Moradores de Bancroft, no Canadá, ajudam mulher a realizar desejo do seu cão de brincar na neve uma última vez

Uma verdadeira mobilização ocorreu em Ontário, nos Canadá, para conseguir que uma dona levasse sua cachorra Mairead para brincar na neve pela última vez.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois de uma publicação feita por Jodie Mercer, no Facebook, os moradores da cidade de Bancroft, começaram a procurar o local mais próximo que ainda tivesse neve. E eles encontraram!

Hoje tem Live do Dia de Doar! Clique no Facebook ou no YouTube para assistir!

O resultado foi essa lindeza de cena:

mulher procura neve para seu cão brincar
Foto: reprodução Facebook

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Último desejo

Jodie contou que Mairead já está com 12 anos e alguns problemas de saúde. Ela sofre com insuficiência cardíaca congestiva e hemangiossarcoma do baço (e infiltração nos pulmões).

E sabendo que Mairead ama brincar na neve, Jodie começou a sua busca. Ela fez a publicação na página “The Town of Bancroft”, do Facebook e os moradores da cidade abraçaram totalmente a causa.

Eles começaram a compartilhar o conteúdo, buscando um lugar para realizar esse desejo tão especial.

SOS AMAPÁ: ajude reserva ambiental que perdeu todos os alimentos dos seus animais resgatados. Contribua para essa vaquinha!

Foi então que um morador recebeu a notícia que há 100 quilômetros de Bancrof havia um local com neve. Jodie não hesitou, entrou no carro e decidiu que levaria Mairead até lá.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais tarde, Jodie enviou o resultado para o administrador da página, que fez questão de compartilhar essa lindeza de cena.

mulher procura neve para cachorro brincar

Amanhã tem a Live do Dia de Doar! Clique no Facebook ou no YouTube para ativar o lembrete e seja avisado quando começar!

Obrigado a todos por seus lindos comentários. A semana passada foi muito difícil, mas ela está se recuperando.“, comenta Jodie

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela ainda publicou que se sentiu uma mãe maluca, de início, mas que se sentiu fortalecida com a compaixão das outras pessoas.

Quando mandei uma mensagem para a cidade de Bancroft esta manhã perguntando se você tinha neve, me senti como uma mãe maluca. Em vez de ser desprezada ou ignorada, fui recebida com compaixão e uma foto de um quintal coberto de neve, com um bilhete para vir assim que estivesse esquentando. Arrumamos nossa garotinha para o que poderia ser sua última viagem em seu Jeep favorito e começamos a nos mover! Muito obrigada por ser uma cidade tão compassiva (e cheia de neve!) E por realizar meu desejo por ela.“, conta Jodie.

E dá pra sentir de longe que a Mairead amou o passeio! Torcemos para que ela fique bem de saúde!

Fonte: Sunny Skyz

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher árabe recebe rim de judeu morto em conflito entre Israel e Palestina

Em meio aos conflitos violentos entre Palestina e Israel, uma história de solidariedade entre árabes e judeus. Após uma espera de dez anos, Randa Aweis,...

Causa da Educação, representada por Fernanda Gentil, é a grande vencedora da promoção Ganhou, Causou da Nestlé

Com mais de 2 milhões de produtos cadastrados, a causa apoiada por Fernanda Gentil foi a mais votada pelos consumidores participantes.

Ex-motoboy, morador da Favela de Acari (RJ) realiza sonho e inaugura a própria pizzaria

Ygor Henrique é a prova que realizar grandes sonhos é possível sim e exige muita força de vontade e determinação. Esse jovem de 29...

Jovem de 25 anos se torna a 1ª relações públicas com Down formada no Brasil

Segundo o Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas de Minas, Luisa é a primeira mulher com síndrome de Down a se formar no Brasil.

Médica escuta dor de paciente e descobre que ela estava era com dor no coração

Sobre a importância dos médicos escutarem todo tipo de dor do paciente.

Instagram