Mulher adota dupla de cães que se conheceram em abrigo e viraram amigos: ‘Merecem ficar juntos’

Os cães Bobby e Rex passaram meses esperando serem notados por uma família adotante no abrigo da ONG ‘Ajuda para Alimentar Cães’, localizada na Ilha da Madeira (Portugal).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Felizmente, a espera foi recompensada: os doguinhos resgatados das ruas foram acolhidos por uma mulher aposentada que adora cães. De acordo com a ONG, Bobby e Rex se conheceram no abrigo e são considerados amigos inseparáveis pelos voluntários.

Saber que ambos foram adotados pela mesma pessoa é ótimo, pois eles vão continuar nutrindo a amizade que construíram enquanto aguardavam acolhimento. Mais do que amigos, agora eles são irmãos!

“O Rex e o Bobby foram adotados!!! 🥰💞🥳🐶”, postou a ONG no Facebook.

mulher adota cães de abrigo amigos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Já assistiu o Jornal do Razões? Olha essa notícia que linda:

“Ficamos muito felizes em saber que eles foram adotados em conjunto por uma tutora de bom coração. Eles merecem! Uma nova e confortável vida se inicia a partir daqui“, completou a ONG.

A publicação do último domingo já acumula mais de cinco mil curtidas e comentários dos internautas. Confira alguns abaixo:

“Que sejam muito felizes na nova família peludinhos lindos!”, escreveu a internauta Lilia Rodrigues. “Obrigadaaaaaa por dar uma casa e amor à esses anjinhos. Deus lhe dê tudo de bom”, disse Natercia Miranda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Gracias a quem adoptou, gente de bon coração”, postou Alice Da Silva Cortez. “Fico tão contente, mesmo! Impressionou-me imenso o estado desses dois queridos. Muita felicidade para todos ❤️❤️❤️, completou Teresa Sene.

Pomba que não consegue voar e chihuahua que não anda se tornam amigos inseparáveis

Mulher adota dupla de cães que se conheceram em abrigo e viraram amigos: 'Merecem ficar juntos' 1

Enquanto os seres humanos estão sempre em busca de semelhanças em seu círculo de amizades, os animais ensinam que amigos de verdade não estão nem aí para as diferenças. Este é o caso do chihuahua Lundy, que não pode andar, e da pomba Herman, impossibilitada de voar.

O doguinho tem apenas 2 meses e sofre de danos na medula espinhal, por isso não anda. Já Herman é um pássaro que nunca conseguiu voar. Os dois vivem na Fundação Mia em Nova York (EUA), que resgata animais que nasceram com problemas de saúde ou deficiências físicas, para que possam ser adotados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os dois bichinhos compartilham uma deficiência, mas encontraram conforto na companhia um do outro. Herman já vivia na fundação há algum tempo, quando o filhotinho de chihuahua chegou e foi automaticamente “adotado” por ele. Leia a história completa clicando aqui.

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

Assista também:

Fotos: Reprodução / Facebook: @ajudaaalimentarcaes

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM








Mulher adota dupla de cães que se conheceram em abrigo e viraram amigos: 'Merecem ficar juntos' 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,144,541SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Você nunca mais vai ver bailarinas do mesmo jeito depois dessas fotos

O fotógrafo russo Alexander Yakovlev captou com uma precisão que nunca vimos antes movimentos e expressões corporais. Com uma mistura brilhante de movimentos de dança,...

Artista de 102 anos assiste a si mesma dançando pela primeira vez na vida

Quando esta senhora de 102 anos, chamada Alice Barker dançou e na linha de frente de uma apresentação de dança entre as décadas de...

Professora pede para aluno raspar sua cabeça como forma de apoio ao menino

Após um estudante ser intimidado por seus colegas por causa de sua cabeça raspada, sua professora lhe deu uma máquina na mão para que...

“Pensei como seria bom termos uma associação de ELA para se evitar o que aconteceu comigo”

Sabe aquelas histórias em que a protagonista se coloca no lugar de quem enfrenta os mesmos desafios e que, portanto, faz questão de tornar...

Voluntária em abrigo de Sacramento (MG) adota 2 crianças e 3 adolescentes

“A maternidade através da adoção me fez a mulher mais feliz do mundo.”

Instagram

Mulher adota dupla de cães que se conheceram em abrigo e viraram amigos: 'Merecem ficar juntos' 4