Morador planta videira de ‘enfeite’ e hoje fornece uva pra toda a vizinhança

O Seu Luiz escolheu plantar uma videira apenas para enfeitar o seu jardim, mas o parreiral invadiu o corredor que dá acesso aos fundos da sua casa, em Pato Branco (PR).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O parreiral tem 22 metros de comprimento e ocupa um espaço de apenas setenta centímetros de largura. Isso aconteceu há sete anos e, desde então, o aposentado e sua família nunca mais compraram uva.

E nem os vizinhos, com quem o Seu Luiz divide a produção do parreiral, que ele mantém com muito zelo e dedicação. Hoje, o parreiral está com 600 cachos, que irão produzir mais de 120 quilos de uva.

Confira a reportagem:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

fotos: TV SUDOESTE

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,977,926SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher acolhe cadela desnutrida resgatada em terreno baldio de Londrina (PR)

A paranaense Adriana Sandreschi, de Londrina, no norte do estado, nunca vai esquecer do dia que encontraram sua cadela Sofie abandonada em um terreno...

Bill e Melinda Gates pagam dívida da Nigéria por vacinação contra poliomielite

A dívida do país africano com o Japão é de 76 milhões de dólares (mais de 245 milhões de reais).

Escola pública transforma espaço vazio em horta

A E.E. Professora Maria da Conceição Oliveira Costa, na zona leste da capital, juntamente com a ONG Cidades sem Fome, transformaram um espaço vazio...

Criança socorre cachorro atropelado no meio da rua

Ao ver o cachorrinho ser atropelado na Rua Lauro Müller, em Itajaí, o pequeno Jean Fernandes, 11 anos, correu para socorrer o amigo. A...

Mutirões produzem cadernos de desenho com frases motivacionais para crianças carentes de escolas públicas

A ideia de produzir cadernos de desenho personalizados para crianças de escolas públicas surgiu em Brasília, mas logo o mutirão se espalhou pelo país.

Instagram