Menino de 10 anos fala sobre ganância em seu primeiro vídeo no YouTube

O menino Caio Vieira tem apenas 10 anos, mas fala com uma articulação e maturidade que impressionam. Ele criou um canal no YouTube para falar do que gosta e sobre suas impressões da vida, como a ganância das pessoas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No primeiro vídeo do canal do “Lobinho Encapuzado” (fofo!), Caio, que nasceu em Teresina e hoje mora em Porto Alegre, fala sobre o porquê das pessoas quererem ter mais coisas do que já têm.

Leia também: Senhora desapega de objetos e investe em projetos sociais

Desde muito pequeno Caio é criado em um ambiente que instiga sua curiosidade e por isso ele esbanja esperteza. Vendo seu primeiro vídeo, dá a impressão de que ele pode sentar com qualquer pessoa mais velha para falar sobre qualquer assunto – se não sabe sobre o assunto, certamente vai fazer mil perguntas e horizontalizar a conversa.

“O Caio começou a ler com pouco mais de 1 ano, o que era bastante estranho para todo mundo. Com o pai jornalista e a mãe formada em letras e amante de literatura, ele sempre foi apegado à leitura, desde gibis, peças publicitárias e livros de curiosidades sobre o universo, ciências, dinossauros etc”, conta o pai de Caio, Diego Iglesias, em conversa com o Razões para Acreditar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

menino fala sobre ganância vídeo youtube

“Ele falava em ter um canal há algum tempo, mas eu achava que poderia esperar um pouco, pra ele aprender a falar diante das câmeras, saber organizar melhor as ideias, planejar um roteiro. E nessa semana quando eu vi, o vídeo já estava pronto, todo produzido por ele”, acrescenta a mãe do menino, Marina Vieira.

Com o vídeo intitulado “Eu, uma criança de 10 anos, falando sobre por que as pessoas querem sempre ter coisas” pronto para ganhar a internet, era hora de Caio lançar seu canal no YouTube. “Ele estava tão empolgado em publicar uma ideia, uma opinião, que aceitei e ajudei a criar o canal no YouTube”, afirma Marina.

Para Caio, as pessoas querem ter mais, e mais, coisas porque no coração delas sempre vai ter um pouquinho de ganância. Essa vontade exagerada, intensa, descontrolada de possuir tudo o quanto é coisa. Nas palavras de Caio, não dá muito para fugir desse sentimento.

“Você pode ter ‘1 quadrilhão’ de castelos da Disney e você pode ainda querer mais uma coisinha, tipo, um chocolate quente no meio daquela ‘friaca’ danada. Ou então simplesmente tocar aquele videogamezinho do seu amigo que nunca te emprestou. Qualquer coisa”, fala Caio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Caio diz que é uma dessas pessoas e que também gostaria de ter “muitas outras coisas”. Ele mostra no vídeo seus videogames e diz que se pudesse teria muito mais videogames, por ganância. A palavra soa forte – afinal, é uma palavra forte –, principalmente vindo de uma criança.

O garoto termina assim sua conversa sobre a vontade voraz das pessoas de saírem consumindo tudo o que veem nas vitrines das lojas e posts patrocinados na internet, mas já é suficiente para refletirmos e frearmos um pouco essa vontade, para o nosso bem e também para o bem do planeta – consumir coisas novas implicar produzir mais lixo.

Assista ao vídeo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

banner

O “Lobinho Encapuzado” levantou a bola: emprestar ou trocar coisas que queremos e que outras pessoas querem remedia a ganância de “ter”. Que tenhamos mais tempo para “ser”!

crédito das imagens: Reprodução/YouTube Caio Vieira (capa) | Diego Iglesias/Arquivo pessoal (texto)

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mãe faz relato comovente sobre atitude inesperada de filho que dormiu chorando no seu aniversário

"Nessa sexta-feira foi o aniversário do Joaquim. Fiz uma festinha, comprei presente, fiquei empolgada. Por causa dele! Joaquim é autista. Ele se foca de forma tão...

Marca infantil reutiliza camisas descartadas pela indústria e as transforma em novas peças

Diariamente pessoas estão buscando ideias inovadoras e nunca vistas antes para lançar seus negócios. Mas, e se fizermos um exercício de ver as coisas...

Quanto mais você usar essa ferramenta de busca, mais árvores serão plantadas

Quantas vezes por dia você realiza buscas na internet? Já imaginou se suas buscas pudessem ser revertidas em árvores? O Ecosia é uma ferramenta de...

Engenheiro do Alemão cria impressora 3D com sucatas de ferro-velho

"A ideia é ter uma tecnologia 100% favela, mostrar que somos mais do que estatística de violência, somos o futuro", diz Lucas.

Professor cria podcast que ensina matemática de forma simples aos deficientes visuais

Ser professor é mais do que transmitir conhecimento, é também estimular pessoas com dificuldade de aprendizagem a vencer seus próprios limites e esta história...

Instagram