Mistura de sensações: confira o relato da cadeirante que visitou um restaurante que te deixa “cego”

O O.NOIR com certeza oferece algo diferente. A experiência comum de ir a um restaurante, pedir um prato e curtir a noite muda completamente quando há a ausência total de luz. Isso mesmo, sem velas, celulares ou lanternas. Nem mesmo relógios luminosos são permitidos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia é, além de realçar os outros sentidos, que definitivamente se aguçam mudando a “relação” com a comida em si, levar também as pessoas a um mundo completamente escuro, como o dos deficientes visuais,  por exemplo, que por sinal é como é composto o time de garçons do O.NOIR.

A proposta por si só já é algo diferente e que vale a pena ser mencionada, porém quando a experiência sobre “conhecer uma deficiência” ou se colocar no lugar das pessoas que a tem é feita por uma cadeirante, tudo fica ainda mais inusitado. O relato é feito no blog Guia do Viajante Cadeirante, onde podemos acompanhar as sensações, a compreensão desse novo “mundo apagado” e os desafios adicionais, como por exemplo o fato dela não conseguir sentir o piso tátil por estar na cadeira de rodas, ou pela dificuldade em compreender o garçom por apenas ouvi-lo.

Para conferir este interessante relato, clique aqui

Concept-Waiters onoirwebphoto DSC_0058

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,496,742SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Porque essa campanha de banco não pode passar despercebida

No final do ano passado, o Santander lançou sem muito alarde um vídeo de final de ano que considero um grande passo na propaganda brasileira a respeito do tema da diversidade.

Fotógrafa diz adeus à sua cachorra de 16 anos em tocante ensaio de fotos

Quando a fotógrafa Maria Sharp percebeu que sua cachorrinha e companheira de 16 anos de idade, Chubby, logo partiria dessa para melhor, decidiu celebrar...

Vizinha mobiliza rede do bem para ‘salvar’ idosa que vive em condições precárias

A vida sorriu para dona Deise quando ela conheceu uma vizinha recém-chegada na vizinhança. A idosa morava numa casa que, gente, é difícil de acreditar! Dormindo...

Após anos de pesquisa, cientista de Cambridge está a um passo da cura da esclerose múltipla

Uma cientista da Universidade de Cambridge está a um passo da cura da esclerose múltipla, graças às células imunológicas que podem ser 'reinicializadas'.

21 balanços gigantes tocam notas musicais quando as pessoas balançam neles

Existem várias formas de mostrar que muitas coisas funcionam melhor quando feitas em grupo, uma grande prova disso é a instalação chamada 21 Balançoires...

Instagram