Após vaquinha, mulher com doença rara consegue comprar casa adaptada no Ceará

0
2219
Mulher com xeroderma em frente a casa nova
Karine conseguiu comprar uma casa nova após vaquinha da VOAA. Foto: reprodução/Instagram VOAA

Você se lembra da história da Karine? A cearense de 30 anos, lá de Fortaleza, recebeu a força de uma vaquinha da VOAA para custear o tratamento de uma doença rara chamada xeroderma pigmentoso. Com ela, qualquer contato com o sol causa lesões gravíssimas na sua pele e que geram tumores cancerígenos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o apoio de 2.480 transformadores, a nossa campanha conseguiu arrecadar R$ 159.640 mil. Este valor foi destinado para os tratamentos e remédios da Karine, mas também para a compra de uma casa maior, já que ela mal pode sair de casa devido ao risco de mais lesões.

Não à toa, ela está toda feliz! É perfeita para ela, para o marido e os dois pequenos que moram com eles. Dá uma olhada só na casinha que eles compraram!

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A post shared by VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes)

Para não agravar o seu estado de saúde, é essencial que ela tenha espaço suficiente e que evite sua exposição aos raios solares.

Nos últimos meses, Karine também descobriu um câncer que está enraizado no seu crânio. Ela fará em breve uma cirurgia para a remoção do tumor – procedimento considerado de risco.

Torcemos por você, Karine! Que sua cirurgia seja um sucesso e você continue nos ensinando a viver com esperança e felicidade, independentemente dos obstáculos. 🙏

O seu Cido também precisa da sua colaboração: ele vive em condições insalubres e, mesmo assim, não deixa de ajudar animais vítimas de maus tratos. Clique aqui e apoie!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.