Menino de 12 anos vende ‘geladinho’ para pagar tratamento de amiga com câncer

Um menino de 12 anos resolveu vender geladinho na rua para ajudar no tratamento de uma amiga diagnosticada com Leucemia Linfóide Aguda (LLA), um tipo de câncer no sangue e na medula óssea que afeta os glóbulos brancos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O dinheiro que Vinícius consegue com as vendas é pouco se olharmos apenas para o custo do tratamento de Ana Sofia, também de 12 anos. A menina precisa tomar 28 ampolas (uma por dia) de um medicamento chamado Blinatumomab (Blincyto). A caixa do remédio custa R$ 420 mil, mas o tratamento pode se estender por mais três meses, totalizando mais de R$ 1.600 milhão em despesas com a medicação.

Porém, é a mensagem do gesto de Vinícius o que mais importa aqui. Ele quer ver a amiga bem e, para isso, não hesitou em fazer o que está ao seu alcance. Muitas vezes, achamos que o que temos para oferecer a alguém que precisa de ajuda é pouco. Vinícius é um exemplo de que não devemos pensar assim. Basta que venha do coração!

menino sorrindo com caixa de geladinho em cima bancada
Vinícius vende geladinho para ajudar a comprar o medicamento que Ana Sofia precisa tomar. Foto: arquivo pessoal

“Eu tive a ideia de começar a vender bigben (geladinho, gelinho ou chup chup), porque eu sou menor de idade e não ia conseguir trabalho. Então, eu pensei: ‘vou fazer bigben e vender. Assim, fica mais fácil de ajudar’. Quero muito que ela melhore e, quando ela melhorar, que nunca mais passe por isso“, diz Vinícius.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ana Sofia, por sua vez, se sente acolhida e muita grata ao amigo: “Eu fiquei feliz e contente com a atitude dele”, agradeceu. 

selfie menina com câncer
Ana Sofia foi diagnosticada com Leucemia Linfóide Aguda (LLA) tipo B, aos 7 anos. Foto: arquivo pessoal

Venda de geladinho surpreendeu pais e comoveu mãe da amiga

A iniciativa de Vinícius pegou seus pais de surpresa e emocionou a mãe de Ana Sofia. As duas famílias vivem em Mineiros (GO). Quando Vinícius comentou que queria fazer gelinhos para vender, o pai, Marco Aurélio, pensou que o menino estava buscando uma maneira de ter o próprio dinheiro.

“Pegou a gente de surpresa. O olho encheu d’água, tanto o meu quanto o da minha esposa. Compramos os ingredientes, mas ele faz tudo. É um bigben meio grosseiro, em vista de outros, mas o que manda é o carinho. Então, a gente fica muito feliz de ele ter feito isso”, lembra o pai.

menino vendendo geladinho para ajudar no tratamento de amiga com câncer
Tem geladinho de R$ 2 e R$ 3. Foto: arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A mãe de Ana Sofia, Kamila, conta que a iniciativa de Vinícius emocionou toda a família. “É emocionante ver uma criança, por livre e espontânea vontade, fazer um ato tão caridoso. Mas isso também tem a ver com a criação. Os pais são pessoas muito boas, que souberam educar seus filhos. Seremos sempre muito gratos ao Vinícius”, disse Kamila.

Vaquinha para a compra de medicamento

Ana Sofia foi diagnosticada com Leucemia Linfóide Aguda (LLA) tipo B aos 7 anos. Fez tratamento no Hospital Araújo Jorge, em Goiânia. Parecia estar curada, porém, aos 11 anos, a doença reincidiu. Ana Sofia voltou a fazer tratamento e, felizmente, a menina encontrou um doador 100% compatível. No entanto, para realizar o transplante, é necessário que sua medula esteja “limpa”.

selfie mãe com a filha diagnosticada com leucemia
Kamila e Ana Sofia. Foto: arquivo pessoal

Infelizmente, o medicamento que Ana Sofia precisa tomar não é disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A mãe criou uma vaquinha virtual com a esperança de conseguir arrecadar a quantia necessária para realizar a compra do remédio. Quem não puder doar pode ajudar compartilhando sua história para chegar a mais pessoas – Ana Sofia e Vinícius agradecem 🙏

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E se você é como eu, que ama histórias sobre amizade, emocione-se com o vídeo de um menino incentivando a amiga com paralisia que chorava na fisioterapia. Relembre também a história de uma menina que usou o Google tradutor para acolher um amigo em sua nova escola.

Selo Conteúdo Original Razões para Acreditar

Único passageiro sobrevivente de acidente aéreo com avião da Varig recebe ligação surpresa 47 anos depois. Confira esta história no Cafezoom!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai tatua cicatriz igual a do filho operado de um tumor no cérebro para melhorar sua confiança

Se já é difícil para um adulto se recuperar de uma doença grave como o câncer, imagine como deve ser para uma criança. A...

Papa visita, de surpresa, UTI neonatal na Itália e conforta pais de bebês internados

Já falamos diversas vezes sobre o Papa Francisco e de toda a humanidade que ele traz aonde quer que vá - relembre aqui. Recentemente, Papa...

Depois de 29 anos, jovem escuta sua voz pela primeira vez

Já falamos aqui no RPA sobre como foi a reação de um bebê ao ouvir pela primeira vez aos 8 meses de vida, e mostramos...

Fábricas concorrentes se unem para confeccionar máscaras e ajudar Corpo de Bombeiros

O empresário Jonas do Carmo é um dos empreendedores de pequenas empresas que se viram no desafio de como manter empregos e pagar as...

Instagram