no sangue. A...

“Uma Tonelada de Ração e Amor”: campanha arrecada ração para cães necessitados

“Uma Tonelada de Ração e Amor” é o nome da campanha que pretende arrecadar ração e repassar para ONGs, protetores, associações, projetos e moradores...

Cadela resgatada ganha ensaios de maternidade e newborn de derreter corações

A Lily Mae é uma cachorrinha que foi resgatada grávida, pela Caitie, em Houston, Texas (EUA) e ganhou um presentão da sua nova humana...

Como o voluntariado pode mudar a vida das pessoas

Quando se buscam as razões que levam pessoas a se tornarem voluntárias e a entregar parte de seu tempo livre (ou todo ele, em...

Jovem que desistiu de carreira no futebol por causa de doença carrega tocha da Paralimpíada

A infância de Marcus Oliveira, 23 anos, não foi fácil. Logo cedo, ele teve que lidar com a descoberta de uma doença incurável: a...

Instagram