Primeira ministra da Nova Zelândia promete alcançar 100% de energia renovável até 2030

Desde que entrou no poder, em 2017, a primeira ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern acabou tornando-se um grande exemplo de liderança eficaz. Além de ter entrado para a lista dos chefe de estado que melhor souberam gerir a pandemia do coronavírus, Jacinda sempre deixou claro que uma de suas maiores metas é priorizar a sustentabilidade em seu país.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

jacinda ardern
Foto: SIPA

Prova disto é que, em recente anúncio a primeira ministra prometeu que irá alcançar 100% de energia renovável até 2030. A meta anterior do partido de Jacinda era eliminar gradualmente todas as energias não renováveis ​​até 2035.

No entanto, os líderes não somente perceberam a importância de adiantar o prazo, como constataram que era possível. De acordo com eles, a promessa envolve acelerar “a eletrificação dos setores de transporte e industrial” e investir “em tecnologias emergentes, como hidrogênio verde, enquanto continua a tornar a energia acessível aos neozelandeses.

Hoje a Nova Zelândia produz 84% de sua eletricidade a partir de fontes renováveis, mas, segundo Ardern, eles estão prontos para melhorar. “A recuperação econômica do COVID-19 representa uma oportunidade única para remodelar o sistema de energia da Nova Zelândia para ser mais renovável, mais rápido, acessível e seguro”, explicou.

Além dos benefícios ambientais, a primeira ministra explicou que a iniciativa irá gerar milhares de empregos e oferecerá novas oportunidades aos neozelandeses. “Nosso plano para energia limpa e redução das emissões de carbono nos ajudará a aproveitar as oportunidades econômicas de ser o país verde e limpo que os neozelandeses nos veem”, disse Jacinda em coletiva.

energia eólica
Foto: Unsplash

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os planos foram anunciados poucas semanas antes das eleições no país, no dia 17 de outubro. Caso o partido trabalhista ganhe, a Nova Zelândia será um dos poucos países do mundo a ter uma matriz energética 100% renovável, ao lado da Islândia e do Paraguai. Em seguida, a Costa Rica também orgulha-se em dizer que 99% da energia proveniente do país vem de fontes renováveis.

Se depender da aceitação do público e dos planos de governo anunciados, o partido de Jacinda Ardern já ganhou, não é mesmo? Afinal, um dos maiores ensinamentos da pandemia é de que precisamos urgentemente priorizar o planeta!

Fonte: Good News Network

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,858SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mãe dribla paladar seletivo das filhas com pratos que de comida parecem ter nada

A japonesa Etoni Mama conseguiu driblar o paladar seletivo de suas três filhas transformando alimentos saudáveis que não parecem ser comida, mas são. De repente,...

Compositor carioca faz samba para celebrar o casamento homoafetivo

Já dizia a música de Vinicius de Moraes: "(...)Fazer samba não é contar piada E quem faz samba assim não é de nada O bom samba é...

Prefeito de interior de PE ajuda moradores a retirar móveis de casas alagadas

A pequena cidade de Bodocó, com pouco mais de 37 mil habitantes no sertão de Pernambuco, tem sofrido com fortes chuvas desde a última...

Motoqueiro ‘flagrado’ cuidando de moradora de rua comprará moto nova com ajuda de vaquinha

"Só tive a preocupação de dobrar a manta para ficar mais quente para ela".

Homem transmite conhecimentos da cultura gaúcha para crianças e se emociona

Passar seus conhecimentos da cultura gaúcha para as novas gerações é motivo de muita emoção para o comerciante Tarcísio Falconi, de 40 anos. Ele realiza...

Instagram

Primeira ministra da Nova Zelândia promete alcançar 100% de energia renovável até 2030 3