Empresa de TI lança minimanual sobre diversidade no ambiente de trabalho

O que significa ter um ambiente de trabalho diverso? O que fazer para recrutar e manter pessoas de perfis diversos na empresa? Quais práticas podem ser adotadas? É para responder essas e outras perguntas que a ThoughtWorks, consultoria global e empresa de desenvolvimento de software reconhecida como uma das melhores para mulheres tecnologistas trabalharem, lança o Minimanual do respeito e da diversidade no ambiente de trabalho, criado com o apoio da ONG feminista Think Olga.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Muitas empresas nos procuram para saber sobre nossas práticas relacionadas à diversidade, recrutamento e desenvolvimento de pessoas”, diz Renata Gusmão, Diretora de Justiça Econômica e Social da ThoughtWorks Brasil. “Com esse minimanual, o objetivo é mostrar para o mundo exemplos reais para inspirar decisões profissionais e pessoais, promover o diálogo e reforçar a certeza de que pessoas importam mais do que processos, ressaltando a importância de empresas respeitarem e contratarem cada vez mais mulheres, pessoas negras, LGBTs e pessoas com deficiência”, complementa.

Dividido em “Significa” (um glossário com termos relacionados à diversidade), “Por que a diversidade importa em uma empresa?”, “Contrate pessoas diversas”, “Receba pessoas diversas” e “Inspire pessoas diversas”, o minimanual traz práticas que empresas podem adotar para ter um ambiente de trabalho mais diverso, como ter uma busca mais ativa de talentos em fontes variadas de espaços e lugares, criar um ambiente propício à recepção e cultivo de pessoas diversas e adotar uma linguagem neutra de gênero. A versão completa pode ser acessada neste link.

O material faz parte da campanha global da ThoughtWorks Todas as Mulheres na Tecnologia, que tem como objetivo contribuir para tornar o mercado de tecnologia mais justo e inclusivo para todas as mulheres – independentemente de raça, cor, identidade de gênero, orientação sexual ou condição socioeconômica. Além dele, a empresa disponibilizou um Guia Prático de Jornalismo Humanizado, que pode ser acessado na página da campanha aqui.

Relacionado: Iniciativa em SP debate sobre pessoas trans no mercado de trabalho e na área de TI

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Considerada pelo Instituto Anita Borg, em 2016 e 2017, como a melhor empresa para mulheres tecnologistas trabalharem – ficando à frente de grandes companhias como Google e Apple –, a ThoughtWorks tem como um dos pilares de negócio advogar apaixonadamente por justiça social e econômica. Isso se reflete em práticas afirmativas de recrutamento e desenvolvimento de pessoas de grupos historicamente oprimidos; fomento a discussões sobre questões de gênero, raciais, LGBT e pessoas com deficiência e combate ao sexismo no ambiente de trabalho, por exemplo. Um dos resultados práticos é que hoje as mulheres representam 50% do time de liderança da ThoughtWorks Brasil e mais de 40% das pessoas empregadas.

Crédito: Divulgação – Com informações da assessoria de imprensa

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,502,658SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Creche pública da periferia de SP tem ioga e massagem para as crianças

Localizada na Zona Norte de São Paulo, em uma área cercada por favelas, o Centro de Educação Infantil Lar de Crianças Ananda Marga tem...

Neymar realiza sonho de garotinha que possui uma doença rara

Ana Clara, de 8 anos, possui uma doença rara, a Progeria, também conhecida como síndrome de Hutchinson-Gilford. A doença se caracteriza pelo envelhecimento rápido...

Menina faz café da manhã de agradecimento aos garis. ‘Não é fácil eles estarem no sol todo dia’

A gratidão é incrível e quando vem de uma criança, se torna ainda mais especial, não é? A Cinthya Kelly, tem apenas 10 anos e...

Cãozinho abandonado ‘invade’ viatura e é adotado por policial rodoviário em SC

“Me dá uma família”. Hahah Foi tipo isso o que o cãozinho que ‘invadiu’ a viatura quis dizer para o policial rodoviário, seu novo...

Starbucks inaugura loja com atendimento em Língua de Sinais

Agora é a vez dos Estados Unidos surgir com essa ideia de inclusão que cada vez mais é um tema a ser discutido e...

Instagram