Motorista do Rio faz cartaz improvisado para divulgar negócio da filha e história viraliza: “ganhei quase 30 mil seguidores”

Pai é pai mesmo, o tempo todo. A atitude de um motorista de ônibus viralizou esta semana. Seu Tarciso colocou anúncios que ele mesmo escreveu à mão do negócio da filha, Thainá, que faz salgadinhos em Belford Roxo (RJ).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No cartaz, seu Tarciso pede para os passageiros seguirem o perfil @salgadinhosdathai. “Ele decidiu colocar o anúncio porque eu comentei que queria bater 2 mil seguidores no instagram e ele falou que iria me ajudar pedindo a amigos e passageiros”, disse Thainá. A página simplesmente pipocou de seguidores, já tem mais de 35 mil (e contando).

Depois que viralizou, minhas vendas aumentaram de uma maneira muito rápida. Minha vida agora é outra, estou conhecida até fora do país“, disse Thainá.

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar)

“Disparou depois do post do Razões, uns 20 mil eu acho. Eu tinha 15 mil e agora tenho 35 mil. E eu recebi muitas mensagens das pessoas dizendo que veio pelo Razões. Tem até comentários nas fotos do feed de pessoas vindo por eles”, disse.

Print de postagens do Instagram
Reprodução: Instagram

Seu Tarciso trabalha como motorista de coletivo há mais de 30 anos. Ele não só fez o anúncio, como também escreveu cartões pequenininhos em folhas de papel para entregar aos passageiros.

Bilhetinhos escritos à mão em papel com liga
Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Achei essa atitude dele a coisa mais linda e fiquei muito emocionada. Ele sempre me apoiou em tudo“, disse Thainá, que foi criada pelo pai desde os 9 anos de idade, depois que seu Tarciso se separou da mãe de Thainá.

Filha dando beijo no pai em cenário de festa de aniversário com balões laranjas, bolo e salgadinhos
Foto: Arquivo pessoal

“Sempre fomos nós dois em tudo e para tudo. Meu pai sempre esteve presente na minha vida, sempre foi um pai exemplar, cresci vendo a luta dele para me criar e hoje crio a minha filha da mesma maneira”, contou Thainá, que tem uma garota de 10 anos.

Homem com filha e neta em cenário de festa de aniversário com balões laranjas, bolo e salgadinhos
Thainá cria a filha da mesma forma que foi criada pelo pai. Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Thainá começou a fazer salgados em 2017. E essa história de ajuda familiar no negócio é antiga. Foi uma tia que a incentivou a fazer os salgados para vender.

Cartaz de papel colocado em ônibus

“Íamos fazer um bolinho para comemorar os 6 anos da minha filha e pedi a uma tia para fazer salgados para a festinha. Na época eu estava desempregada então a minha tia me incentivou a vender salgadinhos e disse para eu colocar uma placa no portão e vender pequenas porções, na mesma semana da festa vendi todos os salgadinhos que tínhamos feito para a festa da minha filha e tivemos que fazer novamente”, disse.

Mulher com farda e toca de loja de salgadinhos sorrindo para selfie
Foto: Arquivo pessoal

Então esses salgados devem ser muito bons mesmo, como disse seu Tarciso nos anúncios.  “Eu diria que ele mudou não só a minha vida, mas sim a nossa vida, que eu o amo muito e que ele sempre foi TUDO para mim“, finalizou.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,833,017SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

15 ideias para manter sua árvore de natal à provas de bichos de cães e gatos

Quem tem catioro ou gatíneo sabe que eles simplesmente são fascinados por árvores de natal ou qualquer outro elemento decorativo desta época. Eles AMAM ver...

Gari dança enquanto coleta o lixo em Goiás e vídeo viraliza

O gari Luiz Fernando Sabino de Sousa, de 23 anos, ganhou a web nesta segunda-feira (25), após um vídeo dele dançando ser publicado nas...

Paraplégica posa de lingerie com o objetivo de mostrar a sensualidade de deficientes

Em 2010, a americana Rachelle Friedman Chapman, então com 24 anos, sofreu um sério acidente durante sua despedida de solteira que a deixou paralítica do peito...

Desempregada recebe mensagens racistas e gordofóbicas de “profissional” de RH e recebe apoio de internautas

A Marcela não tem abaixado a cabeça para as dificuldades que aparecem em sua vida, principalmente após a pandemia. Só que algumas pessoas sempre surgem...

Campanhas desmistificam estereótipos e preconceitos sobre a comunidade muçulmana

O ataque terrorista do grupo radical Estado Islâmico em Paris, na última sexta-feira, que matou mais de 129 pessoas e deixou outras 352 feridas...

Instagram