Ela venceu o câncer de mama e aprendeu a ser feliz com o seu novo corpo. “Os seios não me definem como mulher”

O câncer de mama é o tipo de tumor que mais mata mulheres no mundo. Não é à toa que a campanha Outubro Rosa se firmou tanto. E a mastectomia – cirurgia para retirada das mamas – muitas vezes, pode acabar totalmente com a autoestima de uma mulher.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas dá para mudar a sua relação com o corpo, mesmo tendo passado por uma situação tão difícil. A canadense Christina Belding, mostra que é possível e vem ajudando firmar essa ideia para todas as mulheres que precisam superar a cirurgia.

Olha ela toda livre na praia!

mulher supera câncer de mama
Foto: Instagram

Mesmo podendo vender o cabelo para pagar o aluguel e não serem despejadas, irmãs cortam e doam para mulher com alopecia. Ajude nessa vaquinha!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Cirurgia

Aos 52 anos, Christina precisou encarar o diagnóstico do seu médico, que indicava a cirurgia para a remoção completa das mamas. Sem o procedimento, ela ainda corria grande risco de não sobreviver ao câncer.

mulher supera câncer de mama

Meus seios tiveram que ser removidos. Fico feliz que tenha sido assim, porque não há mais risco de nada. Já tinham bons momentos de sobra, por isso preferi afastá-los a ter que me reinventar com um par artificial. Além disso, ter seios não precisa me definir como mulher.”, comenta Christina.

mulher supera câncer de mama

Aceitação do corpo

Christina precisava superar a cirurgia e todas as lembranças ruins que o câncer lhe deixou. E foi através das redes sociais, ajudando outras mulheres, que conseguiu entender que seu corpo havia mudado, mas ela ainda tinha uma vida inteira pela frente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Christina tem uma voz forte de empoderamento. Ela não só fala de superação, mas faz todas as mulheres refletirem sobre o próprio corpo, sobre o que é e o que não é padrão.

Mulher supera câncer de mama

Em uma sociedade onde a reconstrução mamária é norma, Christina vai contra tudo isso e desfila, segura e deslumbrante pela praia…e sem camisa ou a parte de cima do biquíni!

Os seios se aposentaram precocemente. Fico feliz que eles tenham partido porque me sinto mais segura“, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mulher supera câncer de mama

E ela conta que nunca considerou a reconstrução da mama porque envolveria mais cirurgias e mais riscos de complicações e implantes.

Para ela, nada disso valia a pena para seios que não teriam nenhum sentimento e não serviriam a nenhum propósito além de “ficar bem em uma camisa”.

Maravilhosa que chama, né?

Fonte: Upsocl

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,130,150SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Morador de rua chora com presente de aniversário surpresa que recebeu

Para muitos, essas pessoas são invisíveis, passando desapercebidas todos os dias. Porém, algumas vezes pessoas de bem vem trazer algum conforto a essas pessoas. Este...

O mais poderoso comercial anti-racismo que você já viu

Esse anúncio Português, criado há 15 anos em comemoração ao 50 º aniversário da adoção da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Organização das...

Músico acreano produz guitarras incríveis com madeira certificada

As guitarras são feitas com madeira certificada pelo FSC® e surpreendem pela beleza rústica e sonoridade única.

Estudo comprova que quem tem amigos é mais feliz

A gente sabe que os amigos são a família que escolhemos ter, e que estar perto deles nos faz mais felizes e completos. Essa...

Em SP, faculdade inaugura biblioteca comunitária aberta 24 horas por dia

Na cidade de São Paulo, no bairro da Vila Mariana, está localizada uma das mais conhecidas faculdades de comunicação, a ESPM - Escola Superior...

Instagram

Ela venceu o câncer de mama e aprendeu a ser feliz com o seu novo corpo. "Os seios não me definem como mulher" 2