Moradora do DF esquece carro aberto e é surpreendida com bilhete de homem que fechou o veículo

São desses pequenos/grandes gestos no qual sempre nos referimos aqui no RPA!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A administradora Lívia Perdigão Kotama, 27 anos, passou por um episódio curioso nesta quinta-feira (26). Ela estacionou o carro, próximo ao anexo do Ministério da Saúde, no centro de Brasília, e esqueceu o veículo com os vidros abertos. Ao retornar para ir embora, Lívia se deparou com o carro fechado e um bilhete de um homem que fechou o automóvel.

O recado dizia: “Você esqueceu seu carro destrancado e com os vidros abertos. Tomei a liberdade e fechei tudo. Lucas”.

Feliz com a atitude do desconhecido, Lívia escreveu em seu perfil no Facebook: “Muito obrigada, Lucas. É por causa de gente como você que eu não desisti ainda de acreditar na humanidade. Boas ações estão ficando cada vez mais escassas”.

[via]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dica da Mariana Koakoski Spindler, Ana Paula Queiroz, Tayná Cabot, Daiana Skrzek

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,411,289SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Projeto une pessoas em uma lista para levar conforto para quem passa por momentos difíceis

Algumas pessoas realmente vieram ao mundo para fazer o bem. É o caso de Carolina Areas, que já criou o Word Rocks, mas quis ir além e...

Professora estimula criatividade dos alunos inspirada no pintor Michelangelo

A professora formou um círculo com as cadeiras da sala de aula e embaixo delas as crianças pintaram seus próprios “afrescos”.

Estrelas do filme Pantera Negra anunciam bolsa de US$ 250 mil para jovens mulheres

"Porque todos nós sabemos, se queremos viver em um mundo que se pareça mais com Wakanda, o primeiro passo é investir também em meninas e mulheres."

Professora aposentada de 92 anos melhora de saúde ao ensinar cuidadora a ler e escrever

Voltar a ensinar trouxe ânimo e alegria à vida da professora Ione Nóbrega, aposentada de 92 anos que até poucos dias atrás estava doente...

Punks de Myanmar se unem para alimentar moradores de rua do país

Além da ajuda humanitária, as músicas das bandas punks de Yangon geralmente têm letras políticas, e tratam de temas como violações de direitos humanos e as condições difíceis da vida lá.

Instagram