Morador de rua entra em restaurante para pedir esmola e sai de lá com emprego novo

O morador de rua identificado apenas como Marcus entrou em um restaurante na cidade de Minneapolis, em Minnesota, nos Estados Unidos, para pedir esmola, mas acabou saindo do lugar com um emprego.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem contou o caso foi a própria dona do estabelecimento, Cesia Abigail Baires, 25 anos, em um post no Facebook:

“Eu olhei para ele e perguntei: ‘por que você não arruma um emprego? Você sabe que nada é dado de graça, né?'”, relembra Cesia. “Ele respondeu: ‘bem, eu tenho histórico criminal e ninguém quer me contratar por isso, então tive que me virar nas ruas e conseguir dinheiro da única maneira que sei: furtando ou pedindo’. Então, eu perguntei a ele: ‘Você quer trabalhar? Eu tenho um emprego para você’. Seus olhos se arregalaram e o sorriso dele valeu o meu dia”, acrescenta.

Desde aquele dia, Marcus tem trabalhado no restaurante lavando pratos e tirando o lixo. “Quando ele recebe seu pagamento, sabe o que ele faz? Compra comida no meu restaurante e ele faz questão de pagar, porque diz que se sente bem com isso!“, explica Cesia.

Cesia ao lado de Marcus no restaurante (Foto: Reprodução/Facebook)
Cesia ao lado de Marcus no restaurante (Foto: Reprodução/Facebook)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O post da jovem chegou a mais de 177 mil curtidas e 51 mil compartilhamentos, e serviu para quebrar preconceitos em torno dos moradores de rua e estimular a ajuda ao próximo. “Faça o bem para o outro e não apenas julgue alguém só porque está pedindo dinheiro. A gente não sabe qual é a situação da pessoa. Alguns merecem uma segunda chance. Deus me abençoou, porque eu não posso abençoar outros?” Isso é o que deveria bombar na internet. Quer mudança? Que tal começar com uma?”.

Leia também: O que essa equipe fez com o morador de rua que dormia na porta do salão vai restaurar sua fé nas pessoas

Cesia disse em entrevista à ABC News que o seu restaurante fica em uma área onde vivem muitas pessoas em situação de rua. Mas, ao invés de dinheiro, ela oferece comida a eles.

Quando conheceu Marcus, ela sentiu que poderia fazer algo a mais por ele. Ela conta que está gostando da dedicação dele, que já caiu nas graças dos outros funcionários. No primeiro dia de trabalho, ele já surpreendeu a todos. “Eu perguntei se ele queria comer algo antes de começar. Ele só comeu metade. Uma moradora de rua passou em frente ao restaurante e ele correu para dar a outra metade para ela. Quando perguntei se a conhecia, Marcus disse: ‘Não, mas sei que ela está com fome’.

Para ajudar Marcus a lutar contra seus vícios e retomar a vida, a equipe do restaurante está economizando 10% do seu salário para que ele faça o mesmo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como se não bastasse tudo isso, eles também criaram uma campanha em um site de financiamento coletivo para ajudá-lo a encontrar uma casa para morar e sais das ruas. Até o momento foram arrecadados quase 5 mil dólares, o equivalente a 17 mil reais.

Que tal começar em ideias para ajudar o próximo? É mais simples do que você imagina. Faça com que essa história chegue em mais e mais pessoas, compartilhe 😉

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,500,572SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vizinha incomodada com latidos de cachorro resolve impasse da maneira mais fofa

Para algumas pessoas, não há problema maior em sua vizinhança do que o latido de cachorros, que atrapalham o sono e o descanso dos...

Startup brasileira desenvolve aparelho que diagnostica coronavírus em 15 minutos

No momento em que o mundo inteiro está preocupado com o avanço do novo coronavírus, o Covid-19, os brasileiros seguem ajudando a desenvolver ferramentas...

Futuras engenheiras fazem dispositivo que traduz qualquer texto para Braille em tempo real

Com grande entusiasmo, uma equipe de seis mulheres, todas graduadas em engenharia do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), passaram as primeiras horas do...

Relato sobre marido que ‘não ajuda esposa’ é a melhor aula de companheirismo que você vai ler

A mudança real da nossa sociedade começa em nossas casas, vamos ensinar aos nossos filhos e filhas o real sentido do companheirismo.

Gerente da Caixa se senta no chão para atender homem com deficiência e foto viraliza

Gerente da Caixa foi fotografado atendendo um senhor com deficiência de igual para igual: sentado no chão e olhando em seu olho. Sem tempo para ler?...

Instagram