Artesã transforma guarda-chuvas quebrados em sacos de dormir para moradores de rua

O mundo está cada vez mais atento às questões ambientais e o reaproveitamento de materiais faz cada vez mais parte de nossa realidade. Hoje, felizmente, a maioria das pessoas pensa duas vezes antes de jogar uma coisa no lixo, como é o caso de Clara Gomes de Souza, que é artesã e utiliza guarda-chuvas quebrados para fazer sacos de dormir para pessoas em situação de rua no Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia surgiu depois que ela viu um morador de rua passando muito frio, em Nova Iguaçu, há dois anos. Segundo ela, a grande vantagem de usar esse tipo de material é que é impermeável: “É impermeável, térmico, seca rápido, dá pra lavar em qualquer lugar e eles ficam protegidos”.

Mas o que a inspira a continuar fazendo isso é a reação de profundo agradecimento que as pessoas têm quando ela entrega o saco de dormir: “Quando o morador de rua recebe esse carinho, de ganhar um saco quentinho pra ele dormir, ele se sente visto. É isso que eu acho importante, a gente ter um olhar para o outro”.

Até agora ela já ajudou mais de 100 pessoas em situação de rua, entre adultos e crianças e em uma das suas postagens mais recentes, que somou mais de um milhão de visualizações, ela acabou recebendo várias mensagens de pessoas dispostas a ajudá-la. Ela, que costuma pegar os guarda-chuvas nos trens Supervia e nas barcas a cada 3 meses, está recebendo doações e deixou até o email para os interessados em ajudar: [email protected] .

Clara afirma que para fazer um saco de dormir é preciso 4 guarda-chuvas e que o processo todo leva em média 2 horas, mas ela garante que esse tempo é muito bem empregado, pois ela está fazendo o bem: “Já é tão dura a vida delas que eu tento dar um toque de fantasia nos sacos de dormir, com desenhos e muita cor”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Seus sacos de dormir são coloridos, divertidos, quentinhos e impermeáveis e têm feito tanto sucesso nas redes sociais que ela está recebendo mensagens do mundo inteiro, de pessoas querendo comercializar suas criações. Mas ela diz que o objetivo não é e nunca foi ganhar dinheiro, mas ajudar quem precisa. Que atitude linda!

Com informações de G1

Fotos: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,500,572SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

42 momentos poderosos de compaixão humana em face da violência

Ao falarmos de guerra, o que mais escutamos são as contagens dos corpos das vítimas, porém apesar de difícil de lembrar, ainda existe uma imensa compaixão humana que prospera em...

Anvisa lista produtos que podem substituir álcool 70% para limpar superfícies

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) divulgou uma interessante nota na última quinta-feira (23) explicando como os produtos saneantes, dentre eles detergentes, sabão...

Professor cria ‘moeda’ para incentivar boas atitudes de alunos

Acumulando boas atitudes, os alunos podem usar a sua moeda fictícia para comprar brinquedos e outros itens nas feiras culturais da escola!

Conheça Darcy: o ouriço mais fofo do mundo

Darcy, the Flying Hedgehog (Darcy, o ouriço voador) é o ouriço mais popular do Instagram. Shota Tsukamoto, de Tokio, Japão, atualiza quase diariamente a...

Gato perdido segue casal em montanha nevada com 3 mil metros para voltar para casa

Cyril e Erik Rohrer subiam o Monte Britsen, na Suíça, quando inesperadamente um gatinho perdido se juntou a eles. O bichano se afastou da...

Instagram