Moradores de rua cultivam horta e são reinseridos na sociedade por instituição de SP

Clique e ouça:

Bem ao meio do caos de São Paulo, próximo ao Armênia e a Avenida Cruzeiro do Sul, encontramos um lugar atemporal e pacato, onde os carros quase não passam e as ruas são cheias de casas pequenas, cortiços, bares, galpões e mercearias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Neste local se encontra a Casa Porto Seguro, que abriga cerca de 150 moradores de rua e realiza um trabalho incrível. Diferente de um albergue comum a casa é um centro de convivência para essas pessoas, onde elas trabalham em uma horta, plantando hoje o que vão comer amanhã.

morador-horta-1 morador-horta-2 morador-horta-3

Todos os que convivem na casa são colaboradores da mesma e além de comida a casa oferece banho, café da manhã, almoço e a oportunidade de lavarem suas roupas. Além também de muitas outras atividades como aulas de alfabetização, Ensino Fundamental e Médio, capoeira, aulas de arte, yoga, entre outras.

A casa faz com que os moradores de rua sejam os protagonistas de suas próprias vidas, trocando o esforço deles por tudo que um cidadão inserido tem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

morador-horta-4 morador-horta-5 morador-horta-6 morador-horta-7

Além disso a casa recebe também homossexuais e todo mês realiza uma assembléia onde os conviventes discutem vários temas, decidem o futuro da casa e suas regras também.

“As regras são decididas por eles. Não posso decidir nada sozinho. Eles precisam se apropriar e se reconhecer”, comenta o gestor Dinei Spadoni.

via

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,026,080FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,926SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens antecipam casamento após saber que um deles tem apenas 5 meses de vida

Se você, assim como eu, se acabou de chorar vendo "Um amor para recordar" lá em 2002, se prepare: essa história é real, e...

Policiais unem-se a manifestantes em ato contra racismo e violência, nos EUA

É preciso tomar muito cuidado com generalizações, afinal, a profissão e a raça de uma pessoa não podem a definir. E para provar isso, diversos...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Surfistas vão todos os dias à praia para salvar vidas e recebem gratidão de banhistas

Só quem já passou pelo susto de perder o controle ao nadar em um mar ou uma piscina sabe o tamanho do alívio quando...

Instagram