Mulher constrói quartinho no próprio barraco para dar aulas a crianças da sua comunidade (SP)

Uma dona de casa da comunidade Fazendinha (SP), que já tem 5 filhos para criar e educar, achou que deveria fazer mais e decidiu educar os filhos dos vizinhos durante a pandemia. Como muitos ficaram sem aulas, ela resolveu ensinar atividades escolares em casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo começou com um projeto que criamos para ensinar as mulheres da nossa comunidade a bordar. Quem tinha filho levava junto, daí começamos a ajudar as crianças nas atividades da escola”, contou Sandra Ferreira.

Sandra passou a ensinar os meninos e meninas na cozinha da própria casa. As casas da comunidade são barracos feitos de madeira e, com a improvisação do espaço, ela só conseguia atender três crianças por turno.

Criança estudando em sala improvisada
Foto: Arquivo pessoal

Não demorou e a demanda aumentou. “Quando percebi, estava com 12 crianças, sem contar que tinham várias querendo participar”, relatou. Para atender todo mundo, ela decidiu construir um quartinho de madeira, uma sala de aula improvisada. Hoje os pais dão uma ajuda financeira para incentivar e manter as aulas de reforço.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Imagem de barraco transformado em sala de aula
Foto: Arquivo pessoal

Sandra fez pedagogia, mas foi vítima de um golpe de uma faculdade inexistente

A paixão pelo ensino é antigo, desde o tempo em que vivia no Ceará. “Sempre gostei de ensinar. Trabalhei onde morava de professora por 3 anos. Foi o melhor trabalho que tive“, conta feliz.

Professora escrevendo em lousa
Foto: Arquivo Pessoal

Ela entrou no curso de pedagogia em uma faculdade na época em que ensinava, mas parou pois foi morar em São Paulo. Foi quando descobriu que tinha sido vítima de um golpe.

“Pensei que aqui seria mais fácil, mas a carga horária das disciplinas não batia com as faculdades que procurei. Quem terminou a faculdade na minha comunidade descobriu que foi um golpe, que a faculdade não existia“, relembra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Imagem de barraco transformado em sala de aula com professores e alunos dentro
Sandra, de casaco laranja sentada à direita, recebe professores da escola da comunidade para conhecerem o seu projeto. Foto: Arquivo pessoal

Além de tudo isso, ela precisava se manter na capital paulista com o marido e os filhos, morando de favor no barraco de um irmão. “Então a faculdade ficou um pouco distante pra mim. Bom, é isso… enquanto há vida há esperança“, desabafou.

Bolsa de estudos surpresa

E não é mesmo que quem espera sempre alcança? E que honra poder fazer parte disso, Sandra!

Dividimos sua história com a Estácio e sim: Sandra ganhou uma bolsa de estudos para cursar pedagogia na modalidade EAD.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vem de lencinho e dá o play!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,956,757SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Prova de amor: marido doa rim para mulher em aniversário de 23 anos de casamento

Que prova de amor pode ser maior do que doar um de seus rins para a pessoa que você ama? Foi exatamente isso que...

Rir em público é contagiante!

A empresa Lachen Verbindet oferece sessões de lachyoga, que é um tipo de yoga utilizando o poder curativo das risadas. Veja o vídeo abaixo de uma...

Jovem que doou próprio casaco a morador de rua recebe oferta de emprego

A lei do retorno nunca falha! O estudante Adrian Silva Alves, 17 anos, recebeu uma oferta de emprego na segunda-feira (8) depois de doar...

Torcida aplaude e canta para goleiro adversário que perdeu a mãe na Holanda

A torcida do Go Ahead Eagles apoiou seu time durante boa parte dos 90 minutos da partida contra o NAC Breda, pela segunda divisão...

Crianças no Gana geram eletricidade para escola brincando no playground

Grande parte do território de Gana é carente de energia elétrica. Isso faz com que uma generosa fatia da população passe metade da vida...

Instagram