Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença com algumas questões sociais. Mas a gente também vive em um país repleto de pessoas que repudiam esse tipo de comportamento. E essa onda do bem é muito maior!

E a prova disso foi o tanto de repercussão positiva que essa história teve desde ontem. Em um dia, a vida do Matheus mudou completamente! Teve doações, presentes e fizemos uma vaquinha que bateu a primeira meta em menos de 24 horas!

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Genteeee, hoje nós e toda a internet ficamos indignados com esse vídeo de um entregador de aplicativo sendo humilhado! O jovem que recebe essas duras ofensas é o Matheus Pires (@matheuspiresdd), de 19 anos, de Valinhos, interior de São Paulo. Conversamos com esse jovem incrível e de um coração muito bom! ⠀ Ele relatou ainda que antes do vídeo, o homem cuspiu em sua cara e jogou a notinha do restaurante no chão dizendo que “ele era um lixo como o papel”. Que absurdooo!!! ⠀ Faz apenas um mês que o Mateus trabalha como motoboy. Ele nos contou que trabalhava como social media, porém, com a pandemia, teve que vender seu computador, seu único instrumento de trabalho, para conseguir pagar as contas de casa e até o próprio computador! ⠀ E não poderíamos cruzar os braços pra esse absurdo! ⠀ A vaquinha é para esse menino incrível dar a volta por cima e segurar as pontas nessa pandemia, já que hoje divide uma casa e o aluguel com um amigo. ⠀ Para contribuir com a vaquinha, clique no link da bio ou digite o link em seu celular: voaa.me/motoboy-humilhado

A post shared by VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes) on

Para quem não acompanhou tudo, Matheus tem 19 anos e faz entregas para um aplicativo, na sua cidade. Ele sofreu racismo, injúria, além de diversas ofensas enquanto deixava a refeição de um cliente.

Vaquinha bate primeira meta em menos de 24 horas

Do lado de cá, a gente só vibra com o sucesso da vaquinha feita para ajudar o Matheus! Em menos de 24 horas batemos a primeira meta, que era de R$ 65 mil.

Temos agora a missão de alcançar os R$ 150 mil para poder dar um apoio financeiro ainda maior para o Matheus. O objetivo agora é poder comprar uma casa para ele viver com a família, além de ajudá-lo a investir nos estudos e na carreira profissional!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E a vaquinha continua! Vamos ajudar o Matheus? Contribua aqui!

Apoio de internautas

Houve uma mobilização muito positiva para a história do Matheus. Diversos artistas e personalidades do Brasil, páginas de movimentos contra o racismo e outros internautas fizeram questão de apoiar o entregador.

Luciano Huck conversou com ele ontem, onde reforçou a necessidade do respeito aos entregadores, principalmente neste momento de isolamento, onde todo mundo precisa tanto do serviço.

Olha a entrevista:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cantora Marília Mendonça e a atriz Tatá Werneck também fizeram uma publicação no Twitter sobre a história do Matheus!

 

 

Maria Pires, mãe de Matheus, ainda fez um post no Facebook, falando do preconceito que ele sofreu.

Ninguém é melhor que ninguém por ser rico ou ser branco. (…) Isso é racismo e é crime e esse entregador é meu filho, um trabalhador honesto e que não precisa sentir ou ter inveja de um escroto como esse pois ele não é. Mesmo tendo dinheiro pra comprar tudo o que quiser, jamais comprará a educação o respeito, pois isso vem de berço e o dinheiro não compra jamais”, disse Maria.

Além disso, um grupo de motoboys foi até a portaria do condomínio onde tudo aconteceu para fazer um protesto pacífico!

Veja

E a vaquinha pro Matheus ainda continua! Temos uma nova meta para ajudar ele a mudar de vida! Clique aqui e ajude!

Matheus ganhou uma moto nova de humorista

O humorista Matheus Ceará, do SBT, deu uma moto de presente para Matheus Pires, na tarde de ontem.

Eles foram retirar o veículo juntos e Matheus fez vários vídeos de agradecimento ao ator.

https://www.instagram.com/p/CDnIcz0FBRg/

Apoio jurídico

Em uma conversa com Matheus, ele nos informou que a empresa iFood, para quem ele presta serviço, está fornecendo todo apoio jurídico neste momento.

Além disso, a empresa também deixou uma nota de repúdio, no perfil do Twitter:

Racismo é crime. Nós, do iFood condenamos qualquer forma de preconceito ou discriminação e por isso nos solidarizamos com o entregador Matheus, vítima do crime racial praticado por um consumidor na cidade de Valinhos conforme vídeo que circula nas redes sociais“, postou a empresa.

 

E seguimos acreditando e confiando em dias melhores!

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,850,818SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vovó de 92 anos vira florista e dama de honra do casamento da neta: ‘Experiência maravilhosa’

Aos 92 anos de idade, a Dona Georgiana Arlt se destacou como florista e principal dama de honra do casamento da neta. "Fiquei honrada. Muito,...

Filhote de rua que vivia dentro de sapato para se proteger do frio é adotado e ganha vida nova

Toda vez que o ativista Goran Marinkovic caminha pelas ruas de Kraljevo, na Sérvia, ele sempre traz comida com ele. O rapaz alimenta diariamente mais...

A incrível história da africana que conquistou o mundo em diversas áreas

Existem pessoas únicas, que vieram ao mundo para fazer uma grande diferença na vida das pessoas, e a Princesa Elizabeth of Toro é uma...

Cidade espanhola substitui touros por bolas gigantes em corrida tradicional

Uma cidade espanhola desistiu de promover a sua tradicional corrida de touros após protestos de ativistas de direitos animais. Como em muitas cidades de todo...

Alunos se mobilizam para construir biblioteca em bairro carente de Cotia (SP)

Um grupo de estudantes da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Cotia, em São Paulo, desenvolveu um projeto educacional voltado à comunidade do Jardim Nova Cotia, bairro...

Instagram