Homem devolve pasta com R$ 28,5 mil para trabalhador que deixou ela cair na rua em Paranavaí (PR)

O ato de honestidade do prestador de serviços André Pereira Ferrari salvou a empresa de um homem que faleceu em decorrência da Covid-19 no início deste mês.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

André, que mora em Paranavaí (PR) encontrou uma pasta contendo R$ 28.500 em uma avenida movimentada da cidade e devolveu para a pessoa que perdeu.

“Passou um carro em cima, abriu ela e deu uma espalhada. Outros carros estavam vindo, eles pararam e eu juntei tudo que tinha caído, coloquei dentro da caixa. Fiz o meu serviço e pensei ‘depois eu volto e procuro quem é o dono’. Achei um telefone na pasta e liguei para o dono do dinheiro”, contou o prestador de serviços.

morador devolve pasta com 30 mil para real dono

A quantia estava sob a responsabilidade do encarregado de produção Cícero Ferreira dos Passos, que distraído, deixou a pasta no teto do carro, e nem viu quando ela caiu no meio da rua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Fiz o trajeto de onde perdi a pasta, procurei com os comerciantes, para ver se conseguia encontra-la, também entrei em contato com o pessoal da Guarda Municipal, da Polícia Militar, fui muito bem recebido por todos. Estava indo fazer o boletim de ocorrência para poder tentar sustar os cheques”, disse.

De acordo com Cícero, havia dois envelopes de R$ 4 mil em dinheiro vivo, quatro cheques de R$ 5 mil e outro de R$ 500, além de documentos importantes – tudo dentro da pasta.

Tudo pertencia à empresa do cunhado de Cícero, que morreu por complicações do novo coronavírus.

Nos últimos dias, Cícero tem ajudando a irmã na administração da empresa para manter o legado deixado pelo cunhado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ao notar que perdeu a pasta, totalmente desesperado, o rapaz pensou até em vender o próprio carro para pagar os prejuízos da empresa. Felizmente, tudo terminou bem graças à honestidade de André.

Após duas horas de buscas, Cícero encontrou o André e a pasta, com tudo que estava dentro.

“Não é a primeira vez que acontece, já tiveram outras vezes que achei coisas e devolvi”, disse André.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Foi um alívio muito grande, é um valor expressivo e que pode fazer a diferença na vida de muita gente. Só tenho a agradecer a Deus por terem colocado uma pessoa de bom caráter e honesta no meu caminho. Ele só estava preocupado em devolver a pasta”, concluiu Cícero.

Fonte: Correio do Lago
Fotos: Reprodução / RPC

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,977,926SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Como assumir um erro pode resgatar a confiança das pessoas

Quando assumimos nossos erros, crescemos como seres humanos e ganhamos o respeito e a admiração das outras pessoas. É essa a mensagem que traz o...

Estudantes propõe pessoas na rua a tentarem andar de cadeira de rodas

Um grande exercício diário que temos que procurar manter é o da empatia. Provavelmente essa forma de pensar (se colocando no lugar do outro)...

Gaby Amarantos se afasta dos palcos para cuidar da mãe diagnosticada com doença

A cantora paraense Gaby Amarantos, o maior nome do tecnobrega, anunciou ontem, 8, nas suas redes sociais, que vai dar um tempo na carreira...

Prefeito proíbe que moradores de vilarejo italiano morram5

O decreto aprovado pelo prefeito da pequena aldeia de Sellia, Davide Zicchinella, 40 anos, pretende frear o processo de esvaziamento do vilarejo da Calábria...

Paraense recebe prêmio de melhor professora do Brasil

No dia 29 de dezembro foi comemorada a 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil. A professora paraense Lília Melo foi agraciada como a...

Instagram