Mulher de 84 anos se dedica inteiramente a leitura e lê um livro por semana

Tereza Balbina Teixeira, de Arcos, Minas Gerais, tem 84 anos e é aposentada. Ela possui um hábito que muitas pessoas deveriam incluir em sua rotina: a leitura. Ela aprendeu a ler e escrever sem frequentar a escola e como não gosta de rádio ou de televisão, dedica boa parte de seu tempo a esse hobby. Dona Tereza lê no mínimo um livro por semana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Comecei a ler tem uns cinco anos. A leitura foi abrindo a minha mente, porque eu era uma pessoa muito ignorante, muito explosiva. Qualquer coisa eu queria levar tudo ‘no peito’. Depois que eu aprendi a ler, eu fui pondo tudo na cabeça e graças a Deus eu consegui me libertar. Agora nada me apavora, nada me amedronta, não tenho medo de nada, até as preocupações acabaram um pouco”, comenta.

Sua neta, Paula Teixeira contou que sua família pega livros emprestados com diversas pessoas e leva para a aposentada.

“A gente traz cinco ou seis livros de uma vez e em duas ou três semanas ela lê todos”, comenta.

Mulher de 84 anos se dedica inteiramente a leitura e lê um livro por semana 1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A aposentada gosta de vários gêneros de livros, mas não esconde a sua predileção pela área de psicologia.  Ela também gosta muito da Zíbia Gasparetto e de livros como “A Cabana”.

Mulher de 84 anos se dedica inteiramente a leitura e lê um livro por semana 2

História de força

Dona Teresa aprendeu a ler a escrever sem frequentar a escola. Ela foi  criada na roça e aos 15 anos perdeu a mãe, o que a fez usar todo o seu tempo para cuidar dos irmãos. Estudou por quatro meses em casa, tendo aulas com um professor chamado “Anibra”, contratado pelo pai dela.

Casou-se aos 22 anos e continuou morando na roça por mais 13 anos. Depois disso, a família veio morar na cidade. Foi nessa fase que ela sofreu muito com a perda dos filhos. Um neto e o marido também faleceram. Dona Tereza é uma mulher de fé, e diz que Deus deu a ela muita força para passar por esses momentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O meu maior desejo é que minha história sirva de inspiração e exemplo para pessoas que sofrem pela perda de um filho ou algum problema de saúde. Deus sempre vai amparar os filhos Dele e dar força para a gente vencer qualquer situação”, afirma.

Via

Fotos: Jornal CCO 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,850,069SeguidoresSeguir
24,944SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Que tal uma vida sem braços e pernas, já pensou nisso?

Quem nunca ouviu alguém dizendo: ‘Não sei o que fazer!’ Às vezes algumas pessoas, amigos e até mesmo nós, nos encontramos em momentos aparentemente...

Príncipe William faz história ao estampar capa de revista LGBT

O príncipe William, filho do príncipe Charles e neto da rainha Elizabeth II, é o rosto sorridente na capa da edição deste mês da...

Neto dá videogame para avó sem imaginar que ela ficaria viciada

O que os netos costumam dar de presente para as suas avós? Coisas de vó? Sim, na maioria das vezes. Mas não foi o...

Fotógrafa faz ensaio de pessoas que não se encaixam em formas padronizadas de identidade e orientação sexual

A fotografia queer de Molly Landreth revela o lado mais belo de pessoas especiais por serem elas mesmas, e não fingirem ser o que...

Instagram

Mulher de 84 anos se dedica inteiramente a leitura e lê um livro por semana 4