Após ser humilhado por vender bombons, criança de 11 anos recebe carinho de internautas

Um comentário maldoso e que poderia magoar profundamente uma criança de 11 anos de idade serviu, na verdade, para provocar toda uma corrente do bem e fortalecer ainda mais uma humilde família de Teresina (PI).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Luizinho vende bombons pelo bairro para ajudar os pais nas despesas como o aluguel de casa e a construção da casinha deles. No início do ano, ele foi humilhado por uma mulher no momento em que oferecia os bombons.

Para ajudá-lo na obra da casa, criamos uma vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por voaa – a vaquinha do razões (@voaa_vaquinhadorazoes) em

“Uma mãe com suas filhas o constrangeram por conta do seu trabalho, e sorriam de forma debochada e jogaram piadinha”, relatou o pai, Netanias Moreira.

“Eu cheguei na mesa para oferecer bombons e escutei a mulher falando para as duas filhas que era para elas estudarem para não ficar igual a mim vendendo bombons na rua. Eu fiquei muito magoado e chorei”, lembra Luizinho.

É de cortar o coração, né?! 😥

Menino que foi humilhado vendendo bombons exibe produtos
Luís foi humilhado por uma mulher que disse para as duas filhas estudarem para não não ter que vender bombons igual a ele. Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A família contou que o garoto ficou muito triste e envergonhado, mas os pais o ajudaram a superar a humilhação sofrida.

Luizinho também recebeu mensagens de carinho de várias pessoas no desabafo que a família compartilhou no Instagram.

“A gente começou a acreditar que ainda existem pessoas de bom coração nesse mundo”, relata o pai.

Após episódio de humilhação, garoto sonha ser defensor público

Luizinho deu a melhor resposta para o episódio. Ele sonha em ser Defensor Público e disse que um dia a mulher que o humilhou pode precisar dele. “Um dia vão cruzar em meu caminho e talvez eu seja um Defensor Público”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Menino que foi humilhado vendendo bombons conhecendo trabalho da Defensoria Pública
Luizinho foi convidado para conhecer o trabalho da Defensoria Pública do Piauí. Foto: Arquivo pessoal

E a situação chamou tanto a atenção que o garoto foi convidado para conhecer a Defensoria Pública do Estado do Piauí e a Defensoria Pública da União no Estado. Luizinho recebeu homenagens e conheceu um pouco o trabalho de um Defensor Público, ou melhor, o que ele fará no futuro, certamente! 🌟

Menino que foi humilhado vendendo bombons conhecendo trabalho da Defensoria Pública
Luizinho conheceu a Defensoria Pública da União e recebeu homenagem. Foto: Arquivo pessoal

“Desejo muito que meu filho continue sendo exatamente como ele é. Se for um defensor público, que seja um cidadão, sendo cidadão, pode ser o que ele quiser. Eu vivo o futuro dele, os sonhos dele”, afirma Netanias.

Família vive realidade difícil

A família de Luizinho vive uma realidade difícil, mas não falta esperança. A mãe, Rafaela, dá um duro danado durante o dia como empregada doméstica e estuda Psicologia à noite.

O pai está desempregado e é estudante de Direito. Eles produzem bombons e vendem pelo bairro para pagar despesas como o aluguel de casa.

Para ajudá-lo na obra da casa, criamos uma vaquinha na VOAA. Clique aqui e contribua.

Menino que foi humilhado vendendo bombons e seus pais
Família vende bombons para pagar despesas como o aluguel de casa. Foto: Arquivo pessoal

“Mesmo com a rotina dura, a gente sempre fala palavras bonitas uns pros outros e ganhamos força para enfrentar mais um dia de luta, de trabalho, de estudo porque a gente acredita que somente na educação vamos encontrar a transformação das nossas vidas”.

Família teve casa furtada recentemente

Em fevereiro desse ano, ladrões invadiram a casa do Luizinho. Levaram tudo, até o seu videogame.

Segundo o pai do menino, Netanias Moreira, além do game do filho, levaram o celular dele, como também roupas e todo o dinheiro que a família ganhou com vendas de bombons.

Desde o acontecimento, a família tem corrido contra o tempo para deixar logo o bairro. “Não queremos mais ficar aqui”, disse o pai.

O trauma que ficou no menino foi muito grande. 😥

Luizinho está ajudando na construção da sua casa

Os pais contam que o filho é extremamente amoroso, alegre e dedicado. “Sou um pai muito feliz de tê-lo como filho, ele veio pra somar, ele sabe que tem esse brilho e ele usa isso para deixar as pessoas mais felizes”, conclui Netanias.

A família tem contado com a força do filho para construir a casa!

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por voaa – a vaquinha do razões (@voaa_vaquinhadorazoes) em

Com certeza ninguém vai apagar o brilho do Luís, que nasceu para ser Luz!

Vamos ajudar o Luizinho a dar a volta por cima e construir a sua casa. Clique aqui e contribua.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,839,934SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

‘Minha mãe nunca desistiu de mim’: o amor fez com Robson largasse o crack

A vida pro Robson nunca foi fácil, mas tudo piorou quando ele aceitou dar um "pega numa paradinha" de crack aos 28 anos. Por dois...

Menina de 7 sete anos escreve livro para mostrar que meninas negras podem SIM ser princesas

A pequena Morgan Elizabeth Taylor, de 7 anos, exibe uma maturidade de gente grande. Ela decidiu escrever um livro para mostrar que as meninas...

ONG ajuda jovens deficientes e sem condições financeiras a mudarem suas vidas através do surf

A ONG, a Kind Surf: To Bring Happiness (Em tradução livre: Surf Gentil: Para Trazer Felicidade), é uma organização que ajuda crianças desfavorecidas na...

Bate meta de vaquinha para motoboy que teve veículo furtado comprar moto nova

Batemos a meta da vaquinha para o motoboy Vinicius Reis, 22 anos, comprar uma moto nova! Vinicius ficou aos prantos depois que seu veículo foi...

Vovô sírio transforma lixo em brinquedo para alegrar crianças em campos de refugiados

Em meio à guerra civil, que já deixou 10 milhões de refugiados da Síria desde 2011, o carpinteiro Kareem, de 65 anos, vive com...

Instagram