Conheça essas duas modelos que estão quebrando estereótipos no universo da moda

Toda mulher merece celebrar sua individualidade e originalidade.
Para isso, é fundamental que elas tenham consciência de sua força e do seu poder. A autoestima e a identificação são as ferramentas que fazem com que as mulheres ocupem os lugares que sempre mereceram. E é por isso que o Razões Para Acreditar e o Quebrando o Tabu, em parceria com Dove e Refinery29, estão juntos nessa missão de ajudar as mulheres a verem ainda mais o que podem conquistar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para oferecer essa experiência de beleza positiva a todas as mulheres e para incentivá-las a ver seu poder, contaremos histórias de mulheres e meninas que são exemplos inspiradores de como a construção da autoestima pode ajudar a nos dar a confiança necessária para atingirmos nosso pleno potencial. É uma ótima viagem pelo mundo feminino e empoderado, que constrói, quebra paradigmas e barreiras.

Nessa matéria especial, vocês vão se conectar com a história de duas mulheres maravilhosas que trouxeram ao mundo da moda questionamentos importantes sobre padrões de beleza.

Quantas vezes você se olhou no espelho comparando o seu corpo ao das modelos “perfeitas” da capa da Vogue”? Acredito que tenha se sentido péssima, não é mesmo?

Também tenho quase certeza que enquanto encarava o seu reflexo, em diversos momentos apontou para o seu cabelo, seu nariz ou até mesmo para a cor da sua pele desejando mudar tudo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E não foi diferente com a modelo mineira Mariana Mendes, 27 anos, que vem desconstruindo maravilhosamente o padrão de beleza tão cruel criado pela indústria da moda.

Mariana tem uma pinta de nascença no rosto e cresceu sob olhares preconceituosos de pessoas que questionavam a mancha em sua pele.

Fotos: Reprodução/ Instagram @marianamendes.m

Quando mais nova, até tentou removê-la com sessões de clareamento, mas o procedimento não obteve grandes resultados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi quando ela decidiu fazer da pinta a sua identidade!

“Quando cresci, resolvi não tirar mais. Meu processo de aceitação veio principalmente da minha mãe. Eu cresci ouvindo ela dizer que é algo lindo e me faz única”, disse. <3

Fotos: Reprodução/ Instagram

Passarela é a sua ‘arma’ na luta pela diversidade da beleza

Foi quando, aos 24 anos de idade, a mineira ganhou destaque no universo da moda justamente por conta da sua pinta!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Isso aconteceu após um “olheiro” se encantar por suas fotos no Instagram.

“Sempre foi trabalhado em mim a autoestima. Isso veio muito da criação que tive e do apoio em casa. Nunca fui tratado como “diferente” de forma negativa. Em casa sempre conversamos muito e sempre me senti muito à vontade para falar sobre qualquer assunto e situação vivenciada. O que penso sobre mim vale muito mais do que qualquer outra pessoa pensa sobre mim. E a maneira como me comporto, a maneira como lido comigo mesmo diz muito do que as pessoas vão pensar de mim. Não tenha vergonha de quem você é, tenha orgulho e saiba o seu valor e não deixe ninguém lhe dizer o contrário.

Minha família sempre me afirma o quão especial eu sou, que a minha beleza é única e eu tenho a certeza de que eu sou maravilhosa.”

E você é mesmo, Mari!

Fotos: Reprodução/ Instagram @marianamendes.m

Hoje, a passarela tem sido a sua “arma” na luta pela inclusão e diversidade da beleza no universo da moda.

“Mostrar para as pessoas que estão fora do ‘tal padrão’ imposto pela mídia que elas podem sim se aceitarem como são é o mais importante como modelo”. Fofa demais!

Modelo com microcefalia tem inspirado pessoas

Agora vamos contar a história da roraimense Ana Victória Lago, 20 anos, que há um pouco mais de três anos vem inspirando as pessoas do mundo da moda.

A modelo tem microcefalia e foi descoberta após fazer parte de um projeto chamado “Arte Sem Preconceitos” em Manaus, onde mora hoje com a família.

A sua maior incentivadora é a sua mãe, a funcionária pública Viviane Lago Lima.

Fotos: Reprodução/ Instagram @anavictorialago

“Os médicos disseram que ela não iria andar e nem falar. Afirmaram que os comprometimentos eram severos e irreversíveis. Eu desacreditei. Ela tem nos surpreendido cada vez mais”, disse Viviane.

E olha que demais! Hoje, Ana é considerada a primeiro modelo com microcefalia do Brasil e do mundo!

Fotos: Reprodução/ Instagram @anavictorialago

Quebrando barreiras

A mãe informou que todo o caminho da carreira da filha foi percorrido com muita cautela.

“A gente sabe que nesse mundo ainda existem muitas pessoas cruéis. E foi o que aconteceu, assinamos um contrato de um ano com a agência e nesse período, ela encaixava a Ana nos testes para algumas empresas e recebia respostas do tipo ‘que não queriam esse tipo de pessoa no seu casting’”.

Fotos: Reprodução/ Instagram @anavictorialago

Ela relatou ainda que sempre avalia bem o propósito dos trabalhos que as empresas oferecem e que foi aperfeiçoando e amadurecendo a filha no trabalho.

“Eu entendi que era isso que ela queria, então lutei para que ela tivesse a sua chance nessa profissão”.

Moda inclusiva

Hoje, Viviane busca inserir a filha em trabalhos inclusivos, com participação de eventos que geram na sociedade conscientização e a valorização das pessoas com deficiência.

“Por conta da microcefalia, ela tem um déficit de fala e de entendimento, mas acredito muito que num período curto de tempo, a empresas consigam se adaptar ao perfil da Ana Victória e ela deles”.

Esperamos que que cada vez mais a moda se torne inclusiva e mostre uma diversidade de beleza e não apenas um único padrão, né?

Tem como não se inspirar com essas mulheres?! Maravilhosas!

Viva a diversidade da beleza! <3

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,755,527SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mãe posta foto com filhos de pais diferentes e mostra que família é onde existe amor

Uma característica importante de todas as famílias é o seu aspecto único, singular. Em outras palavras, não há um conceito de 'família tradicional'. O filho...

Por falta de detentos, Holanda fecha 19 presídios (alguns viraram albergues para refugiados!)

Por falta de presos, a Holanda, a exemplo da Suécia (relembre aqui), teve que fechar 19 presídios! Uma realidade bastante diferente de lugares onde a criminalidade...

Idosa chora de alegria ao reencontrar sua cadelinha perdida em João Pessoa (PB) [VÍDEO]

No último fim de semana, funcionários do pet shop Estados, localizado em João Pessoa (PB), encontraram uma cadelinha perdida na rua. "Decidimos então acolhê-la em...

Artesã transforma roupas de pessoas falecidas em ursinhos de pelúcia

Uma carinhosa e sensível forma de relembrar daqueles que não estão mais conosco!

Instagram