Mulher adota idosa que viveu durante 50 anos em hospital

A cuidadora Glaucia Andressa Santos Gomes, de 29 anos, de Araraquara, teve uma atitude digna de um roteiro de filme. Em 2010, ela começou a trabalhar como copeira no hospital Beneficência Portuguesa, e conheceu a Cotinha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela chegou ao hospital ainda criança, com seu irmão de apenas quatro anos, ambos vítimas de um atropelamento por caminhão.  O irmão teria chegado morto e ela totalmente enfaixada. Ninguém sabe qual o nome verdadeiro da mulher, nem sua idade, nem mesmo a data exata de quando ela chegou ao hospital.

Com estimativa feita pelos funcionários, a idosa tem atualmente entre 62 e 65 anos.

As poucas informações que existem sobre ela foram passadas boca a boca por funcionários, sem ter como comprovar sua veracidade. Eles acreditam que as freiras que faziam o atendimento do hospital na época que ela chegou, se sensibilizaram com a sua situação e, como nunca ninguém a procurou, passaram a cuidar dela.

Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais tarde, o local foi privatizado, as freiras foram embora e Cotinha ficou. Por muito tempo ela morou em um quarto ao lado da lavanderia, onde trabalhava passando e dobrando roupas. Depois, os funcionários pediram para que ela fosse transferida, devido aos seus problemas respiratórios que eram agravados pela umidade da lavanderia. Ela, então, foi para a cozinha, onde limpava mesas e guardava utensílios. Foi lá que Glaucia a conheceu.

No entanto, em 2016,  o hospital fechou, pegando todos de surpresa. Com isso, a idosa com problemas mentais e sem fala ficaria sem um lar. Tomada por desespero, Glaucia foi atrás de Cotinha para adotá-la.

A cuidadora levou a idosa para sua casa, colocou-a no quarto da filha e passou a tomar conta dela, mas a família não conta com muitos recursos. Glaucia também está tentando emitir os documentos da Cotinha, que tem uma certidão de nascimento cujo seu nome é “Maria de tal”, e com origem desconhecida.

A idosa caminha com alguma dificuldade – provavelmente uma sequela do acidente – , mas é bastante independente. Mesmo assim, as duas passaram alguns sufocos, como quando Cotinha teve pneumonia.

Recentemente, Cotinha caiu na porta de casa e quebrou o braço. Um tombo bobo, mas que teve consequências sérias. Diante disso, Glaucia percebeu que o futuro será de bastante trabalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Glaucia também pede ajuda para sustentar Cotinha até conseguir uma renda fixa para a idosa.

Ajuda

Quem quiser ajudar com roupas ou alimentos pode entrar em contato com a Glaucia nos telefones (16) 98200-9625 ou 99963-2598.

Via

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Heineken inaugura parque eólico em Aracajú (CE) para reduzir emissão de CO2

A companhia deixará de emitir 12 mil toneladas de CO2 por ano, proporcional a novas 400 mil árvores plantadas.

Tailandesa proibida de estudar por não ter braços hoje é professora e advogada

"Não queria que os outros ditassem o que eu poderia ou não poderia fazer porque sou deficiente"

Criança salva sua própria família de carro em chamas após acidente

Heróis da vida real estão por toda a parte. Neste caso, é um menino de 11 anos que merecia ganhar uma capa! Anthony Canales...

Casal junto há 37 anos sempre se veste com incríveis looks combinados no Japão

Dizem que quando você está há muito tempo com alguém, invariavelmente você adquire hábitos do(a) seu(a) parceiro(a). Bom, mas este casal japonês foi um...

Menino de 4 anos oferece recompensa para quem achar seu cãozinho perdido [VÍDEO]

O animalzinho é da raça pinscher e atende pelo nome de Faísca. “Ele é preto, na frente e aqui [mostrando a cabecinha] e branco aqui [mostrando o peito]”, descreveu Guilherme.

Instagram