Mulher supera medo do câncer distribuindo amor incondicional a desconhecidos

Curada recentemente de um câncer, a médica norte-americana Shamanie Thompson (40), do Colorado, Estados Unidos, está oferecendo “amor incondicional” a desconhecidos para superar o medo da reincidência da doença.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

20160522104622XQedeGVNX3

Segundo o jornal Good News Network, ela foi diagnosticada com a doença há dois anos, e, durante todo o tratamento, o medo de uma recaída a deixou profundamente ansiosa.

“Uma das cirurgias que eu fiz tinha causado complicações no meu braço direito. Todos os dias tenho dor constante, o que é um lembrete do câncer que tentou me matar. Isso afetou minha capacidade de trabalhar, afetou minha energia, me fez ter medo, criou limitações”, contou Shamanie, em um blog pessoal onde conta sua trajetória.

Passados seis meses da retirada do tumor, ela recebeu uma notícia que piorou ainda mais seu sofrimento. “Meu oncologista me ligou para me dizer que eu tinha uma chance de 67% de recorrência nos próximos anos. A partir daí, desenvolvi uma síndrome de ansiedade por medo da reincidência. Meu médico disse que isso é normal e que a maioria dos sobreviventes de câncer têm isso em algum nível”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A partir daquele dia, Shamanie passou a “dar seu amor incondicional por zero dólares”. A ideia era ir a lugares públicos, como parques e praças, e oferecer um pouco de carinho a estranhos. “Eu decidi fazer recibos de amor com palavras de encorajamento sobre eles”.

20160522104730Mvxnz1N2fP
“Eu estou dando amor incondicional de graça para curar meu medo do câncer”.

Os filhos da médica ajudaram a fazer um cartaz para Shamanie abordar pessoas que nunca tinha visto antes com palavras carinhosas. “Imediatamente senti uma sensação de ansiedade, de intimidação, de ‘o que é que eu acho que eu estou fazendo aqui?’ Eu queria me esconder de volta no carro e sentar com meu medo novamente”, contou. Mas, ela voltou atrás e colocou a ideia em prática.

As primeiras pessoas a se aproximarem dela foram dois jovens adultos. “Cheguei lá e disse: ‘Eu não quero nada de você. Eu sou um sobrevivente recente de câncer de mama. Meu médico diz que eu tenho uma grande chance de recorrência. Tenho vivido com medo sobre isso. Acredito que o amor cura medo, então eu estou fazendo atos aleatórios de bondade hoje. Eu gostaria de saber se você vai receber uma palavra encorajadora de mim?”.

20160522104920CshYpdYYKB

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Então, ela ofereceu 40 receitas de encorajamento para que eles pudessem escolher uma aleatoriamente. “Meu coração encheu por dar e receber amor”. Após esse dia, Shamanie conta que sentiu o coração “três vezes maior”. “E onde havia medo, passou a ter amor e respeito” <3

20160522104955s7wpKrbj0d

20160522105030QHKEdkvgMRFonte: REDE TV

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,238,290SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idoso deixa este bilhete no carro que havia batido e diz: “Sou honesto”

Ele poderia fugir do local, mas preferiu esperar o dono do veículo voltar para arcar com os estragos da batida.

Chef renomado fecha restaurantes e passa a servir comida a famílias necessitadas

O renomado chef José Andrés, 50 anos, decidiu transformar sua rede de restaurantes 5 estrelas em cozinhas que irão preparar e oferecer comida de...

Refugiados nigerianos transformam acampamento no deserto em floresta autossustentável

Há cerca de sete anos, mais de 70 mil cidadãos nigerianos fugiram da violência no país, buscando abrigo em Camarões, na África Central, onde...

Fotógrafo faz ensaio com mães que amamentam os filhos após os 2 anos

Você já deve ter visto mães que amamentam seus filhos(as) depois de pequenos, o que você acha disso?

Vovó pedala 25km todos os dias para vender amendoim e ajudar a neta a se formar em MS

Preguiça não está no vocabulário da vovó Anitta Pereira, 67 anos, que costuma pedalar 25 quilômetros todos os dias para vender amedoim para ajudar...

Instagram