Mesmo sofrendo bullying, menino deixa cabelo crescer para fazer perucas a crianças com câncer

Quais eram suas preocupações aos 8 anos?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para o jovem morador da Flórida, nos Estados Unidos, Christian McPhilamy, era deixar seu cabelo grande o suficiente para poder doá-los.

Essa ideia nasceu há cerca de dois anos, quando ele viu um comercial na TV sobre um hospital no país que trata de crianças com câncer, o St. Jude Children’s Hospital.

Desde então passou a cultivar sua longa cabeleira loira que se tornaria perucas para crianças que perdem o cabelo devido ao tratamento da doença.

O determinado garoto doou mais de 25 centímetros de seu cabelo. Porém, para alcançar seu objetivo, ele teve que enfrentar um dos maiores medos de qualquer criança da idade dele: o bullying na escola.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Seus colegas de escola chamando-o de menina, até mesmo professores e amigos da família dizendo que ele deveria cortar o cabelo e até mesmo oferecendo dinheiro para que ele cortasse. Mesmo assim, ele nunca se desviou do objetivo e procurou educar os outros sobre o porque da escolha de deixar o cabelo crescer”, contou a mãe do garoto, Deeanna Thomas.

As crianças que receberam a ajuda agradecem que ele não tenha desistido diante de piadas, ofensas e a falta de compreensão. E, além dele ter ajudado quem precisa, sua história leva adiante essa informação e o conhecimento que muitos não tinham.

Agora conheça Christian McPhilamy e seu cabelo do bem!

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

peruca-01

peruca-02

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,253,471SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher vai em canil para salvar cão de ser sacrificado e acaba adotando ele e outros 2

“Perguntei qual era o limite de cachorros que eu poderia adotar”, disse Shelly. “Eles disseram que não havia um limite. Então eu decidi pegar os três.”

Funcionário atende pedido especial de mãe que queria um “hamburguer de siri” pro filho em Botucactu (SP)

Um pedido inusitado de uma cliente de uma lanchonete está fazendo a internet morrer de amores por uma hamburgueria lá de Botucatu (SP). A...

Nadador vence câncer e fatura medalha nos Jogos Pan-Americanos

O nadador norte-americano Nathan Adrian, de 30 anos, é uma das grandes estrelas da natação nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Na terça-feira (6), ele...

Cachorro percorre 17 km em dois dias para reencontrar mãe adotiva

Rachel Kauffman, uma proprietária de dois cachorros, fez lar temporário para Hank, antes dele ir para seu novo lar no Tennessee. Porém, antes de ir...

Instagram