Mulher vai comprar 15 sandálias para crianças africanas, mas sai da loja com 115 pares

A representante comercial Lala Biasi, 62 anos, foi comprar 15 pares de sandálias para crianças da África, mas saiu da loja com dois sacos de mais de 50 litros cheios de sandálias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela mora em Americana, no interior de São Paulo, e é colaboradora da organização não governamental Fraternidade Sem Fronteiras. A ONG oferece ajuda humanitária no Brasil e nas regiões mais pobres do mundo.

Através de amigos, Lala conheceu a iniciativa e sentiu que podia ajudar. A Fraternidade Sem Fronteiras pretende arrecadar mais de 1.000 pares de calçados para crianças de diferentes países do continente africano. Isso porque muitas crianças andam descalças e várias perderam dedinhos por causa do bicho-de-pé.

mulher comprar sandálias crianças africanas

mulher comprar sandálias crianças africanas

Lala ficou chocada com a situação e decidiu dar sua contribuição. Ela só não imaginava que enviaria para a ONG muito mais sandálias do que tinha planejado. Ao saber para aonde estavam indo as sandálias, o proprietário da loja doou 115 pares.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando eu estava na fila para pagar, a vendedora que me atendeu apareceu acompanhada dele [dono da loja], e me perguntou se eu aceitaria uma doação. Olhei espantada, então ele se apresentou e disse que me mostraria um sapatinho. Se eu aceitasse, ele me daria alguns pares”, conta Lala ao Razões para Acreditar.

Ela saiu da loja com um sentimento de felicidade misturado com gratidão. Acreditando que tem muita gente boa no mundo, e que o proprietário da loja é com certeza uma dessas pessoas.

“Ele não sabia se eu estava falando a verdade, mas confiou e me entregou o melhor que podia dar”, afirma.

Fraternidade Sem Fronteiras

Com sede em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, a ONG Fraternidade Sem Fronteiras afirma em seu site que incentiva a fraternidade, sem restrições étnicas, geográficas ou religiosas, amparando crianças e jovens em situação de vulnerabilidade ou risco social.

crédito das fotos: Lara Biasi/Arquivo pessoal

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

984,880FãsCurtir
1,730,852SeguidoresSeguir
8,538SeguidoresSeguir
11,100InscritosInscrever

+ Lidas

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção vira personagem da Turma da Mônica

Na última terça-feira (11), foi celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. Para comemorar a data, a Mauricio de Sousa Produções...

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela. O...

Mulher que sofre de ansiedade agradece a compreensão do seu namorado: “Há pessoas melhores que remédio”

Porque respeito e compreensão são fundamentais em qualquer relacionamento.

Mãe diz para filha chamar melhor amiga para noite do pijama e ela trouxe: uma senhora de 68 anos

Quando somos crianças, sempre temos um amigo ou uma melhor amiga que nos identificamos mais, não? E, mesmo que essa amizade não dure pra...

Instagram