Mulher adotada à procura de família acaba encontrando o próprio filho biológico através de teste de DNA

Uma mulher de Indianápolis, nos Estados Unidos, conheceu o filho biológico que ela nunca soube que existia através de testes de DNA – 25 anos depois de doar seus óvulos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Kristin Schoonveld foi adotada ainda bebê em 1969, após ser entregue por seus pais ao Estado. Na idade adulta, ela começou a buscar testes de DNA na esperança de rastrear seus pais biológicos.

Em 2019, Kristin enviou seu DNA para a “23andMe” – uma empresa que oferece testes de DNA com discriminação de ascendência – e ficou chocada ao encontrar uma correspondência indicando que ela tinha um filho.

Mulher adotada à procura de família acaba encontrando o próprio filho biológico através de teste de DNA

Kristin, 52, primeiro assumiu que era “algum tipo de erro” porque ela nunca esteve grávida. Mas ao clicar no perfil, percebeu que o jovem realmente se parecia com ela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela continuou lendo e descobriu que seu “filho” foi concebido por meio de fertilização in vitro. E assim como ela, ele estava procurando por sua família biológica.

Kristin logo se lembrou de algo que ela fez anos atrás – ela doou seus óvulos anonimamente para um casal que lutava para conceber. Ela se inspirou a fazer isso depois de ler um artigo sobre doação de óvulos em 1994.

Mulher adotada à procura de família acaba encontrando o próprio filho biológico através de teste de DNA 1

Kristin, intrigada, se candidatou a doadora, e um casal logo a selecionou. Após meses de injeções hormonais, ela viajou para a Califórnia para a recuperação do óvulo.

Nos anos seguintes, a norte-americana disse que “ocasionalmente se maravilhava” com a ideia de que pudesse ter um filho biológico por aí, mas raramente pensava nisso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Avançando para junho de 2012, ela participou das Olimpíadas Especiais e encontrou um jovem com síndrome de Down chamado Nick, que ela conhecia há décadas, quando ainda estava na faculdade.

Naquela época, Kristin tirou um semestre de folga para trabalhar em uma sala de aula de educação especial da segunda série, onde Nick era um aluno de nove anos.

A dupla foi “fraternalmente atraída um pelo outro desde o início”, e ela até foi babá dele durante o verão. Infelizmente, eles acabaram perdendo o contato. Então, quando eles se encontraram novamente nas Olimpíadas Especiais, tornou-se a oportunidade perfeita para eles se reconectarem.

Mulher adotada à procura de família acaba encontrando o próprio filho biológico através de teste de DNA 2

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando a mãe de Nick, Grace, foi diagnosticada com câncer de pulmão, eles se aproximaram ainda mais. Kristin costumava visitá-lo e continuou a fazer isso depois que Grace faleceu aos 60 anos em janeiro de 2015.

Kristin também formou um vínculo com o pai de Nick, Brian, e eles logo se apaixonaram. O casal se casou em janeiro de 2018 e ela adotou legalmente Nick quatro meses depois.

O processo de adoção foi concluído no mesmo tribunal onde a norte-americana foi adotada quando bebê, o que despertou seu interesse em aprender mais sobre sua família biológica.

Foi assim que ela acabou no “23andMe” no final de 2019, procurando por seu verdadeiro pai. Na época, ela já havia encontrado sua mãe biológica no portal “MyHeritage”.

Kristin, em vez disso, encontrou seu filho através de testes de DNA: Parker Erickson, 26, que foi concebido por fertilização in vitro através de um óvulo de uma doadora. Quando ela leu esse pedaço de informação, se lembrou de sua doação de óvulos todos aqueles anos atrás.

Mulher adotada à procura de família acaba encontrando o próprio filho biológico através de teste de DNA

Erickson tinha ido ao mesmo local não apenas para encontrar sua mãe biológica, mas também para ver se ele tinha algum irmão que não conhecesse.

“Sempre havia aquela pergunta no ar, tipo: ‘Poderia haver outra pessoa?”, ele disse. “Meus pais disseram que não. Mas por mais esperançosos que [minha namorada] Kaylee e eu estivéssemos, por mais esperançosos que eu fosse, pode ter havido alguém.”

Kristin e Erickson começaram a conversar e, em novembro de 2019, ela e Nick viajaram para Indiana para conhecer Erickson e seus pais.

Ela descreveu o encontro como “amor instantâneo”, dizendo: “É como se eu o conhecesse a vida toda”.

Como se vê, o sentimento era mútuo.

Mulher adotada à procura de família acaba encontrando o próprio filho biológico através de teste de DNA 3

“Era como sair com pessoas que eu já conhecia”, disse Erickson. “Foi instantaneamente fácil amar um ao outro.”

Erickson disse que sempre quis um irmão, e conseguiu quando conheceu Nick.

A mãe e o filho mantiveram contato desde então, com Erickson seguindo os passos de sua mãe ao se candidatar para ser voluntário nas Olimpíadas Especiais locais em Boulder, onde ele e sua namorada se estabeleceram.

“Nós estabelecemos um relacionamento que vai durar o resto de nossas vidas”, completou a mãe.

Fonte: People
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,539SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

E se as animações da Disney/Pixar fossem sobre o folclore brasileiro?

Nosso país tem uma rica cultura e o folclore brasileiro não fica para trás, são dezenas de contos e histórias que ouvimos quando crianças...

Foto de Assistente Social ninando criança após o expediente viraliza nas redes sociais

A profissão de Assistente Social é uma das mais nobres e, ao mesmo tempo, uma das mais desgastantes emocionalmente. Jason Heckman sabe disso como...

Brasileiros juntam o lixo em estádio depois da vitória da seleção

Essa notícia vai para as pessoas (leia-se: nós brasileiros) que disseram que – nós mesmos, brasileiros! Nunca faríamos algo similar aos japoneses e senegaleses:...

Vídeo mostra Pit Bull sendo beijado no focinho por um bebê

A pureza do amor entre animais e crianças é encantador. Nesse vídeo abaixo, um Pitbull está deitado tranquilamente no sofá de sua casa, e um bebê...

Jovem troca presentes de aniversário por doação de alimentos para pessoas carentes em SP

No ano passado, Laura Beatriz, então com 15 anos, precisou adiar sua festa de aniversário devido às restrições impostas para frear a pandemia de...

Instagram

Mulher adotada à procura de família acaba encontrando o próprio filho biológico através de teste de DNA 5