Mistura de sensações: confira o relato da cadeirante que visitou um restaurante que te deixa “cego”

O O.NOIR com certeza oferece algo diferente. A experiência comum de ir a um restaurante, pedir um prato e curtir a noite muda completamente quando há a ausência total de luz. Isso mesmo, sem velas, celulares ou lanternas. Nem mesmo relógios luminosos são permitidos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia é, além de realçar os outros sentidos, que definitivamente se aguçam mudando a “relação” com a comida em si, levar também as pessoas a um mundo completamente escuro, como o dos deficientes visuais,  por exemplo, que por sinal é como é composto o time de garçons do O.NOIR.

A proposta por si só já é algo diferente e que vale a pena ser mencionada, porém quando a experiência sobre “conhecer uma deficiência” ou se colocar no lugar das pessoas que a tem é feita por uma cadeirante, tudo fica ainda mais inusitado. O relato é feito no blog Guia do Viajante Cadeirante, onde podemos acompanhar as sensações, a compreensão desse novo “mundo apagado” e os desafios adicionais, como por exemplo o fato dela não conseguir sentir o piso tátil por estar na cadeira de rodas, ou pela dificuldade em compreender o garçom por apenas ouvi-lo.

Para conferir este interessante relato, clique aqui

Concept-Waiters onoirwebphoto DSC_0058

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,599SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vendedor acalma candidatos que vão tirar CNH com suco de maracujá e mágica

O Seu Alberico, 69 anos, garante que a aprovação é certa!

“Seleção às Cegas”: agência recruta candidatos excluindo idade, gênero ou estado civil

A plataforma de recrutamento da Artplan traz como ponto de partida a "Seleção às Cegas". Em parceria com a EMPREGARE.com, a agência foi pioneira na implantação deste modelo no mercado publicitário...

Primeiro restaurante dentro de prisão gerenciado por detentos é inaugurado na Itália

InGalera é um experimento social real: pela primeira vez na história, uma prisão abre suas portas para as pessoas, permitindo-lhes experimentar uma realidade frequentemente distante e ignorada. Além disso, ele permite que presos sejam gradualmente inclusos na sociedade.

Pai pedala mais de 5 mil quilômetros para ver a filha

Osvaldo Teixeira, um senhor de 52 anos, viajou mais de 5 mil quilômetros de bicicleta, entre Goiânia e Rosário, na Argentina, para ver a...

Jovem com paralisia cerebral se emociona com irmã recém-nascida no colo; assista

O vídeo de um adolescente de 15 anos se emocionando ao pegar a irmã recém-nascida pela primeira vez no colo causou comoção nas redes...

Instagram

Mistura de sensações: confira o relato da cadeirante que visitou um restaurante que te deixa “cego” 2