Morador de rua recebe onda de apoio após mulher humilhá-lo

Uma mulher (de nome não identificado) ficou irritada ao ver um morador de rua dormindo na frente de uma filial do McDonald’s no estado americano da Geórgia, e decidiu tirar uma foto dele e publicá-la em um grupo privado do Facebook para criticá-lo e humilhá-lo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No entanto, o tiro saiu pela culatra: dezenas de usuários se uniram para repudiar os comentários da mulher, além de ajudar o rapaz a se recuperar e deixar as ruas. A Ana Paula também deseja sair das ruas, clique aqui e saiba como ajudar.

Simon Child, 21 anos, está desabrigado e luta para sustentar o filho desde a morte recente de sua mãe. Quando a mulher o fotografou cochilando na porta do McDonald’s, ele na verdade estava descansando entre os turnos de uma mercearia onde trabalha.

Ao ver a foto, Simon disse que seus sentimentos foram feridos – mas, felizmente, ele não se sente mais assim.

No início desta semana, repórteres locais entrevistaram Child e deram a ele uma chance de contar sua história para o mundo. Quando o jovem chegou ao trabalho no dia seguinte, ficou chocado ao descobrir que dezenas de pessoas lhe trouxeram pilhas de fraldas, roupas, produtos de higiene pessoal e suprimentos para ele e seu filho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os donos de um restaurante comunitário procuraram Simon para que pudessem lhe emprestar um carro que o jovem poderia usar para ir a entrevistas de emprego.

Um barbeiro deu um corte de cabelo gratuito para o rapaz ficar mais apresentável para as entrevistas. Outros membros da comunidade pagaram várias diárias de um hotel para ele e o filho ficar até encontrarem uma moradia permanente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: 

Mais: um membro da comunidade iniciou uma vaquinha online para juntar dinheiro para Simon – tendo arrecadado mais de US$ 2 mil (R$ 8 mil) em 24 horas.

Por fim, o morador de rua teve a chance de falar com a mulher que tirou aquela infeliz foto. Ela disse a Simon que nunca quis envergonhá-lo e só desejava expressar sua “frustração com a cidade”.

“Não sou sem-teto, não agora, graças a ela”, disse Simon à WSB-TV. “Eu não achava que a comunidade se importaria o suficiente para fazer isso, mas eles se importam.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assista ao vídeo abaixo:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: GNN/Foto: Reprodução/WSBTV

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,234,546SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bazar de roupas ajuda cerca de 800 pessoas entre refugiados e moradores de rua

Duas amigas empresárias do ramo de moda, Cristiana Ventura e Marina Pestana, se uniram para criar a ‘Lojinha da Rua’, uma iniciativa que arrecada roupas e...

Militar chega de surpresa no casamento da irmã nos EUA

Já contei aqui no começo do blog, que fiz uma surpresa para minha irmã que estava casando, e cheguei sem ela saber, relembrem aqui. Pois...

Carioca ‘adota’ adolescente que roubou seu celular

Um adolescente aproveitou a distração do cantor e compositor da escola de samba Mangueira Deivid Domênico dentro de um ônibus parado, num sinal na...

Indiano que salvou criança de ser atropelada por trem ganha recompensa e divide com o menino ajudado

Você se lembra de que, na última semana, o vídeo do Mayur Shelkhe salvando a vida de uma criança que caiu nos trilhos de...

Vídeo reúne as boas-vindas aos militares feitas pelos seus cães de estimação

Já mostramos aqui no RPA alguns momentos em que os cães veem seus donos voltarem depois de uma longa jornada fora de casa. Hoje...

Instagram