Após ser humilhado por vender bombons, criança de 11 anos recebe carinho de internautas

Um comentário maldoso e que poderia magoar profundamente uma criança de 11 anos de idade serviu, na verdade, para provocar toda uma corrente do bem e fortalecer ainda mais uma humilde família de Teresina (PI).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Luizinho vende bombons pelo bairro para ajudar os pais nas despesas como o aluguel de casa e a construção da casinha deles. No início do ano, ele foi humilhado por uma mulher no momento em que oferecia os bombons.

Para ajudá-lo na obra da casa, criamos uma vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por voaa – a vaquinha do razões (@voaa_vaquinhadorazoes) em

“Uma mãe com suas filhas o constrangeram por conta do seu trabalho, e sorriam de forma debochada e jogaram piadinha”, relatou o pai, Netanias Moreira.

“Eu cheguei na mesa para oferecer bombons e escutei a mulher falando para as duas filhas que era para elas estudarem para não ficar igual a mim vendendo bombons na rua. Eu fiquei muito magoado e chorei”, lembra Luizinho.

É de cortar o coração, né?! 😥

Menino que foi humilhado vendendo bombons exibe produtos
Luís foi humilhado por uma mulher que disse para as duas filhas estudarem para não não ter que vender bombons igual a ele. Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A família contou que o garoto ficou muito triste e envergonhado, mas os pais o ajudaram a superar a humilhação sofrida.

Luizinho também recebeu mensagens de carinho de várias pessoas no desabafo que a família compartilhou no Instagram.

“A gente começou a acreditar que ainda existem pessoas de bom coração nesse mundo”, relata o pai.

Após episódio de humilhação, garoto sonha ser defensor público

Luizinho deu a melhor resposta para o episódio. Ele sonha em ser Defensor Público e disse que um dia a mulher que o humilhou pode precisar dele. “Um dia vão cruzar em meu caminho e talvez eu seja um Defensor Público”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Menino que foi humilhado vendendo bombons conhecendo trabalho da Defensoria Pública
Luizinho foi convidado para conhecer o trabalho da Defensoria Pública do Piauí. Foto: Arquivo pessoal

E a situação chamou tanto a atenção que o garoto foi convidado para conhecer a Defensoria Pública do Estado do Piauí e a Defensoria Pública da União no Estado. Luizinho recebeu homenagens e conheceu um pouco o trabalho de um Defensor Público, ou melhor, o que ele fará no futuro, certamente! 🌟

Menino que foi humilhado vendendo bombons conhecendo trabalho da Defensoria Pública
Luizinho conheceu a Defensoria Pública da União e recebeu homenagem. Foto: Arquivo pessoal

“Desejo muito que meu filho continue sendo exatamente como ele é. Se for um defensor público, que seja um cidadão, sendo cidadão, pode ser o que ele quiser. Eu vivo o futuro dele, os sonhos dele”, afirma Netanias.

Família vive realidade difícil

A família de Luizinho vive uma realidade difícil, mas não falta esperança. A mãe, Rafaela, dá um duro danado durante o dia como empregada doméstica e estuda Psicologia à noite.

O pai está desempregado e é estudante de Direito. Eles produzem bombons e vendem pelo bairro para pagar despesas como o aluguel de casa.

Para ajudá-lo na obra da casa, criamos uma vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

Menino que foi humilhado vendendo bombons e seus pais
Família vende bombons para pagar despesas como o aluguel de casa. Foto: Arquivo pessoal

“Mesmo com a rotina dura, a gente sempre fala palavras bonitas uns pros outros e ganhamos força para enfrentar mais um dia de luta, de trabalho, de estudo porque a gente acredita que somente na educação vamos encontrar a transformação das nossas vidas”.

Família teve casa furtada recentemente

Em fevereiro desse ano, ladrões invadiram a casa do Luizinho. Levaram tudo, até o seu videogame.

Segundo o pai do menino, Netanias Moreira, além do game do filho, levaram o celular dele, como também roupas e todo o dinheiro que a família ganhou com vendas de bombons.

Desde o acontecimento, a família tem corrido contra o tempo para deixar logo o bairro. “Não queremos mais ficar aqui”, disse o pai.

O trauma que ficou no menino foi muito grande. 😥

Luizinho está ajudando na construção da sua casa

Os pais contam que o filho é extremamente amoroso, alegre e dedicado. “Sou um pai muito feliz de tê-lo como filho, ele veio pra somar, ele sabe que tem esse brilho e ele usa isso para deixar as pessoas mais felizes”, conclui Netanias.

A família tem contado com a força do filho para construir a casa!

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por voaa – a vaquinha do razões (@voaa_vaquinhadorazoes) em

Com certeza ninguém vai apagar o brilho do Luís, que nasceu para ser Luz!

Vamos ajudar o Luizinho a dar a volta por cima e construir a sua casa. Clique aqui e contribua.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,777,376SeguidoresSeguir
23,544SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Funcionário de mercearia é ajudado por jovem autista que ficou encantado pelo seu trabalho

O funcionário de uma mercearia aceitou a ajuda de um adolescente autista para reabastecer as prateleiras de suco de laranja.

Ex-prisioneiro volta todos os dias à cadeia para dar aula de programação para detentos

Com o objetivo de reduzir a reincidência criminal através da qualificação para o mercado de trabalho, a ONG The Last Mile ensina programação em...

A linda história da avó que foi barriga de aluguel da própria filha que não podia ter filhos

A maternidade é sonho de muitas mulheres, porém, infelizmente, muitas não conseguem realizar este sonho naturalmente. Mas é aí que o amor de mãe...

Startup de alimentos orgânicos dissemina boa alimentação e gera emprego em periferias

Alimentos saudáveis a um preço justo e geração de emprego na periferia.

Estas crianças podiam escolher qualquer artista para jantar. Adivinha quem elas escolheram?

Se te perguntassem com quem você gostaria de jantar hoje à noite, qual seria a sua resposta?

Instagram

Após ser humilhado por vender bombons, criança de 11 anos recebe carinho de internautas 1