Mulher dá lar temporário para 13 adolescentes de orfanato e acaba adotando um deles

Era para ser apenas um lar temporário, mas a vida está cheia de surpresas, não é mesmo? Que o diga Charity Newman, uma mulher de Tennessee, nos Estados Unidos. Após muitas tentativas para engravidar, todas sem sucesso, ela optou pela adoção.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Charity abriu o seu coração e a sua casa para oferecer um lar temporário para mais de 13 meninos. Ela conta que sempre sonhou em adotar uma menina. Já tinha escolhido até um nome, Adalie Kayte, mas, no fim, acabou adotando Andre, um dos adolescentes que ela abrigou, quando ele tinha 14 anos.

Demorou um tempo para Charity se sentir pronta para a maternidade. Até lá, decidiu que faria a diferença na vida de crianças que estavam no sistema de lar temporário. Ela comentou com o marido sobre a sua vontade de abrir a casa para servir de lar temporário, sem estar certa de que ele toparia.

Mulher dá lar temporário para 13 adolescentes de orfanato e acaba adotando um deles 2
Charity adotou André em uma data especial para ela. Foto: Reprodução/Love What Matters

Passaram-se alguns anos até ele se sentir pronto e dar sinal verde para Charity correr com a papelada. O casal conseguiu a aprovação e Charity começou a contar os dias para ouvir o barulho das crianças correndo pela casa. Os primeiros a ganhar lar temporário foram “J” e “D”, irmãos de 12 e 10 anos, respectivamente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eles me chamaram de ‘mãe’ já no primeiro dia”, lembra. Alguns meses depois, “A” se juntou à família. Ele tinha 14, quase 15 anos, e disse que nunca a chamaria de ‘mãe’. Ele disse: ‘Sem ofensa, mas eu nunca vou te chamar de mãe. Não é uma boa palavra para mim’”, lembra Charity.

Sentimentos confusos

Foi como se sentiu Charity no período em que ficou com os adolescentes. Feliz por oferecer um espaço aos garotos, mas triste ao mesmo tempo, pois a qualquer momento os meninos poderiam voltar para suas famílias biológicas.

Ela diz que ficou próxima da mãe de “J” e “D” e que chegou a passar o Dia de Ação de Graças com a família dela. Disse também que visitava a mãe biológica todas as semanas. Ou seja, os meninos poderiam voltar a morar com a mãe biológica em pouco tempo.

Depois de mais de 10 anos de casamento, Charity e o marido acabaram se separando nesse meio-tempo.

“Para ser honesta, tudo desmoronou muito antes que o pensamento de adoção sequer passasse pela minha cabeça. E para ser mais realista ainda, eu sabia disso o tempo todo. Mas admitir é uma história totalmente diferente”, desabafa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mulher dá lar temporário para 13 adolescentes de orfanato e acaba adotando um deles 3
Foto: Reprodução/Love What Matters

Charity começou a viver uma nova etapa na sua vida. Junto a ela, a possibilidade de adotar, cada vez mais próxima. “A” ainda morava com Charity quando achou que deveria fechar as portas da sua casa para novos lares temporários. Foi então que ela recebeu uma ligação. Um adolescente de 17 anos, “Q”, precisava de um lugar para ficar.

Charity foi informada que “Q” dormia no chão no abrigo, pois não havia camas suficientes no abrigo. Ela topou recebê-lo, oferecendo a cama de “A” para que ele pudesse dormir. Charity também comprou alguns medicamentos para o garoto. Isso tudo poucas horas depois da ligação.

“Q” tinha olhos cansados e logo dormiu. Charity lembra que aconchegou o adolescente enquanto ele dormia, despertando-o do sono. “Q” ficou surpreso com a atitude de Charity, pois essa teria sido a primeira vez que ele recebeu um gesto de carinho como esse. “Q” não está mais no sistema de lar temporário, mas Charity ainda mantém contato com ele por meio das redes sociais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Adoção na data do seu aniversário

Charity adotou Andre no dia 27 de abril de 2021, no seu aniversário de 32 anos. Andre foi o terceiro menino para quem ela ofereceu lar temporário. E depois de dizer que não a chamaria de mãe, hoje é como Andre chama Charity. Eles moram em um apartamento de dois quartos e tem dois cachorros, Dasie e Stetson.

Atualmente, Andre divide o quarto com dois irmãos “temporários”, que devem voltar para suas famílias em breve. Serão os últimos na casa de Charity, mas ela não descarta oferecer ajuda quando for necessário.

Charity ainda é voluntária em um orfanato na cidade onde mora e dá aulas para crianças da quinta série. Andre está no terceiro ano do ensino médio.

“Para nós, nossa família é perfeita. Ele é meu sonho que se realizou”, concluiu Charity.

Quer mais uma história inspiradora? Dá o play!

Fonte: Crescer

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM





Mulher dá lar temporário para 13 adolescentes de orfanato e acaba adotando um deles 5

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,985,520SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Filha escreve carta pedindo que chefe de sua mãe a libere para um evento na escola <3

Olha que fofura, gente... Uma menina pediu, por meio de uma cartinha, que a chefe de sua mãe a liberasse do trabalho para que...

Que tal dar um belo sorriso, e ainda ganhar um cookie por isso?

A agência Euro RSCG da Austrália está mudando de nome e por isso criaram o Project Change, uma série de boas ações para mudar...

Amigos criam site de emprego voltado para transexuais e travestis

Já falamos algumas vezes aqui sobre como é difícil a vida de pessoas trans. O preconceito e a falta de oportunidade são as principais delas. Porém, três...

Casais homoafetivos mandam fotos de seus filhos aterrorizados por terem 2 pais ou 2 mães

Ah, a internet! Em meio de tanta coisa ruim que são publicadas, podemos ver manifestações de amor como essa. Acabamos de ver uma foto que...

Instagram

Mulher dá lar temporário para 13 adolescentes de orfanato e acaba adotando um deles 6