Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença com algumas questões sociais. Mas a gente também vive em um país repleto de pessoas que repudiam esse tipo de comportamento. E essa onda do bem é muito maior!

E a prova disso foi o tanto de repercussão positiva que essa história teve desde ontem. Em um dia, a vida do Matheus mudou completamente! Teve doações, presentes e fizemos uma vaquinha que bateu a primeira meta em menos de 24 horas!

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Genteeee, hoje nós e toda a internet ficamos indignados com esse vídeo de um entregador de aplicativo sendo humilhado! O jovem que recebe essas duras ofensas é o Matheus Pires (@matheuspiresdd), de 19 anos, de Valinhos, interior de São Paulo. Conversamos com esse jovem incrível e de um coração muito bom! ⠀ Ele relatou ainda que antes do vídeo, o homem cuspiu em sua cara e jogou a notinha do restaurante no chão dizendo que “ele era um lixo como o papel”. Que absurdooo!!! ⠀ Faz apenas um mês que o Mateus trabalha como motoboy. Ele nos contou que trabalhava como social media, porém, com a pandemia, teve que vender seu computador, seu único instrumento de trabalho, para conseguir pagar as contas de casa e até o próprio computador! ⠀ E não poderíamos cruzar os braços pra esse absurdo! ⠀ A vaquinha é para esse menino incrível dar a volta por cima e segurar as pontas nessa pandemia, já que hoje divide uma casa e o aluguel com um amigo. ⠀ Para contribuir com a vaquinha, clique no link da bio ou digite o link em seu celular: voaa.me/motoboy-humilhado

A post shared by VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes) on

Para quem não acompanhou tudo, Matheus tem 19 anos e faz entregas para um aplicativo, na sua cidade. Ele sofreu racismo, injúria, além de diversas ofensas enquanto deixava a refeição de um cliente.

Vaquinha bate primeira meta em menos de 24 horas

Do lado de cá, a gente só vibra com o sucesso da vaquinha feita para ajudar o Matheus! Em menos de 24 horas batemos a primeira meta, que era de R$ 65 mil.

Temos agora a missão de alcançar os R$ 150 mil para poder dar um apoio financeiro ainda maior para o Matheus. O objetivo agora é poder comprar uma casa para ele viver com a família, além de ajudá-lo a investir nos estudos e na carreira profissional!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E a vaquinha continua! Vamos ajudar o Matheus? Contribua aqui!

Apoio de internautas

Houve uma mobilização muito positiva para a história do Matheus. Diversos artistas e personalidades do Brasil, páginas de movimentos contra o racismo e outros internautas fizeram questão de apoiar o entregador.

Luciano Huck conversou com ele ontem, onde reforçou a necessidade do respeito aos entregadores, principalmente neste momento de isolamento, onde todo mundo precisa tanto do serviço.

Olha a entrevista:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cantora Marília Mendonça e a atriz Tatá Werneck também fizeram uma publicação no Twitter sobre a história do Matheus!

 

 

Maria Pires, mãe de Matheus, ainda fez um post no Facebook, falando do preconceito que ele sofreu.

Ninguém é melhor que ninguém por ser rico ou ser branco. (…) Isso é racismo e é crime e esse entregador é meu filho, um trabalhador honesto e que não precisa sentir ou ter inveja de um escroto como esse pois ele não é. Mesmo tendo dinheiro pra comprar tudo o que quiser, jamais comprará a educação o respeito, pois isso vem de berço e o dinheiro não compra jamais”, disse Maria.

Além disso, um grupo de motoboys foi até a portaria do condomínio onde tudo aconteceu para fazer um protesto pacífico!

Veja

E a vaquinha pro Matheus ainda continua! Temos uma nova meta para ajudar ele a mudar de vida! Clique aqui e ajude!

Matheus ganhou uma moto nova de humorista

O humorista Matheus Ceará, do SBT, deu uma moto de presente para Matheus Pires, na tarde de ontem.

Eles foram retirar o veículo juntos e Matheus fez vários vídeos de agradecimento ao ator.

https://www.instagram.com/p/CDnIcz0FBRg/

Apoio jurídico

Em uma conversa com Matheus, ele nos informou que a empresa iFood, para quem ele presta serviço, está fornecendo todo apoio jurídico neste momento.

Além disso, a empresa também deixou uma nota de repúdio, no perfil do Twitter:

Racismo é crime. Nós, do iFood condenamos qualquer forma de preconceito ou discriminação e por isso nos solidarizamos com o entregador Matheus, vítima do crime racial praticado por um consumidor na cidade de Valinhos conforme vídeo que circula nas redes sociais“, postou a empresa.

 

E seguimos acreditando e confiando em dias melhores!

 

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,839,477SeguidoresSeguir
24,786SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem usa moto aquática para resgatar pessoas ilhadas em alagamento na Grande São Paulo

“Comecei a salvar uma pessoa, duas, quando vi já tinha socorrido umas 20 pessoas”, conta o motoboy Rafael Almeida, que usou uma moto aquática...

Vídeo mostra o amor incondicional sendo praticado no meio da rua

O programa americano “O que você faria?” coloca as pessoas em situações difíceis para mostrar o que elas fariam. Em um dos episódios mostrava um...

Jovem devolve para dona iPhone furtado que comprou pela internet

O analista de marketing Arthur Pacini, de 24 anos, comprou um iPhone 5 através de um site de vendas e ao ligá-lo percebeu que...

Casal se pede em casamento ao mesmo tempo sem combinar

Parece até roteiro de filme, mas é a vida real, apesar do cenário ser a Disney.

Tal mãe, tal filha: foto de pilotas viraliza nas redes sociais

Uma foto de mãe e filha que chegaram a pilotar juntas um voo da Delta Air Lines se tornou viral nas redes sociais e...

Instagram

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h 1