Mulher viaja o mundo para adotar 4 órfãos com o mesmo distúrbio genético que ela

Kristi Smith nasceu com uma distúrbio genético raro, a Fenilcetonúria, que não tem cura, mas pode ser controlada e se não for tratada corretamente pode levar a convulsões e deficiências de desenvolvimento e distúrbios mentais e físicos. Porém, quando ainda era criança, seus pais descobriram que a doença poderia ser controlada se Kristi tivesse uma dieta alimentar com pouca proteína. Foi por causa disso que, hoje, ela leva uma vida normal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A norte-americana vive em Tuscon – Arizona, com seu marido, Matt Lorch e, quando eles decidiram que queriam ter filhos, depois de diversos exames, descobriram que devido à doença de Kristi, as chances dela sofrer aborto espontâneo e do bebê nascer com sérios problemas seriam altíssimas. Foi então que o casal decidiu adotar, porém com uma condição: Kristi queria crianças que possuíam a mesma doença que ela.

A ideia de adotar crianças que possuem a mesma rara condição de Kristi surgiu porque, o casal já sabe como lidar com esta doença e, além do mais, sempre gostaram da ideia de poder proporcionar um lar para crianças que precisam de amor e cuidados especiais. Quando começaram a pesquisar, descobriram que haviam 2 meninos com Fenilcetonúria, na China e, a história começa aí.

Relacionado: Pastora trans adota menino com necessidades especiais e menina trans: “Nasci para ser mãe”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em maio de 2015, eles foram para a China e voltaram com Andrew e Luke, que na época tinham 2 anos e viviam em um orfanato especial, para crianças com problemas de saúde. Pouco tempo depois, o casal descobriu mais dois garotos com a mesma condição, que também viviam na China. Ben, que na época tinha 13 anos e tinha alguns problemas comportamentais e de desenvolvimento, ocasionados por causa da falta de tratamento adequado; e Caleb, de 9 anos.

Eles dizem que já sente diferença na evolução dos garotos, que agora com a dieta especial que Kristi sempre seguiu, começaram a mostrar melhoras no aprendizado e tornaram-se mais calmos e gentis. Mais uma prova de que, com amor e carinho, vidas podem ser transformadas para sempre!

Com informações de Good News Network

Fotos: McKinley Corbley

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,550FãsCurtir
1,910,079SeguidoresSeguir
9,306SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Coronavírus ‘sela paz’ entre palestinos e israelenses: saúde é prioridade máxima!

Há anos o mundo não via um encontro pacífico entre palestinos e israelenses. A Autoridade Palestina e Israel sentaram na mesma mesa para firmar...

Instagram