Uma nova vida! Bate meta vaquinha para idoso que passava os dias em carrinho de doces para se sustentar

A história do seu Bernardo da Silva, 75 anos, que tocou nosso coração, vai ganhando um desfecho feliz. Após o apoio de 853 transformadores e os R$ 45.060,54 arrecadados, o senhorzinho de Rio Branco (AC) poderá reformar sua casa simples e investir em sua barraquinha de doces, além de comprar alimentos e remédios para cuidar de sua doença de pele.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Seu Bernardo passou a ficar o dia todo na barraca após perder sua esposa para o câncer. Companheira de toda uma vida, o vendedor passou a não voltar mais para casa para não ter que enfrentar a dor da perda e tentar conseguir uma renda maior, mesmo com as ruas vazias durante a pandemia.

Seu Bernardo vive em uma casa simples
Seu Bernardo mora com o filho em uma casa muito simples, que não há sequer água encanada, luz elétrica ou banheiro. Foto: reprodução/VOAA

O filho Francisco, 35 anos, contou que a mãe era a responsável por manter a família estruturada, apesar de todos os perrengues. “Ela era nosso alicerce, mesmo diante da dificuldade”.

A casa deles é muito antiga, não possui sequer água encanada ou energia elétrica. O banheiro, por exemplo, fica improvisado na parte externa da residência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas com a ajuda de todos, além daqueles que compartilharam sua história, pai e filho poderão cuidar de si e da casinha reformada de maneira mais adequada de agora em diante. Muito obrigado a todos vocês que nos apoiaram nesta história! 💜

Siga ajudando!

Frank precisa do seu apoio. Conheça e apoie o homem que largou tudo para cuidar da esposa com depressão.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,211SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ex-morador de rua distribui mais de 1,5 mil marmitas para desabrigados em Porto Alegre

Poucas pessoas sabem como é a vida de quem mora nas ruas como Eduardo Flores. Ex-morador de rua, em Porto Alegre, no Rio Grande...

Criança internada após comer marmita envenenada já respira sem aparelhos e poderá voltar para casa logo

Quem acompanhou a história do Fabinho, de 11 anos, hospitalizado após comer uma marmita envenenada, já pode comemorar e muito! Depois de seis meses...

Paraisópolis ganhou uma escola de moda gratuita em parceria com a USP

Já não é de hoje que o assunto diversidade está em pauta e no universo da moda isto não é diferente. Se nas capas...

‘Geladeira Solidária” alimenta quem mais precisa em Maringá (PR)

O Brasil é um dos lugares que mais desperdiçam alimentos no mundo. Alimentos que poderiam ser doados para quem mais precisa. Iniciativas como a...

Instagram