Internautas doam e vaquinha para mãe e filha que vendem doces em semáforo para comprar comida bate meta

A situação da família da dona Dilza Carneiro, 43 anos, lá de São Luís (MA), sensibilizou a todos nós. A história da senhora, que precisa vender doces e água no sinal com a filha para terem o que comer, tocou mais de 1.100 transformadores, que doaram cerca de R$ 54 mil, ultrapassando em 34% o valor alvo da vaquinha da VOAA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ainda restam 20 dias para você contribuir com esta família. Não deixe de participar! Clique aqui para doar.

A dona Dilza foi encontrada no sinal com a sua filha, a Thayla Silvinho, 10 anos. As duas trabalhavam no farol para ajudar em casa, já que o marido da Dilza, seu Paulo, 62 anos, precisou ser afastado após ficar 15 dias internado com Covid-19 e ter 50% do pulmão comprometido.

Para piorar a situação, seu Paulo, que é designer gráfico, perdeu seu emprego durante a pandemia e ainda precisa lidar com uma trombose na perna. Desta forma, ele não tem conseguido ajudar no sustento de casa.

Já a dona Dilza trabalhava com artesanato e festas, além de fazer bolos de pote para fora, mas a pandemia do novo coronavírus também diminuiu a clientela e impediu que ela trouxesse uma renda para o lar.

Dona Dilza e Thayla também têm problemas de saúde

Além de todas as dificuldades financeiras e a batalha para ter o que comer, dona Dilza sofre de problemas cardíacos e fortes sangramentos por conta de condições adversas no útero. A pequena Tayla, por sua vez, não pode se expor ao sol por causa de um problema no couro cabelo.

Ainda que passem por todas as dificuldades, as duas têm saído todos os dias para vender doces e ter o que comer em casa – elas já ficaram 35 dias sem comida e contaram com a ajuda de vizinhos.

A vaquinha será o início de uma mudança na vida desta família e para o sustento de todos até o final da pandemia. Nosso muito obrigado aos que, de alguma forma, já ajudaram a dona Dilza, a Thayla e o seu Paulo! 🙏

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assim como a dona Dilza, Flávio precisa do seu apoio para levar comida para casa. Conheça a história deste esforçado cabeleireiro baiano clicando aqui!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,265,903SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cientistas brasileiras são as mais rápidas no mundo a sequenciar genoma do coronavírus

Duas brasileiras lideraram o trabalho que sequenciou o genoma do novo coronavírus, que teve o primeiro caso registrado no país, em apenas dois dias. A...

Pais atendem pedido e menina ganha festa de aniversário inspirada no “Hulk”

Já falamos aqui da festa de aniversário de uma menina de quatro anos que teve como tema o “Homem de Ferro”. Pois é, cada...

Telhado de casarão antigo no Recife (PE) vira horta que alimenta 500 famílias carentes

O telhado de um antigo casarão no coração da capital pernambucana virou uma horta orgânica que alimenta 500 famílias carentes das comunidades do Coque,...

[VÍDEO] Aos 24 anos, jovem com risco iminente de suicídio se recupera cultivando tomates-cereja

Disponível para seus pacientes a qualquer hora do dia, a psicóloga Rayssa Lima foi surpreendida pela ligação de uma paciente diagnosticada com Transtorno de...

Após ser humilhado por andar de carro velho, jardineiro compra caminhonete e ferramentas novinhas com vaquinha

Aí sim, Baltazar! O jardineiro humilhado por jovens que riram do seu carro velhinho comprou uma caminhonete nova para trabalhar! Baltazar mora em Santo Ângelo...

Instagram