Homem que dormia em barraca encontra casa reformada na volta de acampamento

Ao retornar de um acampamento promovido pela Paróquia São José Operário, em Umuarama (PR), Claudemir Inácio da Silva, 38 anos, teve uma grata surpresa ao chegar em casa: ela estava completamente limpa e reformada.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ação foi feita por membros da paróquia, amigos e vizinhos do rapaz.

Claudemir dormia do lado de fora da própria casa, no quintal, em uma barraca. Segundo ele, por conta da situação em que vivia. “Eu estava envolvido no mundo das drogas e a casa estava sendo usada como um depósito. Por um tempo eu destruí tudo o que tinha ali, usando o dinheiro para comprar bebidas, cigarro, drogas e comecei a dormir na barraca”, conta.

Ajude a pedreira Renata a construir a própria casa

barraca azul quintal casa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Hoje eu quero ser uma nova pessoa e não mais usar o que eu usava antes [drogas]”

O acampamento promovido pela instituição religiosa ocorreu entre os dias 14 e 18 de agosto, cujo tema foi ‘Nos Braços do Pai’.

Claudemir participou do evento como campista e pôde conhecer e compartilhar experiências com dezenas de pessoas. Foram cinco dias de orações e aconselhamento, e o rapaz conta ter tido uma visão de seu lar reestruturado, pintado e até com móveis novos.

Leia também: Evangélicos vendem água e doam dízimo para construir casa para família necessitada

“Eu sabia da minha condição e fui para o acampamento com o intuito de me curar dos vícios. Entreguei na mão de Deus e pedi para ser libertado. Quando cheguei em casa vi uma nova chance de recomeçar. Vi que têm pessoas que gostam de mim e que Deus estava me dando uma nova oportunidade com uma nova casa. Hoje eu quero ser uma nova pessoa e não mais usar o que eu usava antes [drogas]”, afirma.

entulho

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

parde com bexigas cor rosa

Um dos coordenadores do acampamento, Newton Junior, conta que a ação desenvolvida pela comunidade é importante para o sentido do próprio acampamento. “Não adianta fazer o acampamento por cinco dias e voltar sem ter ninguém que o acolha. Se têm pessoas que fazem isso, o campista se sente mais motivado”, ressalta.

Casa nova

Amigos e conhecidos se mobilizaram para ajudar Claudemir. Em meio à reforma, vizinhos e outras pessoas da comunidade também contribuíram com a reforma da casa e as doações dos móveis, como cama, guarda-roupas etc.

casa com cercas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O rapaz afirma que a partir de agora deseja ‘ficar firme na fé’, afastado da drogas e do álcool e próximo dos novos amigos e irmãos da igreja.

Como fonte de apoio adicional, Claudemir contará também com o acompanhamento do grupo Narcóticos Anônimos.

Leia também: Com ajuda de amigos, ex-morador de rua que perdeu sua Kombi consegue uma casa para morar

“Não tem como não se emocionar, eu chorei quando estava no acampamento e fiquei com medo que no dia a dia fosse diferente. Mas quando encontrei a surpresa da minha casa, chorei de novo. Eu quis sair dessa vida das drogas e pretendo permanecer firme na fé para mudar de vida realmente”, conclui.

Ajude a pedreira Renata a construir a própria casa

Confira o vídeo produzido pela Paróquia São José Operário:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: O Bem Dito/Fotos: Reprodução/Paróquia de São José

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,833,091SeguidoresSeguir
24,659SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com doença degenerativa, aluno cria teclado virtual e conclui mestrado

Superação é rotina na vida de Claudio Luciano Dusik, 36 anos. Nascido em Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegrex, foi diagnosticado ainda quando criança...

Jovem esquece vidro do carro aberto, e desconhecidos guardam seus pertences para ninguém roubar

O bilhete deixado no carro dizia: “Boa noite. Pegamos seus pertences para ninguém roubar. Amanhã liga, que devolvemos”.

Esse pai teve a melhor atitude quando sua filha disse que carrinho é coisa de menino

Pode até parecer que não, mas quando somos crianças muitas coisas nos marcam para sempre. Não somente os acontecimentos, mas as coisas que ouvimos....

Artista recria cenas trágicas da história em imagens cheias de cor e esperança

Se uma imagem vale mais que mil palavras, quando o retrato é trágico parece falar por pelos menos umas 5 mil. Elas tocam o fundo da...

ONG atende crianças autistas usando terapia com cavalos

O Instituto Horsoul é uma organização sem fins lucrativos que atende pessoas portadoras de necessidades especiais e suas famílias usando um tipo de terapia...

Instagram

Homem que dormia em barraca encontra casa reformada na volta de acampamento 1