Momento histórico: violência contra a mulher é tema da redacão do Enem 2015

O tema da redação do Enem deste ano “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” foi o ponto alto do exame.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A violência contra a mulher é silenciada. Portanto, o exame, que mobiliza estudantes do país inteiro, é uma ótima plataforma para tratar desse e de outros assuntos que já passaram da hora de serem abordados.

O tema é super atual. No ano passado, muitas mulheres postaram nas redes sociais fotos com a frase “Não mereço ser estuprada”. E, desde a semana passada, depois que a menina Valentina, de 12 anos, participante do Master Chef Júnior, sofreu assédio na internet, milhares de mulheres têm postado comentários com a hashtag #PrimeiroAssédio.

“O tema mais uma vez dialoga com a atualidade brasileira. O exame costuma fugir de debates muito polêmicos, que ocupem muitas manchetes, mas nesta edição o critério foi claramente a relevância social. De certa forma, esse assunto já tinha aparecido na prova de Ciências Humanas, no sábado, com uma frase da Simone de Beauvoir, o que prova que a banca pretende reforçar o debate sobre a questão”, disse Rafael Pinna, professor do colégio e curso de A a Z, ao jornal O Globo.

Precisamos refletir e falar sobre algo que virou uma espécie de tabu da nossa sociedade: todo mundo sabe que a mulher é violentada diariamente, mas quase ninguém fala sobre isso. Pelo menos ontem, 25, o silêncio não era uma opção e brasileiras e brasileiros tiveram que falar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Confira a reação de internautas que comemoraram o tema da redação do Enem 2015:

Momento histórico: violência contra a mulher é tema da redacão do Enem 2015 2

Momento histórico: violência contra a mulher é tema da redacão do Enem 2015 3

Momento histórico: violência contra a mulher é tema da redacão do Enem 2015 4

Momento histórico: violência contra a mulher é tema da redacão do Enem 2015 5

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Simone de Beauvoir

A questão do exame que trazia uma citação da filósofa francesa Simone de Beauvoir também chamou a atenção de internautas, estudantes e grupos feministas na internet com muitos comentários positivos. Confira:

Questão 42

Ninguém nasce mulher: torna-se mulher. Nenhum destino biológico, psíquico, econômico define a forma que a fêmea humana assume no seio da sociedade; é o conjunto da civilização que elabora esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam o feminino. BEAUVOIR, S. O segundo sexo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

“Eu vivi pra ver um dia o Exame Nacional do Ensino Médio, ENEM, perguntar sobre Simone de Beavoir e o feminismo”, comemorou uma internauta no Twitter. “Pego o caderno primeira questão que eu vejo FEMINISMO. Que delicia manda mais, que os machista da minha sala vao tudo bombar no Enem”, comentou outro perfil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,755SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Filha fotografa imagens de amor e fragilidade de seus pais, que faziam tratamento juntos contra o câncer

Quando os pais de Nancy Borowick, 28, Nova York, foram diagnosticadas com câncer, ela quis mostrar sua coragem e força. Ela começou o projeto “Cancer...

Homem transmite conhecimentos da cultura gaúcha para crianças e se emociona

Passar seus conhecimentos da cultura gaúcha para as novas gerações é motivo de muita emoção para o comerciante Tarcísio Falconi, de 40 anos. Ele realiza...

Professor usa lixo eletrônico para ensinar alunos conceitos de robótica e reciclagem

Num laboratório improvisado, o professor de matemática ensina aos seus alunos conceitos fundamentais de robótica e reciclagem usando lixo eletrônico.

Atleta ajuda sua adversária a completar prova depois de ter desmaiado

Há alguns dias na maratona de Dallas, bem no final da prova um pouco antes de cruzar a linha de chegada, a atleta Chanlder...

Instituto cria campanha para salvar crianças indígenas de morte por água contaminada

As crianças da aldeia Novo Natal da etnia Kaxinawá estão adoecendo e morrendo com o consumo de água contaminada, para ajudá-las, é preciso urgente da instalação de um poço.

Instagram

Momento histórico: violência contra a mulher é tema da redacão do Enem 2015 6