Menino que vende barras de chocolate para ajudar a mãe ganha tênis de funcionários de loja

Samuel, de 11 anos, vende barrinhas de chocolate no centro de São Vicente, no litoral de São Paulo, para ajudar sua mãe nas contas de casa. No final do mês passado, Samuel passou em uma loja de tênis. Olhou alguns pares, mas foi embora logo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Algumas horas depois, ele voltou ao local com mão cheia de moedas. Ele perguntou aos atendentes da loja qual tênis ele poderia comprar com o dinheiro (não chegava a R$ 20,00) que ganhou vendendo barras de chocolate, mas que não poderia gastar tudo, pois tinha que ajudar a mãe em casa.

Samuel ficou triste quando soube que o dinheiro não dava para comprar nenhum par de tênis da loja. “Meu coração e de mais 3 amigos doeu, ver uma criança querendo algo que pra nós é tão normal e não ter!”, escreveu a funcionária da loja Pamela Caeetano no seu perfil no Facebook.

Leia também: Funcionários compram videogame para garoto que ia jogar na loja todos os dias

Para a surpresa de Samuel, os funcionários da loja desceram do estoque vários pares de tênis e pediram para o garoto escolher qual ele gostasse mais: sim, era um presente! “Samuel nem acreditou! Olhava pro tênis com o olho tão arregalado de felicidade que nem conseguia falar!”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Publicado no dia 28, o post emocionou muitas pessoas, que parabenizaram Pâmela e os colegas por esse gesto de bondade. “Espero um dia encontrar o Samuel numa situação muito melhor que a de hoje e saber que eu e meus amigos fizemos o dia de hoje dele mais feliz.”

Confira o post na íntegra:

“Momento especial pode !
Esse é Samuel, tem 11 anos, vi esse menino ontem e hoje 2 vezes na vida . Trabalho numa loja de tênis aqui em São Vicente junto com a Paula Karolina Rodrigo Andrade e Raphael . Samuel vende barrinhas de chocolate pelo centro da cidade pra ajudar a família , que me contou que só tem a mãe pra cuidar dele e dos irmãos !
Hoje Samuel passou na loja, olhou os tênis e saiu , horas dps voltou com a mao cheio de moedas perguntando qual tênis ele poderia comprar com aquele dinheiro mas que não podia gastar tudo porque ainda ia ajudar a mãe em casa , a quantia não passava de 20,00
Ele entristeceu quando soube que não tinha o valor pro tênis e que não poderia comprar! Meu coração e de mais 3 amigos doeu, ver uma criança querendo algo que pra nós é tão normal e não ter !
Fomos atrás de Samuel, descemos vários tênis e mandamos ele escolher qual que ele gostasse mais ! Samuel nem acreditou! Olhava pro tênis com o olho tão arregalado de felicidade que nem conseguia falar!!
Então fica a lição , muitas crianças estão na rua lutando pra sobreviver e ajudar a família, atrás de uma vida melhor! Crianças são só crianças !
Espero um dia encontrar o Samuel numa situação muito melhor que a de hoje e saber que eu e meus amigos fizemos o dia de hoje dele mais feliz ❤️

Hoje apesar dos momentos ruins agradeci a Deus por tudo que tenho <3
Agradeça a tudo que você tem , ao prato de comida, a roupa velhinha ou a nova que vc tá vestido , a sua casa , seus pais … seja grato a Deus por você ter sua vida hoje ❤️”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

foto: reprodução Facebook/Pamela Caeetano

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,599SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem reconhece mulher que a ajudou quando criança e cuida dela em hospital

A Dani reconheceu a Renata assim que ela entrou no quarto do hospital. Juntamente com a mãe, a Dani cuidou todos os dias da mulher que tinha acabado de fazer um parto de cesária.

Artistas contam e recontam clássicos infantis em ônibus de Fortaleza

Funciona assim: um conta um trecho de um conto de fadas que quase todo mundo já leu, viu ou ouviu falar e, logo em...

Pai amamenta sua bebê antes da esposa que foi internada após o parto

"Fui o primeiro a amamentar a bebê!”, disse o americano Maxamillian Kendall, que amamentou a filha com o auxílio de um bico de silicone e uma seringa.

Menina de 10 anos cria sinal de banheiro para pessoas com deficiências “não visíveis”

A menina Graça Warnock, de 10 anos, moradora de Edimburgo, na Escócia, criou um sinal de banheiro para ajudar pessoas com deficiências “não visíveis”,...

Deficientes auditivos são capacitados para tirar CNH com aulas em Libras gratuitas

O conteúdo do curso é totalmente gratuito e as videoaulas possuem tradução para Libras.

Instagram

Menino que vende barras de chocolate para ajudar a mãe ganha tênis de funcionários de loja 2