Mulher anuncia faxina em troca de refeição em BH e se surpreende com respostas

A faxineira Ana Paula Oliveira, 38 anos, repercutiu fortemente nas redes sociais nesta semana após uma atitude drástica. Sem emprego e com fome, ela recorreu ao Facebook para fazer um post anunciando um serviço de faxina – como pagamento, ela pediu apenas uma refeição.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O anúncio foi feito em um grupo, onde Ana Paula ainda afirmou que não era preciso sequer pagar a passagem para que ela fosse até a residência realizar a limpeza. A reação do post gerou milhares de reações dos usuários, em suma maioria positivas, e acabou surpreendendo a mulher, que tinha ciência do risco de se expor dessa forma na internet. No final das contas, Ana Paula só queria comer.

“Somente hoje, imperdível! Limpo sua casa a troco de uma refeição! Válido para BH, passagem não incluída”, anunciou Ana em um grupo de vendas no Facebook. Em questão de minutos, os internautas começaram a comentar.

[Conheça a história da Liliane: mulher, negra, periférica, que conseguiu uma vaga em uma das faculdades mais renomadas do mundo e criou uma vaquinha para custear sua estadia, saiba como ajudá-la aqui.]

Em entrevista ao site BHAZ nesta quinta (25), ela contou ter ficado “estarrecida” com o retorno fantástico que recebeu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Em momento de desespero, sem emprego fixo e com a despensa de casa vazia, a diarista Ana Paula Oliveira, de 37 anos, apelou para uma estratégia extrema: postou um anúncio nas redes sociais oferecendo serviço de faxina em troca de uma refeição! Só que ganhou muito mais do que isso: a solidariedade. A publicação comoveu muita gente e Ana Paula recebeu propostas de serviço, doações e até mesmo ajuda para buscar uma recolocação profissional. “Foi surpreendente. Postei com a ideia de que uma pessoa ou outra mais próxima me oferecesse a faxina em troca da refeição para me ajudar, mas muita gente me procurou. Não esperava. Algumas pessoas perguntaram: ‘Onde você mora? Quero te ajudar. Vou levar algo para você.’ Outros perguntaram quanto era minha faxina, dizendo que pagariam o valor para mim”, relata. ⠀ Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal ⠀ #faxina #refeição #solidariedade #bh via @diariodepernambuco

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu fiz aquele post desesperado esperando uma respostinha só. A ideia era tirar do ar assim que alguém demonstrasse interesse, mas foram muitas respostas e muito rápido. As pessoas me ofereceram comida, trabalho”, contou. “Eu fiquei chocada e estarrecida, sabia que estava me arriscando com tamanha exposição, mas eu precisava comer. Me emocionou demais, já que eu esperava até mais críticas do que auxílio. Fechei faxina na casa de uma moça, tenho agenda até sábado e ainda preciso responder outras mensagens”, contou toda empolgada.

Leia também: Professor coloca a criançada para faxinar a escola em Floripa para aprenderem a valorizar as faxineiras

Ana Paula está sem emprego com carteira assinada há pelo menos seis anos, quando perdeu o emprego de operadora de crédito em uma empresa de telemarketing da capital mineira.

Hoje, ela faz o que pode no mercado informal para sobreviver. “Desde de 2013 eu tenho tentado toda forma de sobrevivência fazendo um pouco de tudo para não ficar parada, para ter o que comer e onde morar”, explica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mulher anuncia faxina em troca de refeição em BH e se surpreende com respostas

Ana já foi diarista, ambulante, vendedora. “Eu tenho ensino médio e informática, como todo mundo, mas com a diferença de que tenho 38 anos. Muita gente questiona como uma mulher dessa idade não consegue se manter, mas é complicado. Eu tenho interesse em me qualificar, eu preciso de uma profissão para voltar ao mercado”, diz.

Leia também: Supermercado disponibiliza gratuitamente alimentos para quem tem fome

Ana recebeu diversos pedidos para fazer faxina, e suporte para que consiga um emprego formal. “Tem muita gente me procurando pra ajudar. Recebi doações de roupas pra que eu me apresente melhor, também vão imprimir currículos para que eu leve nos locais. Isso tudo pra mim é uma prova do sobrenatural, mas acima de tudo de que as pessoas não são totalmente frias como a gente ouve dizer. As redes sociais têm muita gente calorosa e também servem para aproximar as pessoas. Eu só tenho a agradecer”, pondera.

Mulher anuncia faxina em troca de refeição em BH e se surpreende com respostas

A faxineira também aproveitou para rebater as poucas, mas existentes, críticas que recebeu e diz que sua intenção jamais foi “aparecer”. Para ela, essas pessoas precisam “abrir os olhos para perceber a realidade”. “Muita gente duvidou que eu estava oferecendo a faxina para ter o que comer, mas não é difícil ver em outros grupos pessoas anunciando serviços de limpeza por R$ 40. É desesperador não ter o que comer e não ter oportunidade”, conta.

Doações

Um grupo de mulheres no Facebook está se mobilizando para recolher doações e mantimentos para Ana Paula. Quem tiver interesse em ajudar, inclusive com alimentos, pode procurar o Brechó Cadê Tereza, que fica na Savassi. O local fica na rua Tomé de Souza, 821, e atende no telefone (31) 3225-7039.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: BHAZ/Fotos: Arquivo Pessoal

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

996,567FãsCurtir
1,940,686SeguidoresSeguir
9,507SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

USP cria ventilador pulmonar de baixo custo com tecnologia 100% brasileira

Cientistas da USP desenvolveram um protótipo de ventilador pulmonar emergencial capaz de ser produzido em massa para atender a demanda hospitalar de pacientes infectados...

Homem planta 152 milhões de árvores e refloresta manguezal sozinho no Senegal

Um homem aposentado plantou incríveis 152 milhões de árvores em um intervalo de 10 anos às margens do rio Casamansa, no Senegal. Plantando sem parar...

Nesse hotsite especial agrupamos vagas home office para ajudar você

Por conta do coronavirús, as empresas estão adotando o home office para driblar a crise. Para ajudar você que perdeu ou busca por um...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Cliente antecipa pagamentos para salão de sobrancelha passar por crise do coronavírus

A servidora pública Débora Benon, de Brasília (DF), tinha uma viagem planejada com o marido e os três filhos no início de abril. Mas veio...

Instagram