Montadora amplia investimentos em veículos elétricos e híbridos para 11 bilhões até 2022

A Ford vai ampliar significativamente o investimento em veículos elétricos, para US$ 11 bilhões até 2022, com o lançamento de 40 modelos híbridos ou totalmente elétricos na sua linha global. O anúncio foi feito por Bill Ford, presidente do conselho da empresa, no domingo, durante a coletiva de imprensa do Salão de Detroit.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esse investimento é mais que o dobro do valor anunciado pela Ford no final de 2015, de US$ 4,5 bilhões até 2020, e inclui os custos de engenharia, pesquisa e desenvolvimento de arquiteturas específicas para carros eletrificados.

Dos 40 programados, 16 serão totalmente elétricos e os demais híbridos plug-in. A Ford revelou que um deles será um utilitário esportivo elétrico de alto desempenho, chamado Mach 1 – veja abaixo –, em 2020, quando também vai iniciar a produção de uma versão híbrida da picape F-150 nos EUA.

Segundo Bill Ford, a estratégia de eletrificação da empresa é levar essa tecnologia para os seus principais modelos. “Se queremos ser bem-sucedidos com a eletrificação, temos que fazê-lo com veículos que já são populares”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jim Hackett, CEO e presidente da Ford, comanda essa estratégia desde que assumiu o cargo há pouco mais de sete meses. Em outubro, ele anunciou para investidores um amplo plano de redução de custos para tornar a empresa mais eficiente, incluindo o redirecionamento de investimentos antes destinados a sedãs e motores a combustão para carros e utilitários híbridos e elétricos.

No mesmo mês, a Ford criou o Time Edison, uma equipe especializada para acelerar o desenvolvimento da sua nova geração de veículos elétricos, com o desafio de pensar grande e avançar rápido. Dirigida por Sherif Marakby, vice-presidente de Veículos Elétricos e Autônomos da Ford, ela tem também como missão a criação de experiências e serviços focados no cliente e parcerias com outras empresas.

Países como a China, Índia, França e Reino Unido já anunciaram planos para eliminar os veículos com motores a combustão e combustíveis fósseis do mercado entre 2030 e 2040 como forma de promover o uso de energia limpa.

Bill ford veículos elétricos
Bill Ford, no Salão Detroit. Foto: Divulgação

Com informações de assessoria da Ford.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,387SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Senhora adota bebê com AME que hoje mora em hospital e foi abandonada por genitora no RJ

A Pérola não podia ter nome mais apropriado para ela. Essa princesa de apenas 4 anos tem AME e desde os seus seis meses...

Publicitária faz marca acessível para amigo deficiente visual abrir negócio

A publicitária usou papel e cola para o amigo aprovar a identidade visual de sua panificadora.

Aprenda a fazer um coletor de água de chuva que ainda te ajuda a reduzir sua conta de água em 50%

Quem mora na Grande São Paulo sabe a dificuldade de falta de água que estamos passando, e que não podemos, de forma alguma desperdiçá-la....

Projeto cria ‘trenzinho’ para conscientizar a população sobre abandono animal

Desde junho, um projeto muito bacana vem acontecendo na Praça do Ferreira, no centro de Fortaleza (CE). A ONG Instituto André Araújo construiu um...

National Geographic recria sons do oceano utilizando resíduos plásticos retirados do mar

O álbum "Sons do Futuro Oceano" tem 4 faixas de sons da natureza feitos com resíduos plásticos retirados do mar.

Instagram

Montadora amplia investimentos em veículos elétricos e híbridos para 11 bilhões até 2022 1