Menino de 8 anos abre floricultura em casa para ajudar a mãe, que perdeu o emprego na pandemia

Berenice Pacheco deve estar muito orgulhosa do filho Aaron, de 8 anos. Quando soube que ela estava desempregada, por causa da crise causada pela pandemia, o menino resolveu vender plantas em casa para ajudar no sustento deles.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E o que era um simples investimento, se transformou em um ótimo negócio de família!

berenice e aaron
Reprodução: My Positive Outlook

Aaron e Berenice vivem em Boyle Heights, em Los Angeles (EUA) e moram em um galpão, na casa de um parente. Ela conta que o filho quer muito mudar para uma casa, para então trazer a irmã, que está no México.

Aaron sonha em reunir a família novamente

O garotinho tem uma irmã, Ayleen, que acabou ficando com a avó, no México, porque a mãe não tinha como manter as duas crianças nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Berenice conta que também deseja muito trazer a filha e cada vez que um avião sobrevoa a casa dela e Aaron, ele aponta para o céu e repete:

Eu quero que Ayleen volte.

aaron mostrando vasos de planta
Reprodução: My Positive Outlook

Plantas sempre foram a paixão de Aaron

E parece que Aaron não escolheu vender plantas à toa. Ele sempre amou jardinagem. Berenice conta que as plantas favoritas do menino são a ‘árvore do dinheiro’ e a babosa.

Seu favorito é o aloe vera. E ele recebe muitas picadas de mosquito. Então, aprendemos que o aloe vera tem algum tipo de remédio que cura. Então foi incrível aprender isso”, disse Berenice.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aaron cuidando das plantas
Reprodução: My Positive Outlook

E foram as plantas preferidas de Aaron que trouxeram sorte para ele e Berenice. Ela tinha apenas 12 dólares na conta e comprou tudo em mudas para vender.

Após os primeiros ganhos, eles passaram a viajar de ônibus até o centro de Los Angeles para adquirir novas plantas, pois o valor era melhor para compras em lotes.

Ela me disse se eu queria fazer algo como gastar dinheiro de forma inteligente e então disse ‘Eu gostaria de fazer um negócio’. Bem, estava indo bem pequeno, mas eu não queria que crescesse assim”, explica Aaron, sobre o sucesso da sua floricultura.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

aaron mostra plantas
Reprodução: My Positive Outlook

Aaron’s Garden ganha vaquinha e faz sucesso

Quando alguns vizinhos souberam da iniciativa do menino, começaram a compartilhar a notícia, fazendo com que a floricultura de Aaron ganhasse muita visibilidade.

Começamos a vender na semana passada. Ficamos sem plantas e esperamos que se esgotem novamente e que as pessoas continuem a nos apoiar”, disse Berenice.

Uma amiga de Berenice, Esli Ramos, se comoveu tanto, que resolveu criar uma vaquinha virtual para o menino e a mãe. A meta que era de US $ 1.000, já arrecadou mais de US $ 27 mil!

A gente fica daqui torcendo muito para o sucesso dessa floricultura, que com certeza é cheia de amor!

VEJA TAMBÉM!

Quem nunca cantou essas músicas deste jeito tá fazendo errado 😂😂 Comenta aqui uma música que não está no vídeo e que você sempre cantou de outro jeito 😂


FONTE: My Positive Outlook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Menino de 8 anos abre floricultura em casa para ajudar a mãe, que perdeu o emprego na pandemia 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,081,440SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Como a Patagonia ganha mais dinheiro, tentando ganhar menos

É feriado e os varejistas estão se preparando com toda técnica possível para maximizar a receita para as próximas semanas. Alguns varejistas ganharam mais...

Anos após médico dizer que ele não conseguiria ler nem escrever, jovem com déficit cognitivo conquista primeiro emprego

Na infância, Pedro Cruz sofreu isquemia cerebral e passou por várias convulsões. Após ouvir de um médico que não conseguiria ler nem escrever, Pedro conquistou seu primeiro emprego.

Com 91 anos, ela é a pessoa mais velha a concluir um doutorado na França

"Demorou um pouco para escrever porque fiz pausas", contou Bourlier em entrevista à Agência France-Presse.

USP desenvolve robô neurocirurgião que torna procedimentos no cérebro de crianças mais precisos

Viva a ciência brasileira! Pesquisadores da Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo de São Carlos (USP), em parceria com a Faculdade de...

Primeiro-ministro da Espanha envia carta emocionante a menino agredido com ofensas homofóbicas

“Quero te dizer que o ódio não tem futuro no nosso país. Mas você, sim, você tem todo o futuro adiante”, diz primeiro-ministro da...

Instagram

Menino de 8 anos abre floricultura em casa para ajudar a mãe, que perdeu o emprego na pandemia 3