Ela era merendeira mas voltou a estudar aos 38 anos e hoje tem mestrado

A educação é mesmo extremamente importante para que a gente possa correr atrás de nossos sonhos e até mesmo mudar totalmente de vida! Sergiana Santos foi merendeira até os 38 anos e tinha estudado apenas até o ensino fundamental. Em 2006, ela passou em um concurso público para trabalhar na prefeitura de Delmiro Gouveia, em Alagoas e foi então que ela decidiu que era hora de voltar a estudar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em 2008 ela concluiu o ensino médio, logo depois entrou na faculdade de história e hoje, após ter concluído seu mestrado, ela é antropóloga social pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Isso só foi possível depois que a universidade abriu um campus novo, chamado Campus Sertão da Ufal, em 2009, já que a maioria das universidades acaba concentrando seus prédios nas capitais.

É por isso que ela afirma que: “O preconceito com os sertanejos é tão grande que até nós mesmos chegamos a pensar que não somos capazes. Não foi fácil chegar até aqui porque precisei abdicar de muita coisa, mas valeu a pena cada viagem que fiz de ônibus do Sertão até Maceió. A universidade mudou a minha forma de pensar e me fez entender sobre direitos e cidadania”.

Sergiana diz que não quer mais perder tempo e pretende ingressar ainda este ano em um doutorado. Sua vida mudou totalmente depois que ela voltou a estudar e ela quer inspirar mais pessoas a fazerem a mesma coisa!

Com informações de Só Notícia Boa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: Waldson Costa / G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,560,438SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com TCC escrito à mão, mulher de 87 anos se forma em Jundiaí

Luísa Valencic Ficara, de 87 anos, mostrou que nunca é tarde para realizar seus sonhos (e nem seu TCC).  Nascida na Itália, Luísa imigrou...

Marca slow fashion usa lonas e redes tirados do mar para criar coleção

Entre as peças, estão blazers feitos a partir de lonas descartadas de barcos e bolsas que utilizam como matéria-prima redes de pescas.

Aos 87 anos, viúva é pedida em casamento por quem a amou a vida toda

Nunca é tarde para viver um novo amor! ♥

Noiva decide ela mesma ser a fotógrafa de seu casamento

Liisa Luts, uma fotógrafa de Tallinn, e seu marido decidiram fazer algo incomum para o seu casamento. O casal, que comanda juntos uma pequena empresa de fotografia...

História do menino de 7 anos que tentou vender aviões de papel viraliza e internautas apoiam vaquinha

A pureza de Arthur dos Santos, 7 anos, tocou o coração de internautas e viralizou nas redes sociais. O pequeno decidiu vender aviões de...

Instagram