Mulher em coma por Covid acorda no dia em que seus aparelhos seriam desligados nos EUA

Bettina Lerman, 69, passou mais de 30 dias em coma após contrair Covid-19 e desenvolver os sintomas mais graves da doença em Portland, nos EUA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No dia 29 de outubro, dia em que os aparelhos que a mantinham viva seriam desligados, a idosa despertou do coma, surpreendendo seus médicos e familiares, que consideram o caso um milagre!

Os parentes da norte-americana decidiram autorizar o desligamento depois que a equipe médica dela explicou que não havia chances de Bettina sobreviver. Em entrevista ao jornal ‘Washington Post’, Andrew, filho da idosa, disse que o hospital afirmou que sua mãe jamais acordaria.

Mulher em coma por Covid acorda no dia em que seus aparelhos seriam desligados nos EUA 2

Bettina desenvolveu os sintomas mais agudos da Covid porque é diabética e havia passado recentemente por uma cirurgia de implantação de marcapasso quádruplo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na época, os médicos explicaram que os pulmões dela estavam “completamente destruídos” pelo vírus e que ela precisava ser entubada.

Andrew contou que, com o terrível prognóstico da mãe, ele e seus irmãos foram até a cidade de Tavares, na Flórida, e entregaram a casa alugada onde Bettina morava e doaram muitos de seus pertences.

Logo começaram a planejar o funeral, inclusive a ponto de escolher o caixão, a lápide e a roupa com a qual ela seria enterrada. “Queríamos que minha mãe tivesse a melhor cerimônia póstuma possível”, explicou o rapaz ao Washington Post.

No último dia 29, Andrew recebeu uma ligação da unidade hospitalar, cujo diretor explicou que sua mãe havia despertado! O rapaz ficou tão chocado com a notícia maravilhosa que deixou o telefone cair.

Mulher em coma por Covid acorda no dia em que seus aparelhos seriam desligados nos EUA 3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um mês depois de despertar, Bettina segue internada e recebendo auxílio de um respirador.

Ela já deixou a UTI e em breve começará um tratamento de reabilitação. “É um milagre médico”, disse um médico do hospital.

Antes de contrair Covid, a idosa estava na cidade de Portland para cuidar do ex-marido, que tem câncer. Ela planejava tomar a vacina anti-Covid quando retornasse à Flórida, mas ficou doente antes.

Todos que mantinham contato com Bettina foram contaminados pelo vírus, incluindo Andrew, sua esposa e o ex-marido – felizmente, todos já se recuperaram.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Até então, Andrew, que também não tinha tomado a vacina, disse que contrair a doença e ver a gravidade do caso de sua mãe o levaram a repensar a decisão de não se vacinar, e que ele agora irá buscar a imunização.

Assista ao vivo os ganhadores do Prêmio Razões para Acreditar, dia 07/12 às 18h! Ative as notificações clicando aqui.

Fonte: Isto É
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Conheça a história de mulheres em cargos de liderança que promovem a inclusão e derrubam preconceitos

Não existe maneira melhor de falar sobre Guacira e Débora senão através de palavras como inspiração. Por motivos diferentes, mas também por qualidades e...

Ivana, homem trans gay da novela “A Força do Querer” vai engravidar

Não tenho assistido a novela das 21h da Rede Globo, "A Força do Querer", o que tenho acompanhado é sobre talvez um dos personagens...

10 formas de ajudar as vítimas do ciclone Idai em Moçambique, no Zimbábue e Malauí

Agora é o momento de ajudar os sobreviventes, e você pode fazer isso sem sair de casa!

“Dou o pontapé inicial na vida dessas pessoas”, diz cabeleireiro que fez transformação em sem-teto em SP

Na última quinta-feira (31), noticiamos aqui no Razões a história do cabeleireiro Leandro Matias, que ajudou um morador em situação de rua com uma...

Policial visita menino para tranquilizá-lo sobre ‘monstros escondidos’ em seu quarto

O garoto de imaginação fértil passou a se recusar dormir sozinho em seu quarto por medo de ser 'atacado' pelos monstros e vilões que acreditava estar à espreita na nova casa.

Instagram

Mulher em coma por Covid acorda no dia em que seus aparelhos seriam desligados nos EUA 4