Mulher vai comprar 15 sandálias para crianças africanas, mas sai da loja com 115 pares

A representante comercial Lala Biasi, 62 anos, foi comprar 15 pares de sandálias para crianças da África, mas saiu da loja com dois sacos de mais de 50 litros cheios de sandálias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela mora em Americana, no interior de São Paulo, e é colaboradora da organização não governamental Fraternidade Sem Fronteiras. A ONG oferece ajuda humanitária no Brasil e nas regiões mais pobres do mundo.

Através de amigos, Lala conheceu a iniciativa e sentiu que podia ajudar. A Fraternidade Sem Fronteiras pretende arrecadar mais de 1.000 pares de calçados para crianças de diferentes países do continente africano. Isso porque muitas crianças andam descalças e várias perderam dedinhos por causa do bicho-de-pé.

mulher comprar sandálias crianças africanas

mulher comprar sandálias crianças africanas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lala ficou chocada com a situação e decidiu dar sua contribuição. Ela só não imaginava que enviaria para a ONG muito mais sandálias do que tinha planejado. Ao saber para aonde estavam indo as sandálias, o proprietário da loja doou 115 pares.

“Quando eu estava na fila para pagar, a vendedora que me atendeu apareceu acompanhada dele [dono da loja], e me perguntou se eu aceitaria uma doação. Olhei espantada, então ele se apresentou e disse que me mostraria um sapatinho. Se eu aceitasse, ele me daria alguns pares”, conta Lala ao Razões para Acreditar.

Ela saiu da loja com um sentimento de felicidade misturado com gratidão. Acreditando que tem muita gente boa no mundo, e que o proprietário da loja é com certeza uma dessas pessoas.

“Ele não sabia se eu estava falando a verdade, mas confiou e me entregou o melhor que podia dar”, afirma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fraternidade Sem Fronteiras

Com sede em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, a ONG Fraternidade Sem Fronteiras afirma em seu site que incentiva a fraternidade, sem restrições étnicas, geográficas ou religiosas, amparando crianças e jovens em situação de vulnerabilidade ou risco social.

crédito das fotos: Lara Biasi/Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Mulher vai comprar 15 sandálias para crianças africanas, mas sai da loja com 115 pares 1

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,968,758SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Hospital compra minicarros para crianças poderem brincar e aliviar estresse

A partir de uma ideia genial da enfermeira Kimberly Martinez, o Hospital Doctors Medival Center, em Modesto, município da Califórnia (EUA), as crianças internadas...

Campanha de adoção de animais pelo Zoom da Pedigree chega ao Brasil

Em maio, a Pedigree, em parceria com a Zoom, lançou uma campanha de adoção para lá de interativa e especial. Eles permitiram que animais destinados...

Netflix lança série animada só com músicas dos Beatles

Eu sou suspeito, adoro muitas das produções feitas pelo Netflix, com um big data monstruoso e um tino para se comunicar de forma bastante...

Reciclador acha R$ 5,5 mil em lixão no RS e devolve ao dono

Gustavo Guedes tem 19 anos e trabalha reciclando lixo em Machadinho, no Rio Grande do Sul. Ele passa uma série de dificuldades financeiras e...

Para alegrar colega que perdeu concurso, menina cede medalha para ele

Após conquistar a medalha de prata em um concurso de oratória da escola, a estudante do 6º ano Laura Binder, 10 anos, percebeu que...

Instagram

Mulher vai comprar 15 sandálias para crianças africanas, mas sai da loja com 115 pares 2